Pokémon Blast

Cartas na Mesa: análise da expansão Conflito Primitivo do TCG de Pokémon

Demorou, mas enfim estamos diante da ascensão de uma nova era nas Estampas Ilustradas de Pokémon na nova expansão!

XY, Flash de Fogo, Punhos Furiosos, Força Fantasma. As quatro últimas expansões das Estampas Ilustradas de Pokémon trouxeram novidades inestimáveis para o cenário competitivo do TCG. Todavia, nada que vimos até agora se compara com a revolução que Conflito Primitivo está trazendo agora. Diante do alvorecer de uma nova era, junte-se a nós em mais este Cartas na Mesa para analisar o potencial oculto nos mais antigos e poderosos Pokémon!

Poder Ancestral

Antes de sequer darmos início a análise das cartas mais simples dessa coleção, é preciso falar sobre uma novidade que é introduzida a partir de agora a TCGs: as Ancient Traits. Essas habilidades especiais conferem a alguns Pokémon seletos (que, a partir de agora, chamarei por Ancient Pokémon) um diferencial quando estão em campo. Por enquanto, só existem quatro Ancient Traits:

Alpha Crescimento: quando uma energia é ligada a esse Pokémon normalmente, é possível ligar uma a mais.

Alpha Recuperação: o Pokémon recupera o dobro de PS através de ataques, itens ou habilidades.

Omega Barreira: previne o efeito de todas as cartas de Item ou Apoiador que seu oponente use neste Pokémon.

Omega Barragem: o usuário pode disparar dois ataques por turno; se o primeiro nocautear um oponente, o segundo golpe pode ser realizado no que entrar em seu lugar.
Agora que sabemos sobre as Ancient Traits, vamos começar a nossa análise. Logo de cara temos a família de Weedle, Kakuna e Beedrill, uma surpresa de darem as caras em uma análise competitiva. O que torna essa família interessante é o ataque primário de Beedrill: após ser atingido pelo golpe, se o Pokémon Ativo do oponente receber outro ataque (no turno seguinte), será nocauteado. O golpe desconsidera contadores de dano e deixa o inimigo à beira da morte. A única forma de escapar é recuando o Pokémon, que pode complicar suas táticas. Para fechar, Beedrill não tem custo de recuo, o que melhora sua mobilidade. Podemos esperar grandes coisas desse card.

Treecko e Grovyle ganharam evoluções interessantes na expansão. Sceptile possui uma habilidade ótima para aceleração, permitindo acoplar energias verdes aos seus Pokémon uma vez ao turno, além de curar 30 PS ao fazê-lo. Ancient Sceptile, portador da Omega Barreira, tem como segundo ataque uma bela pancada de 120 pontos que deixa o inimigo envenenado em troca de uma energia descartada. Combinando os dois Sceptile, podem acabar por sendo adições interessantes em baralhos que envolvem Virbank City Gym.

A evolução de Lotad e Lombre, Ludicolo possui uma habilidade interessante: ao jogar uma moeda, se der cara, poderá trocar o Pokémon Ativo do oponente por um no banco. Apesar das chances de 50/50 e existir Lysandre, que já faz isso com certeza, é algo a se considerar para quebrar o ritmo dos inimigos. Já seu ataque não é muito viável, e com certeza você vai preferir deixar Ludicolo no banco do que na ativa.

Dois Pokémon interessantes são Breloom e Lanturn e suas respectivas pré-evoluções. São curiosos por terem ataques que exigem energias diferentes dos seus tipos; Breloom usa energias lutadoras, e Lanturn opta por aquáticas. Isso permite que sejam usados em decks desses outros tipos, mesmo sendo de grama e elétrico, dando cobertura contra alguns cards que outrora ameaçariam outros baralhos. Isso faz compensar seus ataques fracos.

Ninetales, evoluído de Vulpix, é capaz de grandes coisas. Seu ataque não impressiona, batendo 70 e deixando o inimigo Adormecido por três energias, mas sua habilidade impede que ambos jogadores coloquem novos Estádios em campo. Isso virá muito à calhar no futuro. Slugma pode evoluir para Ancient Magcargo, portador da Ancient Trait Omega Barreira, e pode ser uma arma interessante em muitos baralhos. Seu segundo ataque bate 60, mas o valor dobra contra Pokémon-EX. Se o EX tiver desvantagem contra fogo, a pancada é garantida de dar um nocaute de uma só vez!

Combusken e Blaziken são normais nessa coleção, mas evoluem de Ancient Torchic, que tem como Ancient Trait a Omega Barragem. Isso é especialmente útil pelo seu primeiro ataque: descartando uma energia de fogo, poderá sacar dois cards. Com a Trait, isso pode ser feito duas vezes. Quando evoluir para Blaziken, seu primeiro ataque irá reciclar essas energias descartadas, já que permite ligar três delas na pilha de descarte aos seus Pokémon da forma que quiser. Além disso, seu ataque secundário bate 100 por duas energias ao custo de desligar uma delas à pilha, mas compensa graças ao seu poder de reciclagem.

E depois de falar de dois dos iniciais, claro que a família de Mudkip também apareceria aqui, especialmente porque Marshtomp pode evoluir para Ancient Swampert, usuário do Alpha Crescimento. Sua habilidade permite trazer qualquer carta do baralho ao topo dele, garantindo que a terá em mãos no turno seguinte (ou nesse mesmo com auxílio de algum outro card), e seu ataque funciona de maneira similar ao de Keldeo-EX, batendo 40 e mais 30 para cada energia aquática ligada a ele. Com apenas cinco já irá passar dos 190 de dano, e estamos desconsiderando o uso de itens como Muscle Band!

Depois de passar por Lotad e Lombre, Ancient Ludicolo é uma carta peculiar, especialmente por ser uma evolução alternativa de um tipo diferente dos seus antecessores. Seus golpes não são muito eficazes, embora o primeiro seja útil por colocar uma das cartas da mão do oponente de volta no deck, mas sua habilidade (Alpha Recuperação) pode fazer dele uma parede e tanto com os itens de recuperação adequados, como outro que falaremos posteriormente. Já a evolução de Barboach, Ancient Whiscash, bate firme e forte com 120 pontos ao custo de 4 energias (e causar 20 de dano a todos seus Pokémon no banco). Apesar de tudo, sua Trait, Alpha Crescimento, pode fazer combos incríveis com a aceleração de energias, principalmente se tiver meios de migrar energias entre seus Pokémon (como com Aromatisse da expansão XY).

Nesse esquema de Alpha Crescimento, as linhas de evolução de Clamperl tiram muito proveito. Ancient Gorebyss também usa essa Trait, mas não tem muito poder destrutivo por si só. Todavia, Huntail tem como ataque primário um golpe que custa apenas uma energia aquática, mas causa 20 pontos vezes o número de energias do seu lado do campo, ataque similar ao de Gallade de Tempestade Plasma. É preciso 9 energias nos seus Pokémon para atingir o número mágico de 180, mas não é impossível levando em conta a aceleração que certos Pokémon estão trazendo nessa expansão.

Nos elétricos, a família de Tynamo, Eelektrik e Eelektross combam bem com Pokémon que precisam de muitas energias. A habilidade do último permite que se mova, quantas vezes quiser ao turno, Energias Básicas dos seus Pokémon no banco para o Pokémon Ativo, preparando o atacante rapidamente. Já com os roxinhos, a árvore de Nidoran, Nidorina e Ancient Nidoqueen se mostram muito potentes logo de cara. Portadora do Omega Barragem, Nidoqueen pode bater 70 duas vezes ao turno, e com uma Muscle Band, chega facilmente aos 180. O único efeito colateral problemático é causar 40 de dano em si para cada disparo duplo como esse.

Nos lutadores, encontramos alguém que se encaixaria perfeitamente nos baralhos inspirados em Punhos Furiosos; a evolução de Meditite, Ancient Medicham usa a Trait Omega Barragem para bater 30 duas vezes por turno, custando apenas duas energias. A questão é que, junto com bonificações como Strong Energy, Machamp, Muscle Band e Fighting Stadium, esse valor passa facilmente dos 180 por um custo baixíssimo. Seu único problema é a falta de resiliência, já que apenas 90 PS são de doer. Ainda nos Pokémon rubros, Hippopotas e Hippowdon podem ser viáveis nesses decks também graças ao primeiro ataque da forma evoluída. Batendo 60, Hippowdon fica imune a todo dano e efeitos de ataques disparados por Pokémon-EX do oponente.

A evolução de Corphish, Crawdaunt tem muito potencial. Sua habilidade faz com que, ao ser colocado em campo, você possa remover do oponente uma de suas energias. Isso é excelente para descartar aquela Energia Especial e freiar as táticas do inimigo. Outro com grande poder é a evolução de Drilbur, Ancient Excadrill. Com a Trait Omega Barragem, seu primeiro ataque se torna absurdo; por uma Energia Incolor, poderá ligar duas energias quaisquer (inclusive Especiais) do baralho no Excadrill. Com a Trait, isso pode ser usado duas vezes! E isso sem falar de seu ataque, que ignora resistências e bate 50 (ou 100, se atacar duas vezes com ele).

Para concluir os Pokémon normais (que já foram muitos!), falemos um pouco da forma evoluída de Horsea e Seadra, Ancient Kingdra. Com o Alpha Crescimento, seu ataque primário intimida ainda mais: por uma Energia Incolor, poderá buscar 4 Energias Básicas do deck e colocá-las na mão. Seu ataque também não fica atrás, com 150 de dano em troca de descartar uma energia elétrica e uma aquática do dragão, mas é fácil religá-las com essa busca e a Ancient Trait. Ainda assim, usará ele mais pelo poder de busca do que o de batalha, usando seus golpes apenas como último recurso.

Entre Novidades e Antiguidades

Migrando para os Itens, antes de tudo devemos dizer que os Spirit Links que começaram em Força Fantasma perduram por essa expansão também, chegando com Aggron Spirit Link, Gardevoir Spirit Link, Groudon Spirit Link e Kyogre Spirit Link. Também tivemos o reprint de uma série de cartas clássicas ou que fizeram a diferença em coleções anteriores, como Escape Rope, Enhanced Hammer, Switch, Rare Candy, Energy Retrieval e Exp. Share.

Mas é claro que não temos apenas velhos itens no set, como alguns novos também! Weakness Policy livra um Pokémon equipado de sua fraqueza, e Fresh Water Set cura todos os seus Pokémon em 20 pontos, o que pode vir à calhar se usa golpes que atingem seus Pokémon no banco. Dive Ball é uma nova carta essencial para qualquer deck aquático, visto que busca qualquer Pokémon de água para sua mão, enquanto Repeat Ball é essencial em baralhos que usam múltiplas cópias de um mesmo Pokémon, como é o caso de certos EX, ambos sendo mais viáveis que Ultra Ball.

Também temos um prato cheio de Estádios nessa leva. Scorched Earth funciona muito bem para acelerar baralhos de fogo ou lutadores, já que permite sacar duas cartas em troca de descartar uma energia dos tipos citados. Já Rough Seas comba com decks aquáticos e elétricos, permitindo curar 30 PS de um Pokémon desses tipos. Esse campo funciona particularmente bem com aquele Ancient Ludicolo que citamos antes, melhorando sua resiliência graças à sua Ancient Trait.

Silent Lab bloqueia as habilidades de todos os Pokémon Básicos em campo, nas mãos e nas pilhas de descarte de ambos os jogadores. É um bom campo para se ter junto de Ninetales, garantindo que nenhum Pokémon-EX possa tirar proveito de suas habilidades, mas preservando as de Estágio 1 e 2. Por fim, Shrine of Memories funciona como um Celebi-EX, liberando que Pokémon evoluídos usem ataques de suas formas anteriores. Apesar de ser uma mão na roda para certas Mega Evoluções, é bem mais fácil desativar um Estádio do que uma habilidade, deixando-o ainda pouco atrás de Celebi-EX.

Então chegamos nos Apoiadores. Teammates é uma das cartas que podem virar o jogo; após um Pokémon seu ser nocauteado, poderá jogá-la e buscar duas cartas de seu baralho para a mão. Quem sabe assim consiga seu trunfo? Professor Birch’s Observations é uma versão menos arriscada de outras cartas de professor, colocando seus cards da mão de volta no baralho, embaralhando e jogando uma moeda. Se o resultado for cara, puxe 7 cards. Se for coroa, 4 cards. O problema é que essas três cartas de diferença podem realmente se tornar um problema em jogo, e essas jogadas de sorte costumam terminar em azar.

E então temos as duas cartas mais potencialmente quebradas dentre os Apoiadores: Maxie’s Hidden Ball Trick e Archie’s Ace In The Hole. Seus efeitos são muito similares: só podem ser usadas quando são a última carta na mão e permitem colocar em campo um Pokémon da pilha de descarte no banco (lutador ou aquático, respectivamente), além de poder sacar cinco cartas. O ponto quebrado é que o texto não deixa claro que os Pokémon devem ser básicos, então nada impede o jogador de colocar em campo um M Pokémon-EX diretamente. O problema mesmo é conseguir ficar com apenas uma carta na mão, que é bem mais difícil do que aparenta.

E então temos as Energias Especiais da coleção. Shield Energy se comporta como uma energia metálica e reduz o dano recebido por Pokémon desse tipo em 10 pontos por energia, uma combinação bacana com Ancient Excadrill. Já a Wonder Energy é uma mão na roda em baralhos puramente de fadas, já que imuniza os Pokémon rosados de quaisquer efeitos secundários que ataques de oponentes tenham, os protegendo de muitas condições que poderiam ser extremamente prejudiciais.

Quantidade EXtravagante

Como já sabem, toda expansão do TCG recebe uma série de Pokémon-EX, mas os números de Conflito Primal impressionam: são 8 no total e mais 4 Mega Evoluções e Reversões Primitivas! Abrimos aqui com Camerupt-EX, um dos mais controversos do grupo. Seu ataque secundário tem potencial para nocautear qualquer Pokémon, batendo 50 vezes o número de energias de fogo que esteja disposto a descartar de todos seus Pokémon, mas isso te deixa refém de meios para recuperar as energias perdidas. Seu custo de recuo de 4 (!) energias também não ajuda.

Sharpedo-EX é igualmente complexo de se prever se terá popularidade competitiva. Seu primeiro ataque permite trocar o Pokémon Ativo do inimigo por um no banco e causar 30 de dano em quem acabou de chegar, o que é bom para atrair aqueles suportes mais chatos na fileira do fundo e/ou que tenham altos custos de recuo. Já seu segundo ataque bate 100 e, ao descartar uma de suas energias, é possível eliminar uma do inimigo também. Como não está específico o tipo de energia, pode jogar fora uma qualquer sua para descartar as Especiais do adversário. Ainda assim, seus números não impressionam, e é estranho que não tenham sido lançados junto com suas Mega Evoluções.

Trevenant-EX entra na mesma classificação de “Pokémon com ataques no estilo Keldeo-EX”, podendo bater 50 mais 20 para cada energia de grama nele. O bom é que alcança facilmente os 180 se for bater em alguém com fraqueza, mas em outras condições, precisará de muito suporte para que Trevenant-EX consiga causar o dano necessário para virar um jogo, ou mesmo distanciar-se do oponente.

Wailord-EX é um monstro, ponto. Seu ataque é relativamente fraco, 120 pontos por cinco energias não é algo que compense muito, ainda mais quando o efeito secundário é fazer o usuário dormir. Contudo, seu poder real está em sua resiliência: eis o Pokémon com o maior PS do jogo, com 250 (!!). Esqueça o número mágico de 180, essa coisa vai precisar de ainda mais agressividade para derrubar. Além disso, condições especiais não são problema, já que sua habilidade permite curá-las ao ligar uma energia de água no Pokémon. Prepare-se para bater forte se quiser passar por essa parede e impedir que o oponente termine de armar sua tática.

Aggron-EX é um pouco curioso. Os custos altos de seus ataques podem confundir se vale a pena ou não arriscar em jogadas de moeda, como o caso do primeiro, e o segundo bate 60 mais X, onde a incógnita vale o número de contadores de dano no seu monstro metálico. Isso combina bem com Pokémon que atinjam seus próprios parceiros, como Seismitoad-EX e Ancient Whiscash, mas terá de debilitar muito Aggron-EX para que comece a causar um dano realmente significativo.

Gardevoir-EX é outra que não compensa tanto jogar por si só. Seu primeiro golpe bate 20 e cura a mesma quantidade que causar de dano, o que deixa-a refém de itens que fortaleçam suas pancadas. Já o segundo golpe compensa um pouco mais, atingindo o inimigo com 100 e livrando-a de sua fraqueza contra metálicos. Ainda assim, seu máximo ser 100 de dano sem suporte é algo que prejudica seu uso.

Kyogre-EX e Groudon-EX parecem bastante um com outro, ambos tendo a mesma quantia de PS e golpes de custos semelhantes. Kyogre-EX tem certa vantagem por ser capaz de deixar o inimigo Adormecido com seu primeiro golpe, além de bater 140 com o segundo em troca de devolver energias aquáticas para a mão. Já Groudon-EX pode desligar energias do adversário para a pilha de descarte, além de bater 130 sem efeitos colaterais. O que torna Groudon-EX ainda mais ameaçador é poder tirar proveito dos combos de Punhos Furiosos, atingindo valores altos de dano bem rápido, mesmo sem recorrer a certos meios mais… primitivos.

Instinto Mega Primal

Para fechar nossa análise, precisamos falar dos M Pokémon-EX da coleção, mas dessa vez temos uma outra novidades: os Pokémon Primitivos. Eles funcionam da mesma forma que as Mega Evoluções, tanto que também receberam Spirit Links, e só tem diferenciação em seus nomes, mas o poder antigo lhes dá acesso às Ancient Traits. O que isso quer dizer? Veremos daqui a pouco o potencial destrutivo que isso pode ter.

Antes vamos falar de M Aggron-EX. Esse brutamontes pode derrubar muitos outros M Pokémon-EX facilmente com seu ataque; batendo 120, joga-se uma moeda. Se o resultado for cara, o dano dobra para 240. Se for coroa, seus Pokémon no banco recebem 20 cada. Esse é o tipo de Pokémon que compensa o uso de cards que permitem jogar a moeda duas vezes, só para garantir seu potencial destrutivo. É um Mega que decerto tem muito potencial para brilhar em decks metálicos.

M Gardevoir-EX é outra que chega a danos alarmantes com certa velocidade. Seu ataque bate 30 vezes o número de energias de fada em todos os seus Pokémon. Isso quer dizer que, com meras seis energias dentre M Gardevoir-EX e seu banco, chegará ao número mágico de 180, e pode escalar mais bem rápido. Isso que torna ela mortífera, e será uma arma e tanto em baralhos focados em fadas.

E então temos Primal Kyogre-EX, o primeiro dos titãs da antiguidade e uma carta ameaçadora. Portando a Trait Alpha Crescimento, é fácil alimentar sua fúria com energias aquáticas, e isso virá muito à calhar. Quando usado, seu ataque irá bater 150 pontos e mais 30 em cada Pokémon no banco adversário, em troca de mover duas energias de Primal Kyogre-EX para outro Pokémon no banco. Isso permite repassar as energias ganhas com sua Ancient Trait, preparando outros atacantes (como Ancient Swampert) enquanto ainda destrói o time inimigo. É uma das melhores cartas da expansão.

Ainda assim, a maior ameaça do Conflito Primitivo pode ser Primal Groudon-EX. Seu ataque pode não impressionar, batendo 100 e subindo para 200 se houver um Estádio em campo (e destruindo-o no processo), e você pode querer ter um Celebi-EX ou Shrine of Memories para poder atacar com os 130 de sua versão anterior. A questão é que Primal Groudon-EX é portador da Trait Omega Barreira, então seu oponente não poderá atingi-lo com cartas de itens e afins, tornando suas Strong Energy intactas e impossibilitando táticas como Hypnotoxic Laser. Eu mencionei que ele funciona super bem com táticas dos Punhos Furiosos? É uma força a ser reconhecida e pode ser a arma de muitos baralhos daqui pra frente.
E isso conclui mais uma expansão das Estampas Ilustradas de Pokémon! Você concorda que essa é provavelmente a mais importante expansão até agora? Alguma carta que não falamos e você sentiu falta? Qual acha que será a melhor estratégia daqui em diante? Comente conosco e nos vemos no próximo Cartas na Mesa!
Capa: Ana Carolina Rocha
Fellipe Camarossi é graduando em Ciências Contábeis e amante de uma boa discussão sobre videogames. Além de escrever para o Nintendo Blast, também é redator nas revistas Nintendo World e EGW. Para elogios e críticas, pode encontrá-lo no Facebook ou Twitter.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais