Silent Hill poderia ter ganho versão para DS, porém Konami vetou

Por duas vezes, estúdio Renegade Kid tentou convencer a Konami.


Antes de criar o game Dementium: The Ward, a equipe do estúdio Renegade Kid gostaria de ter desenvolvido um Silent Hill para o Nintendo DS. Jools Watsham, um dos fundadores da empresa, revelou que se reuniu duas vezes com os responsáveis da Konami para tentar levar o projeto à frente, porém em ambas o pedido foi negado.


"Nosso objetivo sempre foi lançar The Ward como um jogo original, mas estávamos abertos a ideia de torná-lo um game de terror sobre uma marca já existente. Contatamos a Konami para ver se eles gostariam de trabalhar em conjunto para transformá-lo em um Silent Hill para o Nintendo DS", explicou Watsham.

Segundo o produtor, no primeiro encontro, que durou poucos minutos, a equipe da Konami disse que não permitiria que um estúdio como o Renegade Kid se encarregasse da série Silent Hill. Mesmo com a negativa, Watsham não desistiu e tentou apresentar o projeto uma segunda vez, com a diferença de que rodava sob a mesma engine usada posteriormente em Dementium II. Entretanto, a resposta também não foi animadora. "No momento não queremos nos aventurar no Nintendo DS com um jogo de terror", afirmou a Konami.

Sem a autorização para criar um novo Silent Hill, o estúdio Renegade Kid acabou transformando todo o projeto no Dementium: The Ward que conhecemos hoje.

Fonte: IGN
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais