Hands-on

Chibi-Robo! Zip Lash (3DS): conceitos tradicionais em cenários de plataforma

Chibi-Robo! Zip Lash utiliza diversos conceitos de plataforma para investir na qualidade e no sucesso das ideias, com muito raciocínio lógico e criatividade.

Dar aquela carregada na bateria do celular é essencial nos dias de hoje. Sabendo disso, nada mais natural do que levar sempre no bolso aquele Light Saver esperto para dar aquela recuperada na diversão ou no trabalho. Mas, o que acontece quando não temos uma tomada por perto? Chibi-Robo! Zip Lash nos coloca na pele de um ser simpático, mas carregável, e que precisa chegar até determinado ponto para completar a missão.

Um robô especial

Os jogos da franquia Chibi-Robo já fazem sucesso mundo afora, tanto pela qualidade, quanto por sua versão Chibi-Robo! Photo Finder, para a eShop do 3DS, lançado no ano passado. A qualidade do game e o carisma que ele gera são capazes de atrair o público, mesmo aos mais desentendidos no assunto ou na franquia.

Logo que pusemos as mãos no novo jogo, pudemos notar sua semelhança com jogos antigos que utilizam as mecânicas de plataforma em side scroll. Muitos elementos já conhecidos, como pular da mesma forma que o Super Mario, de chicotear como em Castlevania e de revelar segredos a partir de upgrades, como em Metroid, dão o ar inspirativo ao título.

Like a star!

Entre as possibilidades de controle do robozinho e as diversas fases disponíveis, estão a andança pelos móveis da casa, coleta de itens com o uso da corrente (ou Grapple Beam, se preferir), carregando poderes de ataque, abrindo blocos que contêm segredos, e até virando uma estre... ops, ardendo em chamas e passando por todos os lugares de forma invencível, tudo para chegar até uma tomada no final e se recarregar.

O pulo de Chibi-Robo, quando segurado o botão, faz com que o personagem plane por um tempo no ar até que consiga efetuar o seu disparo de corrente da melhor forma. Também havia um modo de corrida no mar, após conectar a uma tomada numa lancha e, assim, sair por aí na loucura de pular obstáculos, superá-los e desviar de barreiras.
amiibo do Chibi-Robo. Será que dá pra carregar?
Outro destaque interessante é a utilização do amiibo do personagem para ganhar o dobro da energia e aumentar um pouco o status de velocidade. Isso torna as batalhas contra os chefes mais fáceis, uma vez que eles mantêm a tradição, na tentativa de repetir os momentos do jogo. Caso perca, fique frio, o personagem fica mais nervoso a partir de determinado ataque, revelando suas formas originais aos poucos.

Confira um pouco do nosso teste em vídeo na E3 2015:

Revisão: Vitor Tibério
Capa: Diego Migueis
Jaime Ninice é mestre em Música pela UFRJ e aluno de Cravo (bacharelado) na mesma instituição. Além da música, possui especial admiração pelos games e pode ser encontrado escrevendo e revisando artigos no Nintendo Blast em momentos de descontração. Também está no Twitter e no MiiVerse.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais