Fire Emblem: Fates (3DS) gera polêmica sobre homosexualidade e sexo consensual

No relacionamento entre a personagem Soleil e o protagonista masculino, um diálogo sugere "cura gay" e uso de drogas para relacionamentos.

Lançado na última semana no Japão, batendo recordes de venda, Fire Emblem: Fates (3DS) implementa uma novidade em termos culturais e comportamentais, é possível, ainda que com uma série de restrições, realizar casamento homoafetivo entre o protogonista e determinados personagens. 


Nessa sentido, existe uma personagem chamada Soleil (na imagem de capa) que é lésbica. No entanto, uma grave polêmica acontece jogando com personagem protagonista masculino: após atingir determinado nível de relacionamento entre o jogador e Soleil, existe um diálogo para passar a amizade para nível mais alto em que o protagonista joga um "pó mágico" na bebida da garota. Este pó faz com que ela passe a ver todos os homens como mulheres, possibilitando assim, que ela se apaixone pelo personagem principal. 

O diálogo é polêmico por sugerir duas questões; "cura gay" para o caso do lesbianismo de Soleil, e sobre "consensualidade" do relacionamento entre Soleil e o protagonista, pois ele, literalmente, a droga para fazer com que ela se apaixone. 

Fonte: Destructoid
Lucas Palma Mistrello é historiador, mestre pela Universidade Federal de São Paulo. Redator nos Blasts desde 2012, começou com os games com o Atari 2600 e é eclético em gênero e temas: vai de COD e Medal of Honor a Pokémon e Zelda com a mesma vontade. Sempre está de olho nos comentários das postagens.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais