Indie Blast

Responsável da Nintendo pelo programa de jogos indie deixa a companhia após oito anos

Dan Adelman largou sua posição de ponte entre a Nintendo e os desenvolvedores indies após série de desentendimentos.

Por mais de oito anos, Dan Adelman foi o homem encarregado de firmar parcerias com pequenos estúdios e trazer jogos indies para os consoles da Nintendo na Nintendo of America. Essa fase terminou na última sexta-feira, último dia de trabalho de Dan na empresa, como informa o Kotaku.


Ao longo da quase uma década em que liderou o departamento indie da Nintendo of America, Adelman se tornou uma figura conhecida e influente no cenário de jogos independentes, e ajudou a lançar clássicos como World of Goo e Cave Story nas plataformas da companhia. Mas desentendimentos internos parecem ter minado a relação do funcionário com os executivos. Segundo foi noticiado pelo Gamasutra, Dan foi proibido pela Nintendo de utilizar sua conta no Twitter após criticar na rede social a trava de região do 3DS. A rejeição de uma versão para o portátil do jogo Binding of Isaac devido a violações do conteúdo religioso também foi fonte de frustração para Dan. Na ocasião, ele disse que a Nintendo deveria ser "um pouco mais flexível".
"Eu fui fortemente encorajado a ficar longe do Twitter — ou pelo menos dizer coisas que são claramente seguras — então depois do comentário da trava de região eles apenas disseram que eu precisava parar completamente. Quando as pessoas começaram a reclamar que eu não estava mais ativo no Twitter, foi sugerido que uma pessoa da PR poderia publicar em meu nome. Eu achei que essa era a pior ideia que já havia ouvido, então deixei como estava e deixei o silêncio falar por si".
A confirmação da saída de Adelman veio, ironicamente, através do Twitter do mesmo: "Feliz em anunciar que eu cheguei a um acordo com a @NintendoAmerica no qual eu poderei tweetar de novo. O acordo inclui eu não trabalhar mais lá".
Segundo o próprio Adelman, a Nintendo irá continuar a negociar e se aproximar dos estúdios independentes. "Há um grande grupo de pessoas trabalhando para ajudar os desenvolvedores através do processo e eles continuarão a fazer isso", em comentário sobre seus colegas. Já quanto ao que irá fazer a partir de agora, Dan pretende dar consultoria aos desenvolvedores indies, os ajudando em questões de marketing, economia e indústria.

Bruno Grisci é graduando em Ciência da Computação na UFRGS. Gosta de discutir qualquer assunto, incluindo videogames, tópico que o fascina desde sempre. Suas reflexões podem ser lidas no Blast desde 2011, onde é redator e diretor de pautas. Encontre-o no Twitter.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais