Pokémon Blast

Cartas na Mesa: análise da expansão Punhos Furiosos do TCG de Pokémon

A fúria dos Pokémon lutadores brilha mais na terceira expansão da era XY do TCG, e conferimos todo esse potencial aqui!

E aí pessoal! Sejam bem-vindos a mais um Cartas na Mesa, nossa coluna dedicada as Estampas Ilustradas de Pokémon. Após analisarmos as primeiras duas expansões da era XY, parece que o aquecimento chegou ao fim e o TCG começa a se transformar numa máquina de combate. A força dos Pokémon lutadores brilha mais forte em Punhos Furiosos, e aqui temos um prato cheio para todo colecionador e jogador competitivo. Sem mais delongas, vamos começar a análise e colocar as cartas na mesa!

Normais, mas fortes

Para começar, vamos falar sobre algumas das cartas mais comuns do game, mas que possuem algum potencial escondido. Iniciamos com Shelmet e Accelgor, uma dupla de Pokémon Grass que são ótimos para se ganhar tempo se estiver com sorte. O segundo ataque de Accelgor permite, além de causar 40 de dano, jogar uma moeda ao ser alvo de ataque. Se der cara, o dano será reduzido. É uma boa tática para sobreviver, mas não muito viável competitivamente.

Saindo da grama e entrando no fogo, Magmar e Magmortar são ótimos exemplos de Pokémon que acharam uma forma de brilhar no mar de Pokémon lutadores da expansão. O segundo golpe de Magmortar bate 80 de dano, mas esse valor aumenta se um Electivire estiver em seu banco. Essa condição se mostra eficaz quando vemos o poder de Electabuzz e Electivire, onde a forma evoluída tem um ataque que custa apenas uma energia elétrica, mas bate 20 e mais 20 por cada energia ligada a um Magmortar no banco. Essa dupla de ouro pode fazer um deck interessante para se divertir.

Já com os Pokémon aquáticos, a família de Poliwag, Poliwhirl, Poliwrath e Politoed se mostra muito eficaz. A habilidade de Politoed permite ignorar qualquer custo de Energia Incolor nos ataques da família Poli. Isso se mostra muito eficaz por Poliwhirl e Poliwrath terem golpes que usam apenas Energias Incolores. Assim, não há custo para seus movimentos, permitindo gastar seus recursos com outros Pokémon. Difícil é ter controle de tantos Poliwag assim!

Cubchoo e Beartic são uma resposta viável para a infinidade de Pyroar que tomaram o competitivo recentemente. Beartic consegue bater de 80 à 120, dependendo somente se há um Estádio em campo, e é um Pokémon de Estágio 1, imune a habilidade de Pyroar. O problema é seu alto custo de recuo. Clauncher e Clawitzer podem ser úteis também, visto que o último possui um ataque que se comporta da mesma forma que o ataque de Keldeo-EX, outro astro do competitivo da geração passada, acumulando dano de acordo com o número de energias aquáticas.

Em contrapartida, se enfrentar um alvo que use muitas energias, Dedenne pode ser uma ajuda inesperada. O roedor elétrico da sexta geração tem um ataque que bate 20 vezes o número de energias do seu adversário, e pelo custo de uma Incolor - ou seja, nem precisa usar um deck elétrico para tê-lo no arsenal!

E então os lutadores começam a brilhar. Começando por alguns do astros da coleção, a família de Machop, Machoke e Machamp são essenciais em praticamente qualquer baralho Fighting graças a sua habilidade: todos os ataques de seus Pokémon lutadores ganham uma bonificação de 20 pontos. Tendo mais de um Machamp em campo, a coisa vai ficando ainda mais bruta, embora seja difícil atingir essa façanha. O primeiro a tirar proveito disso é Landorus que, com seu ataque primário, causa 20 de dano e resgata uma Energia Básica da sua pilha de descarte para um de seus Pokémon e pelo custo de uma só Energia Fighting. Relaxe que os combos não param por aqui, em breve retomamos o assunto.

Como não só de lutadores vive a cor rubra no TCG, finalmente os fósseis da sexta geração ganham vida nas cartas. Jaw Fossil merece destaque, não somente por poder desenterrar um Tyrunt do fundo do baralho, mas por ser a única forma de trazer ao campo Tyrantrum. O rei dos fósseis surpreende com seu primeiro ataque, que bate 60, mas sobe para 150 se o adversário estiver equipado com uma Energia Especial. Com a frequência delas nos baralhos mais fortes, é quase certo o dano monstruoso! E isso que nem estamos considerando a bonificação de Machamp.

Hawlucha também tira muito proveito do amigo lutador. Com sua habilidade, não há fraqueza ou resistência calculada quando desfere um ataque, e seu único golpe bate 60 por apenas uma energia. O que o torna especial é que esse ataque só afeta Pokémon-EX. Enquanto parece um problema, considere o quanto esse golpe pode ser bonificado por habilidades como a de Machamp (e outros fatores que veremos mais à frente) e a onipresença de EX no competitivo e verá que Hawlucha tem espaço em qualquer deck lutador pela sua agilidade. É uma pena não poder nocautear em um só golpe Pokémon como Darkrai-EX por sua habilidade.

Mas não pense que só lutadores foram beneficiados nessa expansão! Klefki pode, com sua habilidade, ajudar todas suas fadas com sua habilidade, que torna suas resistências -40. Os dragões também foram contemplados, como a linha Trapinch, Vibrava e Flygon. Com seu ataque primário, Flygon pode, ao custo de uma Energia Incolor, distribuir todas as energias de sua mão em seus Pokémon da forma que quiser. Com ele brilhando na defensiva, Noibat e Noivern brilham na ofensiva, com o último causando 30 de dano a todos os Pokémon do oponente e, com sua habilidade, podendo nulificar todo e qualquer dano com o jogar de uma moeda.

Isso conclui a etapa dos Pokémon, então vamos para o arsenal do treinador.

Território de Combate

Punhos Furiosos não trouxe somente Pokémon poderosos, mas muitas cartas e Itens também, especialmente no quesito Estádio. Começando por Training Center, essa arena bonifica com 30 de PS todos cards de Estágio 1 ou 2, reforçando times que trabalham com evoluções. Já Mountain Ring é excelente contra aqueles que curtem um dano residual, nulificando ataques direcionados ao banco, deixando toda ação para os Pokémon ativos de ambos os jogadores.

Ainda assim, os lutadores ganham o palco novamente, e esse palco é Fighting Stadium. Enquanto esse Estádio estiver ativo, todos os ataques de Pokémon Fighting receberão uma bonificação de 20 pontos quando mirando um Pokémon-EX. Somando isso com o poder de Machamp, todos seus atacantes já estão com ao menos 40 pontos a mais, o que faz deles armas mortais - especialmente Hawlucha, que só pode atingir EX, então já está batendo 100. O combo começa a tomar forma.

Já nas Ferramentas, comecemos com Focus Sash, um equipamento que permite que um de seus Pokémon resista a um golpe outrora fatal, sobrevivendo com 10 de PS se estiver com a vida cheia antes do ataque. Isso é especialmente eficaz com Pokémon mais frágeis. Já Sparkling Robe é o pesadelo de Hypnotoxic Laser e afins, já que imuniza quem o veste de condições negativas como Envenenado e Adormecido. Gastou os dois? Use Tool Retriever para resgatar ambos da pilha de descarte, garantindo ainda mais Pokémon beneficiados.

Com Apoiadores, a coisa continua firme. Repórter de Batalha é uma carta ótima quando seu oponente está com uma vantagem de mão sobre você, podendo sacar cartas até estar com a mesma quantidade que o adversário. Pesquisador de Fósseis ajuda a colocar Tyrunt em seu banco, já que permite colocar ele ou Amaura na reserva sem o uso de seus respectivos fósseis. Por fim, Korrina não somente busca no baralho um Pokémon lutador, como também uma carta
de Item qualquer para a sua mão. Excelente para preparar seus combos!

E então temos as Energias Especiais da expansão. Enquanto a primeira é pouco expressiva, a Herbal Energy que cura os Pokémon de planta acoplados com ela em 30 pontos, a Strong Energy é a cereja do bolo da combinação de lutadores. Com ela, o Pokémon Fighting equipado causará mais 20 de dano por energia. A combinação massiva agora chega em seu ápice, permitindo danos estratosféricos mesmo com os golpes mais simples. Agora só saber gerir seus recursos!

EX Furiosos

E então chegamos na parte favorita de muitos de vocês: os Pokémon-EX. Essa expansão trouxe alguns membros interessantes para a elite dos Pokémon, e começamos por Heracross-EX. Seus golpes são simples, com danos relativamente baixos para o padrão, onde o primeiro foca em reduzir o dano recebido por 20 e o outro causa dano a si mesmo em troca de aumentar a força do golpe por 40, totalizando 120. Isso se mostra contraprodutivo, e veremos mais sobre isso mais tarde.

O segundo membro é Dragonite-EX. O dragão laranja possui uma habilidade muito peculiar: quando colocado em campo, é possível reorganizar suas energias de seus Pokémon para colocá-las em Dragonite-EX e, caso o faça, torná-lo seu Pokémon ativo. Seu ataque causa 80 de dano, mas se não se incomodar de descartar uma energia dele, o poder aumenta para 120. O dano não é lá essas maravilhas, mas dá pro gasto e não força o descarte.

Já o terceiro é um dos mais promissores ao cenário competitivo: Seismitoad-EX. O segredo de sua força está especialmente em seu primeiro ataque, que apesar de causar 30 de dano, ele impede que o adversário use cartas de Item em seu turno. Isso se mostra muito útil em táticas que envolvem prejudicar seu adversário com dano residual ou controle de campo, e o fato de precisar apenas de Energias Incolores permite encaixar o EX em qualquer tipo de baralho. É só colocar e jogar!

Por fim, é claro que não poderia faltar um EX do tipo lutador, e este é Lucario-EX. Dispensando habilidades, ele conta com três ataques diferentes, com diferentes custos, e todos muito bons. O primeiro bate 30 e não é afetado por resistência, enquanto o segundo golpeia com 60 e permite sacar cartas até ficar com 6 na mão. O último é pura força bruta, mas apesar de 100 parecer pouco, leve em consideração as muitas formas de melhorar o número com as táticas dessa expansão e verá que tem muito poder em mãos.

Mega Preparado

E como todas as expansões da era XY, Punhos Furiosos também conta com sua própria seleção de Mega Evoluções. A primeira é M Heracross-EX, e seu ataque atinge o inimigo com nada humildes 180 pontos, mas esse valor é reduzido de acordo com os contadores de dano no atacante. Sendo assim, aqui fica evidente que causar dano ao Heracross-EX antes é contraprodutivo, sendo que preservar a saúde dele é o melhor para tirar máximo proveito de seu golpe, que acerta no número mágico.

E o nosso campeão que carrega o título de Punhos Furiosos é ninguém menos que M Lucario-EX. A forma evoluída de Lucario tem um golpe que intimida qualquer um com 140 e a capacidade de descartar energias do Pokémon ativo adversário, mas seu trunfo é a facilidade de elevar seu poder. Sem querer soar repetitivo, mas vamos somar todos os fatores que aumentam o poder de um ataque até agora: com um Machamp em campo, o Estádio e três Strong Energy equipadas, M Lucario-EX passa a bater 240 (!) a cada ataque.

Sem mais, meritíssimo.
Isso conclui nossa análise da expansão Punhos Furiosos do TCG de Pokémon. Como a mais competitiva e forte expansão até agora, decerto é algo a se ter em mente quando montar o seu baralho. Ela é sua favorita até então? Ou preferiu outra? Qual carta gostou mais? Compartilhe conosco!
Capa: Ana Carolina Rocha 
Fellipe Camarossi é graduando em Ciências Contábeis e amante de uma boa discussão sobre videogames. Além de escrever para o Nintendo Blast, também é redator nas revistas Nintendo World e EGW. Para elogios e críticas, pode encontrá-lo no Facebook ou Twitter.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais