Pokémon Blast

Os Mitos de Sinnoh: As Histórias do Povo de Sinnoh

A segunda parte das Histórias do mundo de Pokémon e seus vários Mitos.


O mundo de Pokémon é vasto e cheio de detalhes. E, conforme vimos na primeira parte dos Mitos de Sinnoh, são vários os pontos que podem passar despercebidos. Hoje, vamos explorar mais um dos livros encontrados na cidade de Canavale, dos jogos Diamond/Pearl/Platinum. Os pontos a serem explorados hoje serão os Sinnoh Folk Story (Histórias do Povo de Sinnoh, em tradução literal). Essas histórias contam como os humanos foram criados. Então, sem mais delongas, vamos às histórias.

 "Sinnoh Folk Story 1"

Pegue os ossos limpos dos Pokémon capturados no oceano ou no corrégo. Agradeça a eles pela refeição que eles proveram e pegue seus ossos limpos. Quando os ossos estiverem limpos como devem ser, solte-os na mesma água que vieram. O Pokémon retornará, totalmente recuperado e renovado.

A primeira parte das Sinnoh Folk Story nos mostra que os
humanos pescavam e comiam os Pokémon
do tipo Water, tal qual acontece até hoje no nosso mundo. Contudo, no universo de Pokémon, os mesmos “retornavam” à vida quando os seus ossos eram jogados ao local da onde foram retirados. Essa pode ser uma “benção” de Palkia, pois, na 5° geração, ele ganhou a Hidden Ability Telepathy, que protege os Pokémon do mesmo time que ele. Nesse caso, como também é do tipo Water, ele pode ter protegido os Pokémon durante o período em que os humanos precisavam se alimentar da carne deles (só para lembrar que em nenhum jogo ou episódio de Anime temos qualquer base para isso, consideramos como sendo apenas uma teoria).

"Sinnoh Folk Story 2"

Lá, vivia um Pokémon na floresta. Na floresta, o Pokémon soltou-se para dormir como um humano. Despertado, o humano pôs os Pokémon escondidos para percorrer pelos vilarejos.
Esse é o ponto crucial da história do mundo Pokémon. Como podemos ver na citação, as lendas dizem que um Pokémon adormeceu na floresta e acordou como um humano, ou seja, a evolução aconteceu por que um determinado tipo de Pokémon ganhou uma “alma” do Trio do Lago (Azelf, Mesprit e Uxie) e se tornou um ser humano.

Teorias espalhadas pela Internet sugerem que o Pokémon escolhido
para se tornar humano era do tipo Psychic, pois as três desvantagens são os medos mais comuns dos humanos, como os fantasmas (Ghosts), os insetos (Bug) e o escuro (Dark). Além disso, os Pokémon do tipo bípede, com e sem calda, possuem a maior quantidade de tipo Psychic, se comparado com as outras possíveis formas…

Azelf, Mesprit e Uxie podem ter escolhido o tipo Psychic por serem
sua imagem e semelhança, mais ou menos como vemos no capítulo Gênesis da Bíblia. Alem disso, podemos citar a descrição contida na Pokédex do Pokémon Kadabra na 3° geração: existe um rumor de que um garoto com habilidades psíquicas se transformou em Kadabra enquanto ajudava em uma pesquisa com seu poderes extrasensorias.

Apresentado os argumentos, podemos afirmar que, em algum ponto da história do mundo de Pokémon, os humanos foram um Pokémon do tipo Psychic, contudo, esse elo perdido ainda não foi apresentado nos jogos. Como Pokémon ORAS nos mostrou algumas novidades em relação à criação do mundo, provavelmente teremos que esperar os Remakes da 4° geração, ou seja, teremos que esperar mais um pouco ainda.

 "Sinnoh Folk Story 3"

Era um vez um Pokémon que ficou muito próximo dos humanos. Era um vez  humanos e Pokémon que comiam juntos na mesma mesa. Esse era um tempo em que não existia diferenças que distinguiam os dois.
A parte 3 das histórias do povo corrobora e muito com o que foi apresentado na parte 2. A tradução acima é baseada na versão americana dos jogos (na versão japonesa, ao invés de os Pokémon e
humanos comerem na mesa, eles se casavam). A Nintendo of America achou melhor modificar esse conto para os jogadores não estranharem. Os Pokémon e os humanos casavam, pois, no começo, logo após a transformação, as diferenças entre eles eram mínimas. Um exemplo que pode ser dado aqui são as teorias que dizem que os Neandertais tiveram filhos com o Homo sapiens.

Como pudemos observar, as Sinnoh Folk Story foram criadas em cima de teorias que os humanos estudaram ou conhecem desde sempre. A única peça fora dessa “linha” é a Sinnoh Folk Story 1, pois, em momento nenhum da história conhecida, ficamos sabendo de seres vivos que voltaram à vida. A Sinnnoh Folk Story 2 usa como base a teoria de que o Creacionismo defende, ou seja, que Deus, em algum momento, deu o sopro da vida e gerou Adão e Eva a sua imagem e semelhança. A Sinnoh Folk Story 3 utiliza de artifícios científicos para nos mostrar que não existem diferenças entre Pokémon e humanos.

E assim chegamos ao fim de mais uma parte dos Mitos de Sinnoh. Nas próximas edições, continuaremos estudando esses mitos que vimos nos jogos da 4° Geração, além de outras histórias encontradas nos jogos e nos Animes e Filmes da franquia. Como todos sabemos, Pokémon tem um universo riquíssimo e vamos mostrar tudo isso aqui. Por isso, contamos com a sua colaboração, qualquer comentário, crítica, sugestão é bem vindo. Um forte abraço, até a próxima!

Revisão: Jaime Ninice
Capa: Felipe Araujo

Ailton Bueno escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais