Efeito 3D super estável quase ficou de fora do New Nintendo 3DS

E, mais uma vez, a inclusão do recurso teve dedo de Shigeru Miyamoto.


Não deve ser fácil trabalhar com Shigeru Miyamoto. O lendário designer da Nintendo é perfeccionista, sempre trabalha duro em seus projetos e frequentemente tem ideias na última hora para adicionar em trabalhos quase concluídos. Por exemplo, quando a Nintendo já estava pronta para enviar o modelo padrão do 3DS às lojas para o lançamento, Miyamoto quis adicionar o recurso de giroscópio no portátil. O pedido foi atendido, é claro.


Com o New Nintendo 3DS, novo modelo do portátil 3D, a história não foi diferente. Em uma recente entrevista à Time, Satoru Iwata, presidente da Nintendo, revelou que o efeito 3D super estável do New 3DS quase ficou de fora do portátil. Segundo Iwata, essa foi uma adição de última hora que veio a pedido de Miyamoto.
"Eu acho que vocês provavelmente já estão familiarizados com contos de como, nos estágios finais de desenvolvimento, o senhor Miyamoto sempre vira a mesa. Então, uma coisa parecida aconteceu desta vez. Os desenvolvedores de hardware já tinham projetado uma peça que eles sentiam que era a fase final de criação de protótipos e trouxeram para nós aprovarmos para começar a avançar aos planos de fabricação. Mas o Sr. Miyamoto tinha visto aquele 3D super estável uma semana antes e perguntou: 'Por que não estamos colocando isso nesse sistema? Se não colocarmos isso nele, não há razão para fazer o sistema".
O efeito 3D super estável é um dos destaques do New 3DS, no qual podemos movimentar a cabeça ou mover o portátil e continuar aproveitando o efeito estereoscópico, algo que não era possível nos modelos anteriores do 3DS. Iwata ainda reiterou que se a Nintendo pode fazer algo melhor, ela não deixa essa ideia para trás:
"A Nintendo é uma empresa artesã de Quioto e se sabemos que podemos fazer algo melhor, não queremos deixar isso para trás. Fomos capazes de trazer o 3D super estável para a realidade olhando tecnicamente o que podemos fazer para resolver esses desafios e dando passos em um longo caminho para torná-lo possível. Este é o lugar onde minha experiência em tecnologia é bastante útil, pois isso significa que os engenheiros não podem me enganar".
Apesar de Iwata ficar se gabando, apenas concluímos que se Miyamoto mandou, tem que fazer. E que os desenvolvedores devem odiar o lendário designer.

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais