Vem aí

Prévia: Fatal Frame: Nuregarasu no Miko promete trazer muito terror e fantasmas ao Wii U

Com muita água, fantasmas e GamePad como Camera Obscura, o quinto Fatal Frame trará uma enxurrada de sustos no Wii U (ao menos no Japão).


A série Fatal Frame possui treze anos de vida. Desde que estreou no PlayStation 2, manteve sua essência de explorar ambientes claustrofóbicos, escuros e abandonados enfrentando fantasmas nada amigáveis com uma câmera. Mas a quinta iteração, que chegará ao Wii U no Japão, promete mudanças e elevar a franquia de survival horror ao ápice.

Bebeu água? Não! Tá com medo? Tô!

Zero: Nuregarasu no Miko é o nome japonês do jogo do Wii U. Não oficialmente, a imprensa ocidental traduziu o título como Fatal Frame: The Black Haired Shrine Maiden, apesar de uma tradução mais próxima ser Fatal Frame: The Wet Crow Shrine Maiden, algo como “A sacerdotisa do corvo molhado” ou “A sacerdotisa dos cabelos negros molhados” por causa do trocadilho “wet crow”.
"Índia, seus cabelos nos ombros caídos,
negros como a noite que não tem luar"
De qualquer forma, o título do jogo reflete exatamente o elemento principal da trama: a água. Zero: Nuregarasu no Miko se passa na Hikamiyama Mountain, conhecida como a Montanha da Morte, inspirada na floresta Aokigahara, localizada no Monte Fuji no Japão, famosa por ser a Floresta do Suicídio. O local, onde são registradas várias mortes todos os anos, possui uma associação com demônios na mitologia japonesa. Uma inspiração bem assombrosa e adequada para Fatal Frame, não é mesmo?

Nuregarasu no Miko traz três protagonistas diferentes, cada um com motivação própria para investigar a montanha. Yuuri Kozukata, que trabalha em uma loja de antiguidades, possui um dom especial no qual, ao tocar um objeto, pode ver os segredos por trás da pessoa dona do pertence. Mesmo que esse dom seja o responsável por Yuuri ajudar pessoas que procuram familiares desaparecidos que lhes pedem ajuda, ela não é muito socializável. Yuuri decide ir à montanha a pedido de Fuyuhi Himno, que procura um amigo que sumiu próximo à floresta.


A segunda personagem controlável, Miu Hinasaki, vai para o assombroso local procurar por sua mãe, Miku Hinasaki, personagem que apareceu no primeiro Fatal Frame e em Fatal Frame III: The Tormented. Miu sente um vazio por dentro por não ter convivido com sua mãe, que desapareceu quando tinha apenas três anos de idade.


Ren Hojo é o terceiro protagonista. Ele é um escritor fracassado e que está buscando inspirações para escrever um novo livro. Após ouvir a respeito de rituais e enterros que acontecem na montanha, Hojo decide explorar o local. Cada um dos três personagens possui histórias separadas, mas que irão se cruzar no final do jogo.

Montanha coração de mãe

Para reproduzir os efeitos de água, como gotas e personagens molhados, o Fatal Frame do Wii U usará a mesma tecnologia de Dead or Alive 5. A Team Ninja, que trabalhou em Metroid: Other M (Wii) e Ninja Gaiden 3: Razor's Edge (Wii U), também está envolvida no desenvolvimento jogo, então já devemos esperar balanceamento das protuberâncias mamárias das personagens.

E não é só isso, pois Ayane, personagem que apareceu nas séries Dead or Alive e Ninja Gaiden, será controlável em um episódio bônus. A personagem usa uma energia lilás para encontrar pessoas e, enquanto busca por uma pessoa conhecida no local, acaba ferindo a perna e sua movimentação é prejudicada. O mais interessante é que a jogabilidade com Ayane é diferente do que vimos na série Fatal Frame. Ela possui apenas uma lanterna espiritual que atordoa os fantasmas e em suas missões o foco será stealth ao invés de combate.
Adivinha só o que nós estamos olhando? Exatamente, os dois encantadores olhos vermelhos de Ayane

Vamos por partes

Não é apenas com Ayane que a jogabilidade será diferenciada. A estrutura de Zero: Nuregarasu no Miko não será linear como os jogos anteriores da franquia. O título do Wii U será dividido em capítulos, acessíveis a partir da loja de antiguidades, permitindo escolher missões para encontrar diferentes pessoas desaparecidas e, completando-as, outros episódios serão desbloqueados. Haverá também a possibilidade de jogar episódios já completados, uma grande adição para aqueles que perdem a oportunidade de fotografar fantasmas que aparecem momentaneamente pelos cenários. Além disso, haverá mais ambientes abertos no novo jogo do Wii U. Entre os locais já confirmados estão uma mansão abandonada, a floresta da montanha, um santuário e um túnel inundado.

Quem jogou os títulos anteriores da série, deve se lembrar que fugir dos fantasmas quase nunca era a melhor escolha, já que os personagens simplesmente corriam lentamente. Nuregarasu no Miko permitirá que os protagonistas corram mais rapidamente, um bônus para aqueles que reclamam da velocidade Koopa Troopa na franquia. Mas é claro que nem tudo é água fresca: haverá muitas áreas inundadas no título, o que deixará a movimentação dos personagens bastante limitada.
Oba, podemos correr! Mas não em áreas inundadas...
Como o jogo será centrado em água, uma adição interessante será um medidor de umidade. Trata-se de uma nova mecânica em que quanto mais úmido o personagem estiver maior será o seu poder de espírito e causará mais dano ao fotografar fantasmas com a Camera Obscura. Mas é claro que a mecânica tem seu preço, já que o número de fantasmas será maior e o personagem fica mais vulnerável e com defesa menor. Nesses ambientes úmidos, alguns fantasmas poderão transferir para o jogador um status chamado de yomi nure, que irá alterar a saúde do personagem. Nesse momento, o campo de visão é reduzido e a vida começa a diminuir gradualmente. Há duas formas de acabar com o efeito: usando um item chamado Purifying Flame ou acabando com os espectros na área.
Se o medidor de umidade ficar rosado não entre em desespero.
Quer dizer, entre sim, porque é sinal de que sua vida está diminuindo!

GamePad amaldiçoado

A Nintendo está devendo um uso diferenciado e que justifique a inovação do GamePad. Com exceção de títulos do gênero party, poucos jogos realmente fizeram um uso criativo do controle do Wii U. E há melhor jogo do que Fatal Frame para explorar o GamePad?

Zero: Nuregarasu no Miko fará do GamePad a Camera Obscura. Usando o giroscópio, os jogadores precisarão girar o controle para enquadrar o fantasma para fotografá-lo e causar dano. A técnica também será utilizada para solucionar enigmas que exijam tirar fotos. Mas é claro que o Fatal Frame, técnica quando se tira foto de um fantasma muito próximo, e dano maior quando fotografa mais de um fantasma de uma vez, estarão presentes no título.


Uma técnica interessante no novo jogo do Wii U também foi adicionada nos combates. Chamada de Reihen na versão japonesa, fragmentos do fantasma se dispersam ao redor dele após ser fotografado. Se o jogador conseguir tirar fotos destes fragmentos, o espectro levará mais dano. Entretanto, os fragmentos que não forem fotografados voltarão ao fantasma e ele irá recuperar um pouco de vida. E enquanto o GamePad não atua como Camera Obscura, ele exibirá um mapa em tempo real.

Boos, Poes e fantasmas reais!

Se você não estava preso em uma mansão fantasmagórica nos últimos anos, deve saber que a Nintendo agora é coproprietária da franquia Fatal Frame. A gigante japonesa adquiriu metade dos direitos da série de survival horror em 2012, garantindo a exclusividade para suas plataformas. Assim, a Nintendo pode tanto relançar velhos títulos da franquia para suas plataformas, bem como produzir novos games. No caso de Nuregarasu no Miko, a Big N trabalhou no desenvolvimento do jogo com a Koei Tecmo e é a responsável pela distribuição no Japão.

Não se esqueça de nós, Nintendo!

É curioso notar que, apesar das mudanças, Zero: Nuregarasu no Miko foi criado com foco em novos jogadores. Os desenvolvedores revelaram em uma entrevista que o jogo não será tão difícil como os anteriores, o que pode preocupar os fãs mais assíduos da franquia. Eles cogitaram até remover a Camera Obscura do jogo para trocar por armas mais tradicionais. Ainda bem que a decisão não foi levada adiante, já que a proposta da câmera parece combinar perfeitamente com o GamePad.

A questão que fica é se Zero: Nuregarasu no Miko será apenas exclusividade do território japonês. Desde que a Nintendo se tornou coproprietária da franquia, foram produzidos quatro Fatal Frame (já incluindo a nova iteração pra o Wii U) e apenas Spirit Camera: The Cursed Memoir, um spin-off lançado para 3DS, chegou às Américas. Fatal Frame IV: Mask of the Lunar Eclipse (Wii) nunca saiu do Japão e Project Zero 2: Wii Edition, remake de Fatal Frame 2: Crimson Butterfly, chegou a ser lançado na Europa, mas também não deu as caras no continente americano. Esperamos que a Nintendo não esqueça que nós gostamos de fotografar fantasmas, de levar sustos e borrar as calças. Nós queremos beber dessa água também!
Expectativa de ver Fatal Frame do Wii U na América: 5/5
Realidade: 0/5
Zero: Nuregarasu no Miko — Wii U
Desenvolvimento: Koei Tecmo/Nintendo
Gênero: Survival Horror 
Lançamento: 27 de setembro (Japão)
Expectativa: 5/5
Revisão: Vitor Tibério
Capa: Stefano Genachi

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais