Sakurai comenta sobre balanceamento de personagens em Super Smash Bros.

Desenvolvedor garante que não beneficia personagens que trabalhou antes, como os das séries Kirby e Kid Icarus.

Em sua coluna na revista japonesa Famitsu, Masahiro Sakurai, desenvolvedor de Super Smash Bros. for Wii U & 3DS, decidiu escrever algumas palavras sobre o balanceamento dos personagens no jogo. Em um longo texto ele garantiu que não beneficia personagens de séries com que trabalhara anteriormente, como Kirby e Kid Icarus; também disse que há uma equipe de playtesters de sua confiança que sugerem as mudanças, e que podem, ou não, ser aceitas por Sakurai; além disso, o desenvolvedor disse que são muitas as formas de se jogar Super Smash Bros, por tanto, o balanceamento é muito relativo. Confira partes da coluna;
Sobre SSB, de vez em quando sempre aparece alguém para descontar a raiva sobre mim. Eles me acusam de coisas como dar preferência ou fortalecer os personagens com quem trabalhei no passado [...] oh meu Deus. [...] se eu tivesse trabalhado na série Mario, as pessoas diriam "você está beneficiando Mario demais!", não diriam? [...]"
Por exemplo, eu acho que existem dois personagens que não me saem da cabeça: Pit e Palutea. Eu, pessoalmente, acho que esses dois estão abaixo da média em termos de força. Se eu fosse querer ajustar alguma coisa por satisfação própria, eu os faria mais fortes, mas não é o que aconteceu.
Falando de forma mais geral, o recurso mais importante para trabalharmos no balanceamento são os relatórios que recebemos das equipe de playtesters. [...] É claro que eu não aprovo todas as propostas de cara. Não faz sentido fazer o jogo mais balanceado se isso diminuir a diversão. [...] Nós trabalhamos juntos para fazer os ajustes e, ao mesmo tempo, preservar as particularidades de cada personagen.
Outro problema que devemos considerar é que as batalhas têm vários formatos em SSB. Existem golpes que são totalmente inúteis em batalhas de 1 contra 1, mas em uma batalha de 4 jogadores em free-for-all, o mesmo golpe pode se tornar bastante útil. [...] Além disso, se eu fosse querer ser justo apenas de acordo com o que os jogadores avançados acham, os iniciantes não seriam capazes de acompanhar.
Recentemente, houve um campeonato com os melhores jogadores do Japão e dos Estados Unidos. Em batalhas de 1 contra 1, é natural que se use riscos baixos para gradualmente enfraquecer o adversário. Smash atacks raramente são usados, e as partidas se tornam longas e enfadonhas. Considerando as várias formas que existem de se jogar Smash, eu acho que isso é um desperdício, mas o vencedor, com certeza, é decidido por sua habilidade.
[...] Justamente pelo jogo oferecer várias formas de se jogar e de estilos de jogo, é totalmente natural que ele atraia tantas pessoas de várias formas diferentes. 

Fonte: Nintendo Everthing (coluna na íntegra, em inglês)

Lucas Palma Mistrello é historiador, mestre pela Universidade Federal de São Paulo. Redator nos Blasts desde 2012, começou com os games com o Atari 2600 e é eclético em gênero e temas: vai de COD e Medal of Honor a Pokémon e Zelda com a mesma vontade. Sempre está de olho nos comentários das postagens.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais