Top 10

Top 10: Os melhores games de Faroeste de todos os tempos

O velho oeste é um cenário perfeito para bons games. Duelos por honra, campos inexplorados cheios... (por Igor Chacon em 24/04/11, via Nintendo Blast)

MANWITHNONAMEMainO velho oeste é um cenário perfeito para bons games. Duelos por honra, campos inexplorados cheios de perigo, bandidos para serem derrotados, enfim, uma terra onde a lei é escrita à pólvora esperando por viajantes corajosos ou sem amor pela vida. Durante a história dos videogames os jogos de faroeste vêm e vão das prateleiras de mais vendidos com certa frequência, sendo por muitas vezes esquecidos durante anos a fio. Mas agora, pegue seu chapéu de cowboy, seu cavalo e seu poncho e venha conosco porque o Nintendo Blast trouxe hoje os melhores games de faroeste de todos os tempos!

10 – Gun.Smoke (NES)

Gunsmoke_game_flyerGun.Smoke foi lançado para NES em 1985 pela CAPCOM. Sabe aqueles jogos de nave onde seu veículo vai avançando de baixo para cima na tela enquanto os inimigos vão descendo? Tipo Space Invaders? Pronto! Essa é a versão faroeste desses jogos. Billy Bob, o personagem principal, vai avançando enquanto enfrenta os capangas da gang Wingate. Em meio ao fogo cruzado, moradores das cidades estão sempre dispostos a ajudar vendendo-lhe armas e itens que o ajudarão na jornada por uma paz forjada à balas.

9 – The Lone Ranger (NES)

The_Lone_Ranger_for_NES_(cover)Cavaleiros solitários são comuns no velho oeste. E, direto das telinhas, veio a adaptação para NES de um seriado que ficou na história da televisão norte americana, The Lone Ranger. O personagem principal, conhecido apenas como “Lone Ranger”, trava uma batalha implacável contra os foras da lei em um Texas infestado de maus elementos para serem detidos. O game é uma versão faroeste dos beat'n up que temos hoje: avance, mate seus inimigos, avance novamente. Você pode comprar armas nas lojas e viajar por entre as cidades em busca de novos desafios.

8 – Samurai Western (PS2)

samuraiE eis que em meio aos cowboys e peles vermelhas encontramos um samurai! E não é qualquer samurai, é simplesmente o samurai mais rápido que o mundo já viu! Gojiro Kiryu não só utiliza sua katana com maestria como desvia balas com ela e até as corta ao meio, revelando que não são só os Jedi que podem deter tiros com espadas. Kiryu atravessa salons e cidades típicas de velho oeste em busca de seu desonrado irmão, misturando dois universos aparentemente imisturáveis nesse beat’n up do velho oeste.

7 – Call of Juarez: Bound in Blood (PC, XBOX360, PS3)

boundinblood

Esse é o jogo que conta o início da história dos irmãos Ray, Thomas e Willian McCall que foram vistos a primeira vez no predecessor Call of Juarez. O game se passa em 1864 em diversas cidades, tanto dos Estados Unidos quanto do México. Call of Juarez: Bound in blood é um First-Person Shooter com uma história envolvente e cheia de reviravoltas que nos conta todos os porquês e lacunas deixadas na história do primeiro game. Indispensável para quem curte o gênero FPS e/ou Faroeste.

6 – Red Dead Revolver (PS2, XBOX)

Red-Dead-Revolver-Xbox

Existem muitos personagens de games baseados em personagens de filmes e Red, protagonista de Red Dead Revolver, certamente é um deles. Com óbvias inspirações na lenda viva do cinema Clint Eastwood em sua melhor forma como “The with no name”, Red cresce com a imagem de seus pais sendo brutalmente assassinados e um único pensamento na cabeça: Vendeta! Red Dead Revolver é um jogo de tiro em terceira pessoa de muita qualidade que foi inicialmente desenvolvido pela Capcom e, quando foi abandonado pela empresa, continuou a ser trabalhado pela Rockstar.

5 – Gun (GameCube, XBOX, XBOX360, PC, PS2)

Gun_Coverart

Gun é um jogo de faroeste bem parecido com Call of Juarez tanto em sua temática quanto em sua ação. Porque ele está em uma posição mais elevada, então? Por um único motivo: Gun pode ser jogado em terceira ou primeira pessoa e, sinceramente, não consigo terminar jogos em primeira pessoa, não sou só eu, conheço outras pessoas que ficam tontos só de pensarem jogar por muito tempo jogos assim. Em Gun, a Neversoft criou um divertido jogo de ação com ótima história e onde as balas nunca param de zunir por sobre sua cabeça.

4 – Wild Guns (SNES)

wildguns

O que acontece quando robôs gigantes invadem o velho oeste? Ação! Ação aos montes! Essa é, basicamente, a temática de Wild Guns, game desenvolvido pela Natsume para o SNES. O único contra desse jogo é a sua dificuldade. No início é extremamente difícil se acostumar com os controles confusos, mas depois disso, o jogo se torna extremamente divertido. Vá por mim, você vai amaldiçoar todas as gerações dos programadores desse game, mas vai se divertir aos montes.

3 – Sunset Riders (SNES)

Sunset_Riders_SNES_ScreenShot1

Já falamos um bocado aqui sobre o ótimo Sunset Riders e esse game ganha com honra a terceira posição do nosso top 10. Com um visual muito agradável e muita ação, com balas tracejando a tela a cada instante, as aventuras do vaqueiro rosado Steve, do típico pistoleiro gringo Billy, do cara das armas pesadas Bob e do mexicano Cormano estão com certeza nas memórias de todos aqueles que puderam aproveitar desse game no auge do Super Nintendo.

2 – Red Steel 2 (Wii)

red_steel_2_temp_boxart

E eis que surge, em segundo lugar, um FPS com temática no velho oeste para o Wii! Na verdade, Red Steel 2 é um faroeste futurista – o que dá um toque de personalidade própria a esse game que é um dos melhores do gênero. Além de aproveitar com maestria o que o Wii Remote e o Wii Motion Plus tem para oferecer, esse game tem ótimos gráficos e jogabilidade bastante fluida. Além do mais, convenhamos, poder sair por ai com um sabre e um revolver, alternando o modo como queremos enfrentar nossos inimigos, é muito legal. Isso tudo deu a esse jogo uma recepção bem melhor que a do seu antecessor.

1 – Red Dead Redemption (XBOX360, PS3)

red-dead-redemption-game

E para você que certamente nem sabia que existiam mais de 10 jogos de faroeste, aqui temos o primeiro lugar! Red Dead Redemption supera em muito o seu antecessor não sendo uma continuação direta, mas apenas uma “continuação espiritual”. Esse game consegue nos fazer ter raiva, rir, chorar e, com toda certeza, nos divertir até o último momento de sua clássica, porém, refinada história de faroeste que ganhou o já famoso estilo da Rockstar Games de mundo aberto. Enfim, um jogo que deve ser jogado por todos, sejam amantes do faroeste ou não.

Igor Chacon escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook


Curta no Facebook

Social Blast