Parece que Mario Tennis: Ultra Smash (Wii U) não está agradando a mídia internacional, e com razão

Os principais sites americanos de games estão publicando suas análises de um dos principais lanç... (por Sérgio Estrella em 18/11/15, via Nintendo Blast)



Os principais sites americanos de games estão publicando suas análises de um dos principais lançamentos de final de ano para Wii U, Mario Tennis: Ultra Smash, e o resultado não está sendo dos melhores. Confira as notas recebidas pelo game:
Este episódio de Mario Tennis está sendo chamado de "cru" pela falta de variedade e modos de jogos. De fato, eu já desconfiava disso quando vi um vídeo mostrando, entre outras coisas, as quadras disponíveis. Veja:



Você deve se lembrar que em todo Mario Tennis nós temos quadras baseadas em fases e locais dos games da série principal de Mario e até Donkey Kong. Em Mario Power Tennis (GC/Wii), existem várias, entre elas:
Quadra Delfino Plaza em Mario Power Tennis (GC/Wii)
Quadra Luigi's Mansion em Mario Power Tennis (GC/Wii)

Mas em Mario Tennis: Ultra Smash esse tipo de quadra não existe. Agora temos apenas as quadras tradicionais, no estádio. A única variação possível e desbloqueável é do material da quadra (ela pode ser de carpete ou de gelo, por exemplo), e só. O cenário continua o mesmo. A quantidade de personagens também está menor que em Mario Tennis Open (3DS) e todos os títulos anteriores. Bem, sequer existe o modo de torneios, que costumava ser o principal, com copas em uma estrutura parecida com a de Mario Kart.

Rosalina de vestido curto é talvez
o maior atrativo do game.
Segundo os sites, o game tem gráficos satisfatórios, nível Mario Kart 8 (Wii U), mas sua única novidade é o modo Mega Battle, em que ocasionalmente são arremessados Mega Mushrooms para os jogadores, e, ao adquirir o power up, os personagens ficam gigantes, com atributos melhorados. Mas na prática, é dito que isso faz pouca diferença, bem como o uso dos amiibos.

A impressão que passa é que, com tudo o que a Nintendo tem nas mãos hoje - como o NX, os jogos de 3DS, mobile, o novo Zelda e o adiamento de Star Fox Zero -, Mario Tennis: Ultra Smash precisou ser sacrificado e saiu às pressas para não deixar o final de ano passar em branco sem nenhum título Mario de peso. Mas será que vale a pena lançar um game nesse estado?

Como grande fã da franquia Mario Tennis e do trabalho da desenvolvedora Camelot (quando ela tem tempo suficiente para criar), fico muito triste em ver isso acontecer.
Sérgio Estrella é o criador do Nintendo Blast e está escrevendo, moderando, administrando e tantos mais 'andos' por aqui desde 2008, mas ainda tem muito o que aprender. Pode ser encontrado no Facebook, Twitter e Google+.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais