Blast Log

Pokémon ORAS Nuzlocke Challenge: Parte 3 - A confiança faz sua primeira vítima

A primeira baixa - e o primeiro shiny - a gente nunca esquece.



Meus planos iniciais no Pokémon Omega Sapphire, antes de fazer esse desafio, era completá-lo normalmente, com um time já pronto na versão X. Acho que foi a primeira vez que realmente breedei e montei um time com bons IVs na vida, mas faltou só um detalhe.


Meus planos iniciais no Pokémon ORAS, antes de fazer esse desafio, eram completá-lo normalmente, com um time já pronto na versão X. Acho que foi a primeira vez que realmente breedei e montei um time com bons IVs na vida, mas faltou só um detalhe.

Por meses tentei capturar um shiny Slowpoke, pois fiquei apaixonado pelo Mega Slowbro. Ele gira! Como vão levar a sério um Pokémon-pião? Na área que escolhi farmar por hordas de Slowpokes, consegui um shiny Wingull e um shiny Octillery (pescava um pouco para esfriar a cabeça), mas não me veio o bendito Slowpoke.

Então, na fúria, resolvi jogar do zero, sem nenhum poké pré-preparado, e aceitei o Nuzlocke Challenge para deixar a coisa mais divertida. Mas ainda assim consegui um shiny, graças ao Mistery Gift. Resolvi checá-lo enquanto começava uma partida e recebi um shiny Beldum. Panzer se junta ao time!


Previsão de como Metagross será usado no endgame.

Com o Exp. Share, os monstrinhos de níveis mais baixos subiam rapidamente e logo estavam prontos para participarem das batalhas, até este ponto dominadas por Stronda e Ed. Já evoluídos, Marshtomp e Mightyena causavam estragos por onde iam, e Kitty, a Beautifly, está se preparando para o segundo ginásio. Ricoome, o Linoone, ganhou uma respeitável função de HM slave e tank, para segurar a bronca enquanto o time se recupera, e fornecer suporte durante a jornada.

Borboletadas no ginásio de Dewford

Após salvar as peças de uma máquina da Devon Corp., acreditava que ganharia ao menos uma boa grana pelo ato épico. Mas acho que aquelas peças não valiam tanto o esforço, já que só saí lucrando uma miserável Great Ball e uma carona de barco para Dewford. Pelo menos encontrei mais um grande membro para o time na caverna Rusturf : Dovahkin, o Whismur, se junta ao time!


Com dois Pokémon do tipo normal na equipe, começo a me preocupar com os lutadores no próximo ginásio, então começo a preparar Kitty para o serviço. Apesar de acreditar que o inseto será um desastre no endgame, ao menos seus Gusts e Mega Drains estão dando ótimos resultados, além dela ser a capturadora oficial com o Stun Spore.

Brawly, o líder do ginásio de Dewford, pouco trabalho deu a Kitty. Apesar do nível relativamente baixo da borboleta, seus único ataque do tipo voador foram mais que o suficiente para derrotar todos os lutadores da cidade. Segunda insígnia em mãos!

Pikachu Cosplay

Hora de mais um passeio de barco. Em Slateport, reencontro o bom e velho modo Contest. Para quem não se lembra, esse minigame é basicamente um "concurso de habilidades", o "Ídolos" de Hoenn.

Depois de entrar na grande tenda, pela curiosidade (ok, eu sabia o que ia encontrar), uma artista da região acredita que sou a nova esperança dos concursos ou algo assim, me veste como um selvagem da cidade e me dá um Pikachu usando a mesma roupa. Ziggy se junta ao time!



Apesar de ser fã do roedor amarelo, nunca considerei tê-lo na equipe, mas… gente, é um Pikachu cosplay! Além disso, cada figurino que ele usa lhe dá um poderoso golpe diferente. Mas o passeio com Ziggy durou pouco, já que recebi o Beldun shiny do Mistery Gift logo depois. Ziggy ganha um espaço no banco, ao lado de Espirro (o Spinda) e Wheyston (o Machop), os únicos pokés que consegui capturar até agora.

Em Mauville, fico impressionado em como a cidade mudou. Está maior do que era antes, com bulevares cobertos e uma área aberta central, que abriga o Centro Pokémon e o PokéMart. Dei uma volta pelo Mauville Food Court e me diverti desafiando os jovens brigando por um lugar no restaurante.

Contra Wattson, o líder do ginásio especializado em monstrinhos elétricos, Stronda mais uma vez foi astro. O Monstro mal precisou ser substituído. Terceira insígnia em mãos!

A Blitz falha

Usando e abusando do Exp. Share, deixei o Panzer no nível 18 e comecei a usá-lo mais ativamente nas brigas. Seu moveset é bem fortinho: Zen Headbutt e Iron Head resolviam a maior parte dos problemas, e ao evoluir no nível 20, estava confiante para usar o agora Metang contra qualquer coisa. A Cycle Road foi limpa em pouco tempo...

… mas aí apareceu este cavalheiro, na rota 113:


Com três insígnias no bolso, sem nenhuma baixa e com o nível bem acima da maioria dos treinadores, nunca imaginei que um diabólico tatu do agreste acabasse com a farra. Com o miserável no nível 18 e com o Panzer no 22, o pior aconteceu.

Vendo esta tabela no Bulbapedia, as chances de um Magnitude de nível 10 acontecerem são de 5%. Então tudo indica que realmente não havia destino com um shiny no grupo. Panzer morre num golpe só.

Um longo silêncio segue. Perdi a estação que ia descer no metrô, olhando aquele belo shiny destroçado em um terremoto. Nem sei o que aconteceu com o Sandshrew. Quando voltei a si, estava de noite, sentado na cama, olhando para o que sobrou com o pobre Panzer.

Promessa é dívida: deletado. Com a cabeça mais fria, deveria tê-lo jogado no Wonder Trade. Farei isso a partir de agora.

Depois desta tragédia bizarra, parei de progredir no jogo por algum tempo, e ouvindo Eye of the Tiger mentalmente, comecei a malhar meu time no Super Training. "Isso não vai mais se repetir", falava a cada monstrinho quando eles atingiam seu máximo de EVs. Mas eu mesmo sei que, a partir de agora, a coisa só vai ficar pior.

Descance em paz, Panzer.

Revisão: Leonardo Nazareth
Capa: Felipe Araújo
Diego Gomez escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais