Blast from the Past

Blast from the Past: Super Mario Kart (SNES)

Hoje, não é muito difícil encontrar jogos que representem personagens dentro de karts disputando corridas mais divertidas. Essa tendênci... (por Marcelo Vasques em 16/09/2010, via Nintendo Blast)

smk9 Hoje, não é muito difícil encontrar jogos que representem personagens dentro de karts disputando corridas mais divertidas. Essa tendência, no entanto, surgiu com o lançamento de um dos maiores sucessos do SNES, que não só mudou a forma de enxergarmos o gênero da velocidade, mas também cimentou a popularidade e a fama de qualidade do atual mascote da Nintendo, mesmo quando não precisa salvar uma princesa. Senhoras e senhores, recebam, por favor, com aplausos vitoriosos, Super Mario Kart.

Não se trata somente de velocidade, trata-se de vencer

smk1O início é bem direto e intuitivo. Antes de adentrar o mundo das corridas descontraídas com itens e cenários interativos para atrapalhar os oponentes, ou você mesmo, o jogador deve escolher seu modo de jogo e o personagem que vai controlar. O modo solitário, para apenas uma pessoa, conta apenas com as opções GP, que inclui três copas com mapas variados, e a Time Trial, na qual é possível marcar seu tempo em cada pista. Depois de eleger entre 50cc ou 100cc para definir um nível de velocidade, é a hora de escolher com quem se irá correr. A surpresa e a empolgação da possibilidade de jogar com personagens da série Mario logo dão lugar à diversão da competição, quando nunca se sabe quem será o verdadeiro vencedor.

smk7As formas de jogo para duas pessoas, contudo, reservam uma das melhores partes da gameplay. Além de estimular a disputa entre você e seu amigo nas copas do modo GP, junto com mais seis competidores robóticos, a opção multiplayer ainda permite uma corrida direta com outro jogador, apenas os dois, em meio à vastidão da pista, com todos os itens disponíveis. Porém, ainda há a terceira e última opção, que inclui mapas especiais, nos quais dois jogadores livres para rodar possuem três balões girando ao redor dos karts, e a tarefa de ambos é usar os itens espalhados nas caixas pelo chão para estourar todas as bexigas do oponente, o que garante a vitória.

Uma ideia boa é uma ideia simples

smk5No modo tradicional, conhecido como Grand Prix, cada partida, das cinco que compõe uma copa distinta, atribui pontos aos vitoriosos, que vão sendo somados, mapa após mapa, até chegarem ao pódio final, que premia os três primeiros colocados. O jogador, contudo, deve sempre chegar até a quarta posição em cada pista, fazendo uso dos itens que quiser, que podem atrasar os concorrentes ou beneficiar a si próprio, como a estrelinha, que o deixa invencível por poucos segundos, sob risco de ter que repetir a partida e perder uma de suas vidas, que vão aumentando conforme as moedas que estão espalhadas pelo chão são coletadas.

smk10Apesar de não demonstrar estatísticas com o desempenho de cada kart, os oito personagens disponíveis para se correr, que vão desde Mario até um Koopa Troopa, permitindo, pela primeira vez, o controle de figuras somente comandadas pelo sistema nos jogos anteriores, possuem peculiaridades distintas. A simplicidade do título, todavia, não é um ponto negativo, pelo contrário: introduziu uma forma relativamente nova de corrida com maestria, sem impedir jogadores mais experientes de dominar os aspectos de aceleração e velocidade dos personagens com a prática. 

Essa é a mesma prática que leva ao aprendizado do uso correto dos itens coletados na pista. Enquanto se entende como o casco verde deve ser lançado alinhado com o competidor à frente, ou como a banana é colocada estrategicamente em uma curva perigosa para que os oponentes sejam atingidos e percam tempo girando no mesmo lugar, é possível descobrir técnicas avançadas que evitam perda de tempo, como o power sliding ou drift, que faz o carro deslizar nas curvas poupando diminuição na velocidade, ou ainda os pulos, que auxiliam na hora de manobrar em direções novas.

Visual que reserva surpresas

smk2 smk6 smk11

smk4Super Mario Kart apresenta gráficos bonitos, e foi bem recebido na época de seu lançamento. Seu visual rendeu elogios à equipe de desenvolvimento, assim como o cuidado com o detalhamento na ação dos personagens. Quando seu motorista vencer uma partida, por exemplo, ele irá se alegrar de sua própria forma na volta da vitória. A mesma situação ocorre na hora da premiação no pódio, no momento em que o dono do primeiro lugar da copa executa uma comemoração exclusiva e animada. Um mapa completo também permanece na tela, ao se jogar sozinho, ocupando o lugar no qual o segundo jogador assume no modo multiplayer.

smk8Porém, o game também tem sua cota de conteúdo extra, que não se resume somente a descobrir como usar o salto da pena para, por meio de atalhos, pular trechos das pistas. Ao vencer todas as três copas do nível de 100cc, é possível jogar em uma quarta, a famosa Special Cup, que possui mapas especiais e mais difíceis, como a psicodélica Rainbow Road. Completada a quarta copa, então, ainda é possível destravar o nível de velocidade mais difícil, o de 150cc, que, como todas os níveis, permite jogar nas quatro copas já disponíveis: Mushroom Cup, Flower Cup, Star Cup e Special Cup.

Sem Super Mario Kart, jamais poderíamos desfrutar de uma forma tão divertida de correr com veículos, fator que deu origem a vários títulos posteriores que tentam se igualar ao criador desse gênero com karts. Não é exagero chamar o jogo de marco para a indústria, demonstrando que o sucesso de Mario não estava associado às suas aventuras em plataforma. Com tudo isso, não consigo enxergar defeitos nesse jogo espetacular, deixando-o assumir seu tão merecido lugar de destaque no pódio.

Marcelo Vasques escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook