O que não pode faltar num parque de diversões da Nintendo

Quais atrações, ambientações e easter eggs seriam simplesmente obrigatórios num parque da Big N? Venha descobrir!

Desde que a Nintendo anunciou a construção de um parque de diversões em parceria com a Universal Studios, os olhos de muitos jogadores ao redor do globo brilharam. Afinal, estamos falando de um sonho de infância enfim sendo realizado. É a oportunidade de a Big N, mais uma vez, surpreender a todos os seus fãs com criatividade e genialidade e, de quebra, conquistar o coração daqueles e daquelas que não estão tão envolvidos com os jogos da empresa. Que tal tentar imaginar as atrações, ambientações e demais detalhes que não poderiam ficar de fora dessa festa?


Ambientação

Os grandes parques de diversão são conhecidos por suas incríveis recriações de cenários de obras do cinema, da literatura e dos quadrinhos. Nos parques da Disney, por exemplo, é possível presenciar ambientações de seus filmes e desenhos animados com todos os mínimos detalhes. Num parque da Nintendo, isso renderia uma experiência incrível para qualquer gamer!
Imagine visitar o castelo de Peach (que deve ficar no centro do parque, de maneira análoga ao castelo de Cinderela do parque Magic Kingdom) com todas as referências às vezes em que o adentramos nos jogos de Mario? Não seria incrível estar em recriações de cenários conceituados da série Zelda, como Kokiri Forest ou Kakariko Village? Pensando um pouco mais no lado obscuro da Nintendo, que tal visitar os cenários alienígenas de Metroid, como Zebes? Não faltam ideias para recriações de ambientes memoráveis dos games da Nintendo. Se a empresa não medir esforços para construí-los, podemos ter um dos parques mais bonitos já vistos.

Tudo isso, é claro, iria incluir uma trilha sonora bem variada. Há muitas canções memoráveis no acervo da Nintendo, e elas não poderiam deixar de estar nas muitas caixas de som do parque. A canção tema de Nintendo Land (Wii U) poderia até ser a música principal.

Réplicas e estátuas

Outra coisa que não costuma faltar em parques de grande porte é homenagens em forma de réplicas e estátuas. No caso de um parque da Nintendo, esse tipo de decoração poderia cair bem para franquias menos populares, que talvez não justificassem a criação de uma atração inteira só para elas. Não seria legal ver estátuas dos guerreiros de Fire Emblem pelo parque? Ou que tal estátuas em tamanho real de todas as armaduras de Samus? A famosa estátua dourada dos quatro chefes de Super Metroid (SNES) ou as estátuas de Chozo também seria ótimas escolhas. Talvez até pensar um pouco mais alto e recriar os Mechons e Skells da série Xenoblade.

Lojinhas

Parques de diversão são também famosos por nos fazer torrar dinheiro com produtos diversos… ainda mais quando esses produtos vêm de franquias famosas e só podem ser encontrados naquele lugar. E a Nintendo tem um histórico tão grande de lojas em seus jogos que escolher quais delas materializar seria uma tarefa árdua. Quem sabe as famosas lojas de utensílios de Zelda? Ou talvez um Poké Mart? Tom Nook's Store também seria uma excelente opção!
Já dá até pra ouvir a musiquinha, não?
lojas, poderíamos encontrar réplicas de itens renomados dos jogos da Nintendo. Afinal, quem não teve vontade de experimentar o sabor de uma Red Potion ou beber um nutritivo Lon Lon Milk? E comer cupcakes em formato de Super Mushroom ou um Maxim Tomato? Ok, pensando agora com outras coisas que não o estômago, não seria legal também comprar os vários acessórios dos Miis da Praça Mii ou visitar a loja das irmãs Able (de Animal Crossing) e adquirir as mais variadas vestimentas da série? As possibilidades são muitas!

Miis para todo lado

Desde o Wii, os Miis vêm galgando espaço nas plataformas Nintendo como a representação "nintendística" dos jogadores. Até mesmo figuras importantes da Big N, como Reggie e Miyamoto, tem suas versões Mii. Uma maneira legal de aproveitar o carisma e a "bizarrice" dos Miis seria tornando-os os funcionários do parque da Nintendo. Não seria legal se todos os guias, animadores e lojistas usassem máscaras de Mii (em tamanho desproporcional à uma cabeça normal, obviamente)?  Tomodachi Life, Wii Fit, Praça Mii e os títulos da série Wii seriam fontes inesgotáveis de vestimentas e acessórios para esses Miis.
Ok... isso seria um pouco bizarro

Área infantil com Yoshi e Kirby

Sabemos muito bem do apelo infantil que a Nintendo sempre teve. Afinal, muitos de nós, jogadores, fomos cativados pela empresa quando crianças. Para agraciar seus fãs mais jovens, a Big N teria personagens de sobra para construir uma área infantil em seu parque. Kirby e Yoshi seriam os carros-chefe dessa ala, que também poderia contar com Starfy e Pokémon. Não seria legal recriar os cenários de lã de Kirby's Epic Yarn (Wii) e Yoshi's Wolly World (Wii U) ou os de giz de cera da série Yoshi's Island? Algumas atrações vistas em Pina Park, de Super Mario Sunshine (GC), também cairiam muito bem, como os carrosséis Yoshi-Go-Round e Clam Cups.

Montanha-russa F-Zero

Em um parque de diversões, há sempre aquela hora que queremos a mais pura sensação de adrenalina. E as montanhas-russas sempre foram sinônimo de experiências alucinantes. E que franquia da Nintendo combina melhor com alta velocidade do que F-Zero? A montanha-russa poderia até ter mais de um carrinho, para simular uma corrida e representar mais de um veículo da franquia. Além da alta velocidade, poderíamos esperar por recriaçoes das mecânicas gravitacionais e futurísticas de F-Zero. Para completar, caixas de som acopladas aos carrinhos poderiam tocar canções memoráveis da série, como Mute City e Big Blue.
Do jeito que as coisas vão, talvez uma montanha-russa de FAST Race NEO (Wii U) seja até uma aposta mais realista

Apresentações de Rhythm Heaven

A franquia musical mais doida da Nintendo (e talvez de todo o universo gamer) poderia dar uma animada no parque de diversões da Big N. Seria bem interessante se, nas praças e avenidas do parque, houvessem apresentações inspiradas nos mini-games de Rhythm Heaven. Se já é hilário jogar, imagine ver pessoas fantasiadas fazendo uma série de movimentos bizarros ao som de uma contagiante canção?

Simulador Star Fox

Muitos simuladores arrancam elogios de quem os visita em parques de diversão. Harry Potter and the Forbidden Journey, através de uma tela circular, e Amazing Adventures of Spider-Man, utilizando óculos 3D, são exemplos de experiências ímpares. No caso da Nintendo, há jogos cuja jogabilidade já reproduzem mais ou menos a experiência de um simulador, como Star Fox. Imagine entrar numa réplica da Arwing e participar das mais variadas missões vistas nos jogos da franquia com direito aos constantes diálogos entre Fox, Falcon, Pepe, Slippe e (talvez) Krystal. Esse sim seria um simulador incrível.
Para manter a atração sempre interessante, a Nintendo poderia criar um catálogo de missões e ir tanto alternando elas dentro do horário de funcionamento quanto lançar novas periodicamente. A série Kid Icarus também poderia receber um tratamento semelhante, reproduzindo a experiências dos estágios de Uprising (3DS).

Mansão do terror com Luigi's Mansion

Luigi conquistou seu espaço no universo da Nintendo com a série Luigi's Mansion, que explora uma mistura de humor e suspense muito interessante. E, em parques de diversão, é comum haver mansões do terror, para fazer até o mais corajoso dos visitantes soltar uns gritos de pavor. Obviamente, a coisa não seria tão tenebrosa em um parque da Nintendo, mas poderia, sim, assustar um pouco. O passeio em questão poderia misturar elementos das mansões do primeiro e segundo Luigi's Mansion, assim como de outros ambientes fantasmagóricos do universo de Mario, como Boo's Mansion (Paper Mario) e Twilight Town (Paper Mario: The Thousand-Year Door). Os visitantes poderiam interagir com os fantasmas da mansão através de réplicas da Poltergust 3000 ou 5000. Com as atuais técnicas de projeção holográfica existentes, seria uma atração incrível!

Splatoon de verdade

Que outra franquia da Nintendo conseguiu se tornar tão rápido uma mania tão generalizada quanto Splatoon? Ok, Pokémon poderia ser uma resposta, mas vamos nos voltar agora para o multiplayer do ano de 2015. Não seria incrível reproduzir partidas de Splatoon em cenários reais? A brincadeira poderia funcionar através de armas de água ou, quem sabe, utilizar tecnologias de tiro virtual, como na atração Toy Story Midway Mania. De qualquer forma, hologramas de Callie e Marie com certeza seriam responsáveis por dar as instruções dessa atração!
Vai dizer que você não iria querer viver uma Turf War de verdade?

Um passeio pelas minas de Donkey Kong Country

Muitas das fases mais difíceis da série Donkey Kong Country envolvem os odiados e amados carrinhos de mineração. Que tal transformar essa icônica experiência em uma montanha-russa? Não precisaria ser tão rápida quanto a de F-Zero, mas uma atração que nos permitisse visitar vários cenários dos jogos da macacada. Em Donkey Kong Country: Tropical Freeze (Wii U), as fases em trilhos se tornaram ainda mais dinâmicas e, em Donkey Kong Country 2: Diddy's Kong Quest (SNES), tivemos até fases desse tipo ambientadas num parque de diversões! Haveria muito o que explorar numa atração desse tipo.

PokéTour!

A franquia Pokémon já conta com mais de 700 monstrinhos divididos por seis continentes e responsáveis por inúmeras boas memórias de todo mundo que já embarcou na jornada rumo ao título de mestre. Seria difícil escolher uma atração para contemplar todo o universo da série, mas achamos que Pokémon Snap (N64) seria uma boa inspiração. Os visitantes entrariam em carrinhos semelhantes ao Zero-One e embarcariam num tour à la Wild Africa Trek, atração do parque Animal Kingdom.
Só não pode levar os Pokémon pra casa, viu?
Pelo caminho, daria para conhecer inúmeros Pokémon em seus habitats naturais, além de, é claro, tirar fotos deles e imprimi-las ao fim do passeio. Como há muitos monstrinhos para uma só atração, seria legal se houvesse algum rodízio na aparição de cada um, aumentando o fator replay do brinquedo.

Uma alucinante Rainbow Road

Montanhas-russas no escuro se tornaram bem comuns em parques de diversão. A combinação da sensação do desconhecido perante a falta de visibilidade e a alta velocidade do brinquedo criam uma experiência eletrizante. Num parque da Nintendo, a Rainbow Road, de Mario Kart, combinaria perfeitamente com esse tipo de atração. Mergulhados no espaço sideral, os visitantes acompanhariam o trilho arco-íris da montanha-russa em meio a um show de luzes coloridas. Não faltariam referências às muitas versões da Rainbow Road!
Só esperamos que os visitantes não caiam para fora da pista tanto quanto nos jogos

Palco de eventos, torneios e apresentações

Um parque da Nintendo não precisa ser apenas um lugar para visitar atrações e comprar produtos, mas também um local para a Big N celebrar seus mais variados torneios. As competições de Pokémon, por exemplo, poderiam ser sediadas no próprio parque — quem sabe com representações holográficas das batalhas. O mesmo para os torneios de Mario Kart, Super Smash Bros. e outros jogos. Além disso, anúncios de jogos (como os Nintendo Direct) também poderiam ter versões ao vivo no próprio parque. Com certeza seria o melhor palco para assistir a esse tipo de coisa.

Estoques infinitos

Às vezes, é difícil encontrar o jogo que queremos nas lojas. Pior ainda é tentar achar aquele raríssimo amiibo à venda. Um parque de diversões seria a oportunidade perfeita para a Nintendo criar mais uma loja definitiva de seus produtos. Semelhante à Nintendo World Store, em Nova Iorque, essa loja conteria todos os jogos, acessórios e aparelhos disponíveis. Será que estaríamos forçando a barra demais se pedíssemos que também vendessem produtos das gerações anteriores?

O museu definitivo

E já que falamos em produtos das gerações anteriores, precisamos lembrar também que um parque da Nintendo simplesmente precisa de um museu com toda a história da empresa! Ok, o mais interessante da Big N, hoje em dia, é a sua trajetória no mundo dos games, então não tem problema desconsiderar os muitos outros ramos em que a empresa trabalhou. Já existem muitos museus de videogame famosos pelo mundo, mas um feito pela própria Nintendo não só incluiria tranquilamente todos os produtos históricos dela como também teria raridades, como protótipos de consoles e edições especiais dos aparelhos.

Hospedagem à la Animal Crossing 

Muitos parques de diversão incluem também hotéis para os visitantes, para já deixá-los pertinho do parque e no clima das atrações. E a Nintendo tem franquias de sobra que poderiam embelezar este aspecto do parque. Não seria incrível se a hospedaria do parque fosse inspirada nas vilas de Animal Crossing? Assim, cada quarto seria uma casinha, que poderia ser identificada por um dos vários vizinhos animais da série. Elementos de Tomodachi Life também poderiam entrar na jogada. De quebra, a locomoção entre o parque e o hotel poderia ser feita através de um dos veículos que introduz o jogador à vila logo no início dos games da série Animal Crossing.
Não seria legal se as estações do ano também mudassem assim como nos jogos? Espera, isso já acontece na vida real!

Easter eggs, obviamente!

Um parque seria o local perfeito para a Nintendo fazer algo que sabe fazer de melhor: encher de easter eggs e referências a vários jogos. Seria incrível encontrar Star Coins e Energy Tanks escondidos pelo parque, ouvir a Totaka's Song aleatoriamente entre as músicas do parque ou encontrar rachaduras nas paredes para supostamente explodí-las com bombas. Não faltaria detalhes interessantes para a Nintendo adicionar ao seu parque, e qualquer gamer que se preze passaria o dia todo procurando por eles.
E você, leitor, quais atrações e demais coisas gostaria de ver num parque da Nintendo? Esperamos que chegue logo o dia de conferir quais de nossas apostas se concretizaram!
Revisão: Luigi Santana
Capa: Felipe Araújo 
Rafael Neves é estudante de psicologia na UFBA e planeja ingressar no mundo da literatura como escritor. A paixão por videogames e a vontade de escrever unem-se na experiência como jornalista do ramo. Também trabalha em sua HQ virtual. Encontre-o no Facebook.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais