Aonuma fala sobre retorno às raízes e inovação do novo Zelda do Wii U

Produtor de The Legend of Zelda comenta sobre deixar o novo título do Wii U menos linear e com inovação, mas sem abandonar as raízes da série.


É inevitável que muitos fãs estão ansiosos para saber mais novidades do novo The Legend of Zelda do Wii U. Eiji Aonuma, produtor da série lendária, ainda não pode divulgar muitos detalhes, mas não deixou comentar a respeito do novo e aguardado título na recente entrevista à revista EDGE.


Aonuma comentou que a série acabou se tornando muito linear com o passar dos anos e quer voltar às raízes. O produtor deu um possível exemplo de uso do GamePad para auxiliar o jogador a explorar o mundo do jogo:
"No The Legend of Zelda original, não havia uma maneira clara de levar o personagem principal ao seu objetivo. Era algo que nós confiávamos aos jogadores a encontrarem por si mesmos. Como o jogo posteriormente se expandiu e se tornou uma franquia, a estrutura dos mundos dos jogos se tornou mais complexa - especialmente com a introdução do 3D -, tornando necessário para nós direcionar o jogador no caminho correto. Consequentemente, essa progressão nos jogos se tornou mais linear.

Para recriar uma experiência similar ao original, nós temos que dar ao mundo do jogo uma estrutura simples para que os jogadores possam compreendê-lo intuitivamente. Fazendo isso, é muito importante criarmos cada aspecto do mundo com um sentimento real e fisicamente conectado, de forma que ele não pareça falso.

Podemos conseguir isso graças aos recursos do hardware do Wii U, mas para realmente conseguirmos uma profunda compreensão do mundo do jogo, também precisamos de um mapa real que retrata o mundo como ele é. O GamePad é muito eficaz para a exibir isso e também para fornecer aos jogadores uma dica constante de onde ir. Acho que podemos dizer com segurança que as inovações deste jogo só são possíveis graças aos hardware do Wii U."
Questionado sobre o que a Nintendo precisa fazer para garantir que o Zelda do Wii U seja reconhecido e tenha o mesmo respeito de Ocarina of Time, Aonuma comentou que o novo título vai além das inovações, já que ele trará lições de jogos anteriores da franquia:
"A inovação de um vasto mundo poderia, em certo sentido, ser visto como um retorno às raízes da série. Mas ao voltar a essas raízes, estamos trazendo conosco todas as coisas que aprendemos e caminhos da série que desenvolvemos ao longo de todo esse tempo, o que nos ajudará a criar novas e excitantes possibilidades de jogabilidade."
O novo The Legend of Zelda do Wii U será lançado apenas em 2015.

Fonte: NE
Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais