Jogamos

Análise: A vida de um agente secreto ártico em Club Penguin: Elite Penguin Force (DS)

Se você acha estranho a história de diversos jogos japoneses, muitas vezes que nunca chegaram a p... (por Gabriel Toschi em 18/08/12, via Nintendo Blast)


Se você acha estranho a história de diversos jogos japoneses, muitas vezes que nunca chegaram a por os pés no Ocidente, saiba que jogos deste lado do mundo também trazem histórias bem diferentes, como Club Penguin: Elite Penguin Force. Baseado no MMO infantil Club Penguin, você assume o posto de agente secreto para desvendar um caso em uma ilha gelada envolvendo diversos robôs. Com a ajuda de equipamentos sofisticados e animais de estimação treinados, será que você consegue resolver o caso que ameaça esta terra? Acalme-se que a história é bem mais calma do que isto...

Vida de agente

O puffle rosa Loop no Ice RinkEra um dia calmo em Club Penguin, uma ilha que, por alguns motivos óbvios, é povoada somente por pinguins. Uma sociedade organizada e amigável se estabelece neste local. Os cidadãos mais respeitados passam por testes especiais e podem entrar para a PSA (Penguin Secret Agency). São eles que mantem a ordem na ilha. Você entra no papel de um agente bem sucedido da PSA que é convocado para uma missão supersecreta.

Essa missão, entretanto, está nas mãos da EPF (Elite Penguin Force, que dá nome ao jogo), uma espécie de elite dos agentes. Acontecimentos estranhos estão assombrando a ilha e a suspeita é de que a culpa são de robôs-teste criados por Gary (ou G, seu codinome), o inventor da ilha e um dos chefes da EPF. Sua missão é, no maior estilo 007, salvar o dia: você deve salvar a ilha deste ataque robótico. Por mais que a história seja um pouco cativante, a sua missão não será tão difícil assim.

O jogo é dividido em pequenas fases chamadas de Missions, onde você deve completar algumas tarefas para prosseguir a história. Muitas vezes são apenas resolver os problemas causados pelos robôs ou desativar um dos meliantes. Você ainda tem algumas tarefas bônus em cada missão, onde deve resolver alguns problemas comuns dos pinguins, como recuperar peças de jogos de tabuleiro ou ajudar a vencer campeonatos de snowboard. Isto porque você já tem uma ilha inteira pra salvar.


Você até poderia pensar que seria um jogo de ação ou um RPG, mas CP: EPF é no melhor estilo "point and click" (aponte e clique). Explore os cenários 2D em 360º que parecem fotos panorâmicas, colete e combine itens e tenha a ajuda de alguns amigos, como posso dizer, peludos?

Fofinhos, peludos e poderosos

Vamos pensar um pouco sobre clássicos da Nintendo. Mario sempre tem a ajuda de diversos personagens, desde humanos até Goombas, Koopas e princesas. Link tem a ajuda de fadas e até de Dekus, Gorons e Zoras. Kirby, por mais que seja uma bolota rosa, tem a ajuda de muitos personagens em seus jogos. Você, como um agente secreto tendo de salvar todos na ilha, tem a ajuda de puffles, animais de estimação que mais parecem bolotas felpudas.
cpepf3

Os puffles vieram da versão online do jogo, onde servem como animais de estimação. Aqui, são fundamentais para resolver alguns desafios, pois são treinados para terem poderes especiais. Bouncer, o puffle azul, consegue jogar bolas de neve. Já Blast (!), o puffle vermelho, consegue se tornar um puffle-bala e ser atirado dentro de um canhão e Flare, o puffle preto, serve como um maçarico vivo. O puffle rosa Loop pode usar seu laço (sem as mãos) para capturar objetos no ar; poder parecido tem Flit, o puffle verde, com a única diferença que consegue voar com um chapéu de hélice. O roxo Pop pode fazer bolhas de sabão super-resistentes (também sem as mãos) e o amarelo Chirp pode quebrar diversos objetos com o toque de sua flauta, como grandes blocos de gelo.

Nos dias de folga

Mini-game Jet Pack AdventureO jogo ainda contém minigames, que podem ser jogados a qualquer hora ou no meio da trama do jogo. São 6 minigames, um número bem pequeno em relação a outros jogos do DS. 3 são cópias de minigames já existentes no MMO como Cart Surfer (Surfe na Caçamba em português, você deve atravessar uma mina fazendo manobras com um carrinho de mina), Jet Pack Adventure (Aventura a Jato em português, você deve usar um jetpack para percorrer labirintos aéreos) e Ice Fishing (Pescaria no Gelo em português, você deve usar iscas para pescar peixes evitando outras espécies marinhas). As adaptações são funcionais, mas nada que realmente salte os olhos de um fã do MMO. Menos ainda de quem não conhece.

Ele ainda contém 3 minigames exclusivos (ou quase exclusivos): Snowboarding (você deve executar manobras de snowboarding desenhando linhas com a Stylus), Snow Trekker (usando um carro de escavação de neve, você deve passar por labirintos coletando moedas) e Dance Challenge (você deve executar ações com a Stylus fazendo seu pinguim dançar). Dance Challenge não é o mesmo encontrado atualmente no MMO: a versão online remete a série Dance Dance Revolution. Estes jogos exploram mais o potencial de jogo do DS, mas temos um problema: usar a Stylus em Snow Trekker é tão difícil que você acaba voltando aos botões.


Durante o jogo, é possível coletar moedas espalhadas pelos cenários e ganharcpepf5 outras por completar missões primárias e secundárias. Estas moedas podem ser transferidas para a sua conta no jogo online e usadas pelo navegador. Você ainda pode usar o recurso DGamer e até conversar com usuários em uma sala do MMO. O DGamer possibilita ainda o download de missões bônus (como um DLC grátis) e outras facilidades. Na época em que o jogo fora lançado, todos que compraram o jogo original ganharam um código que, se habilitado no Club Penguin online, dava direito ao acesso a Sala de Reuniões da EPF. Hoje, a EPF já é um recurso aberto a todos os usuários, sendo que este "benefício" é inútil.

Vale a pena ser um pinguim?

Se você é fã do jogo online e gosta das missões que tem por lá, Elite Penguin Forcecpepf6 é um bom jogo para você. Se você gosta de pensar um pouco e se divertir com alguns minigames, ele também é fortemente recomendado. Fãs de "point and click" também devem gostar, por mais que os enigmas, assim como o jogo, sejam voltados a crianças. Se não fazer parte de nenhum destes grupos, provavelmente você não achará CP: EPF muito interessante. Por mais que possa ser um jogo um tanto vasto, não tem replay quase nenhum e muitas de suas funcionalidades são perdidas se você não tem uma conta online. Um jogo para passar o tempo, com uma história infantil e bem feita, gráficos totalmente relevantes e fiéis ao MMO, jogabilidade simples até demais: este é Elite Penguin Force.

Prós

  • Mini-games intuitivos e simples para todas as idades
  • Boa utilização do sistema “point and click”
  • Utilização do sistema DGamer para multiplayer local
  • Envio de moedas para ser utilizado no jogo online

Contras

  • Missões muito simples e sem expectativa
  • Gráficos simples e bem parecidos com os do jogo online
  • Utilização do código para o jogo online acabada
  • Replay baixo, ficando apenas no cargo dos mini-games
Club Penguin: Elite Penguin Force – DS – Nota Final: 8,5
Gráficos: 8,5 | Som: 8,0 | Jogabilidade: 8,5 | Diversão: 9,5
Revisão: Leandro Freire
Gabriel Toschi é estudante do Ensino Médio e um amante dos videogames. Redator e social media no Nintendo Blast, sempre esquece de levar sua toalha para onde vai. Se não o encontrar com seu avantajado físico por aí, pode tentar em seu Facebook ou Alvanista.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais