Top 10

Top 10: Personagens secundários da série Pokémon

Não são apenas os Pokémon que tornam o jogo épico.


Pokémon é considerado por muitos uma das melhores séries de jogos desde a época do Game Boy. Embora o objetivo seja colocar pets em batalha em busca de reconhecimento, não são só os monstros de bolso que marcam nossas infinitas jornadas. Muitos personagens são responsáveis por tornar os jogos inesquecíveis, e sempre existe aquele com o qual nos identificamos e torcemos para que retorne em futuras versões. Abaixo, preparamos uma lista dos personagens coadjuvantes mais marcantes na série — desconsiderando spin-offs.

10 – Iris

Talvez um personagem menosprezado nos jogos devido a sua baixa popularidade no anime. No universo de Pokémon, é bastante comum ouvir personagens relatarem seus sonhos, como ser reconhecido ou viajar para outra região, mas Iris é um dos poucos que conseguem realizar esses sonhos. Seu objetivo é se tornar uma Mestra de Dragões, um dos tipos mais difíceis de se treinar. Em Black & White, ela aparece como um dos líderes da cidade de Opelucid, defendendo a Legend Badge. Nos jogos seguintes, após derrotar Alden e este se aposentar, Iris se torna a segunda Campeã mais nova da história. Além disso, ela tem um dos melhores cenários e temas de batalha de toda a série em Black & White 2, quando você a desafia pelo título de Campeão.

9 – Looker

Presente em quase todos os jogos desde que surgiu na quarta geração, na verdade Looker não é um treinador Pokémon, mas um membro da polícia internacional com uma incrível habilidade para disfarces. Está sempre trabalhando em missões que envolvem parar os planos malignos das organizações criminosas, e em X/Y é sugerido que seu Croagunk foi morto durante uma dessas missões. É possível que ele tenha aparecido em outros jogos, uma vez que em R/B/Y e FireRed/LeafGreen um homem a bordo do S.S. Anne alega ser um agente da polícia internacional que está atrás da Team Rocket.

8 – Diantha

A Campeã da Elite 4 de Kalos. Além de sua habilidade com Pokémon, ela é uma atriz muito famosa, e ainda encontra tempo para participar da Battle Chateau, onde tem o título de Grand Dutchess. Diantha demonstra um grande interesse por treinadores com potencial, ou seja, ela está mais interessada em tornar outros tão fortes quanto ela do que apenas ser famosa e poderosa — postura de uma verdadeira líder. Ela também é um dos poucos treinadores capazes de realizar a Megaevolução, o que mostra que não ocupa o posto de Campeã por acaso.

7 – Wally

Além de rival do protagonista, representa a essência de todo treinador, pois encara a derrota como uma forma de aprendizado, o que o estimula a se tornar mais forte. No início da história, é apenas um garoto de saúde frágil que sonha em ser um grande treinador Pokémon. A partir do momento em que sai em jornada, Wally apresenta uma das evoluções mais significativas em toda a série, algo que é refletido em sua melhora de saúde e também em sua aparência. Curiosamente, seu primeiro Pokémon (Ralts) possui apenas o ataque Growl no momento em que é capturado, então é um mistério como ele conseguiu treiná-lo com um ataque considerado inútil por muitos.

6 – Lysandre

Líder da Team Flare e vilão dos jogos X/Y. Mas Lysandre não é um vilão comum: ele é dono da Lysandre Labs, companhia responsável pela criação de dispositivos como o Holo Caster, e de outros projetos que visam tornar a vida das pessoas mais fácil. Também é grande amigo do Professor Sycamore. Quando percebe como as pessoas podem ser egoístas e corruptas, tenta criar um mundo novo, mesmo que tenha que sacrificar humanos e Pokémon para conseguir salvar aqueles que merecem. No fim das contas, ele não era movido pela vontade de fazer o mal, mas apenas lutava por aquilo que acreditava ser o certo para salvar o mundo. Lysandre tem uma das melhores motivações de toda a saga, além de possuir mais relevância para o enredo do que a maioria dos vilões. 

5 – Steven Stone


Favorito de muitos desde sua primeira aparição em Ruby e Sapphire no GBA, foi um dos personagens cujo retorno causou mais expectativa quando OmegaRuby e AlphaSapphire foram anunciados. Campeão da liga em R/S, no jogo seguinte cedeu o título para seu amigo Wallace, no intuito de poder viajar pelo mundo. Apesar de especialista no tipo Aço, possui mais Pokémon do tipo Pedra, talvez como resultado de seu hobby de colecionar pedras raras. Seu pai, Mr. Stone, é presidente da Devon Corporation, empresa que desenvolveu o PokéNav. Além de se destacar por suas habilidades e estilo, é mais relevante na história do que muitos personagens considerados “importantes”.


4 – Cynthia


Outra favorita dos treinadores. Campeã da Elite 4 da região de Sinnoh, foi a primeira mulher a assumir esse posto em toda a série, o que a tornou uma grande representante das garotas que jogam Pokémon. A batalha contra ela é uma das mais épicas da série, e muitos ainda lembram do combo Milotic/Togekiss/Garchomp. Além de treinadora, Cynthia também demonstra interesse em história e mitologia, e passa a maior parte do tempo investigando e explorando vários locais associados a Pokémon lendários. Seu jeito “legal” a torna popular até mesmo entre os líderes das Elite 4 de outras regiões. Curiosidade: Cynthia é fortemente inspirada na deusa grega Artemis, e várias referências a ela podem ser encontradas nos jogos em que aparece. 


3 – Blue

O primeiro rival apresentado na série. É realmente irritante e faz você odiá-lo desde o primeiro momento, ao escolher o inicial que tem vantagem contra o seu apenas para poder te vencer. Nesse quesito ele só empata com Silver, de G/C/S. Está sempre um passo à frente do protagonista, além de aparecer nos momentos mais inoportunos para desafiá-lo para uma batalha. Conseguiu realizar seu sonho de se tornar o Campeão da região de Kanto — embora tenha sido chutado pelo Red logo em seguida. Além de ser o Campeão mais jovem de toda a saga, também se tornou líder de ginásio. Seu Raticate supostamente morre após a batalha no S.S. Anne, mas isso nunca foi comprovado e entrou para a lista de teorias que cercam os jogos.

2 – Red


Idolatrado por muitos, provavelmente ocupa a primeira posição no Top 10 da maioria dos treinadores. Protagonizou os jogos da primeira geração e se tornou um NPC nas versões subsequentes. Sua participação mais épica foi em G/S/C e seus remakes, quando aparece no Mt. Silver carregando o time com level mais alto de todas as versões lançadas até agora. Entre seus inúmeros feitos, conseguiu derrotar seu rival; tornou-se campeão da Liga por algum tempo; fez Giovanni, o primeiro grande vilão da série, desistir da Team Rocket. Além disso, Red possivelmente foi o primeiro treinador a conseguir completar a Pokédex.


1 – N


Natural Harmonia Gropius. Apesar de ser líder do Team Plasma, ou o Rei, como a própria equipe costumava chamá-lo, não era um vilão. Cresceu rodeado pelos Pokémon, o que o tornou capaz de compreendê-los, ao mesmo tempo em que o afastou do contato humano. Sua vontade de salvar os Pokémon dos propósitos egoístas das pessoas fez com que ele decidisse se tornar o herói descrito nas lendas de Unova. Apesar das motivações nobres, sua ingenuidade o impediu de perceber que estava sendo manipulado, e que seus ideais eram radicais, uma vez que nem todos os humanos abusam dos Pokémon. N é o único treinador a ter um lendário no time fora da Battle Tower/Battle Frontier, e diferente de todos os outros líderes de organizações criminosas, ele trabalha para o bem dos Pokémon, em vez de simplesmente usá-los em benefício próprio. Seu amor pelos monstrinhos é comparável ao de Ash, a diferença é que no caso de N esse amor o torna mais forte. O que o torna memorável é o fato de questionar se é ético usar Pokémon como acessórios e mantê-los confinados em Pokébolas, colocando em debate algo que era visto como natural desde o início, e dando uma profundidade inigualável ao enredo de B/W, tido por muitos como o melhor da série.  

Menções Honrosas

Professor Oak

Um dos maiores pesquisadores Pokémon, admirado por treinadores e outros pesquisadores. Frequentemente relacionado à célebre frase, “Are you a boy? Or are you a girl?” — Apesar de não ter sido o primeiro a dizê-la.
Enfermeira Joy

A simpática família de enfermeiras idênticas e com o mesmo nome, que estão sempre dispostas a ajudar os treinadores recuperando seus Pokémon sem custo algum. Está presente em todos os jogos da série principal.


É sempre bom lembrar que na vida real também existem muitos treinadores memoráveis, e muitos deles servem de inspiração até para a equipe do Blast. E você? Sentiu falta de algum personagem? Qual seria seu Top 10? Divida sua opinião conosco!

Revisão: Vitor Tibério
Capa: Peterson Barros  

Neto JAB escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais