Paper Mario: Descubra os fatos mais curiosos da saga

Você sabia que quase existiu um Super Mario RPG 2? E que alguns personagens tiveram seus nomes trocados em diferentes regiões? Paper Mario esconde mais que Toads em suas páginas.


"Papel cobre pedra". Com certeza você já brincou desse jogo com seus amigos, mas de onde será que surgiu a inspiração para criar um RPG com a turma do Mario num mundo feito de papel, jornal e papelão? Parece que Paper Mario esconde mais que adesivos e cores em suas páginas. Embarque nesse mundo de dobraduras e prepare-se para descobrir coisas inimagináveis sobre a série de RPG mais querida da Nintendo. Só não vá se cortar com o papel!

1.

O primeiro jogo da série Paper Mario seria chamado de “Super Mario RPG 2” e teria gráficos semelhantes aos utilizados em Super Mario World, para o Super Nintendo. Devido a problemas internos com a antiga Square Soft (antiga Square Enix), o título do jogo foi alterado para "Super Mario Adventure" e teve seu estilo visual modificado graças ao designer Naohiko Aoyama, após criar um desenho de Mario baseado em livros de histórias infantis, em seu tempo livre.


2.

O diário de Luigi pode ser encontrado em seu dormitório em Paper Mario (N64) e ele contém alguns segredos como, o quanto gostaria de ter seu próprio game e que tem muito medo de fantasmas. Mal Luigi sabia que Luigi’s Mansion (GC) já estava em desenvolvimento naquela época.


3.

Super Paper Mario (Wii) seria um jogo exclusivo do Game Cube, no entanto, foi movido para o próximo console da Nintendo, o Wii, para aproveitar seus novos sensores de movimento.

4.

Na versão japonesa de Paper Mario: The Thousand-Year Door (GC), a personagem Peeka Boo utilizava orelhas de coelho. No entanto, em sua localização para as Américas, a personagem ganhou orelhinhas de gatinho. A troca ocorreu, provavelmente, para que não houvesse ligação com as orelhinhas utilizadas pelas Coelhinhas da Playboy ( ͡° ͜ʖ ͡°).

5.

Na versão japonesa de TTYD, existe uma casa com o contorno de um Toad marcado no chão com giz, com sangue seco em volta. Isso foi retirado na versão americana, visto que remetia muita violência para um jogo considerado livre. A polícia científica de Toad Town curtiu isso.

6.

Inicialmente, Paper Mario: Sticker Star (3DS) traria parceiros para Mario, assim como nos jogos anteriores. Mas a ideia foi posta de lado, para dar mais enfoque nos adesivos presentes no jogo. Quem sabe isto teria salvo o jogo no Metascore

7.

Em Boo Mansion, se Mario saltar para dentro de um certo vaso, seu sprite será substituído por sua versão 8-bit de Super Mario Bros. (NES). "It's me, Mario!"

8.

Muitos compositores famosos estão na trilha dos jogos da série Paper Mario, como Yuka Tsujiyoko, de Fire Emblem, Koji Kondo, de Zelda e Taishi Senda, de Advance Wars.


9.


As primeiras imagens vazadas de Paper Mario original mostravam sprites de personagens de Yoshi’s Island (SNES/GBA), como Poochie e Nep-Enut, que nunca apareceram na versão final do game.

10.

O Paper Mario original, para Nintendo 64, foi inicialmente planejado para o Nintendo 64 DD, mas a ideia foi logo abandonada.

11.

Os Koopa Brothers de Paper Mario são uma clara referência às Tartarugas Ninja da televisão. Sabe o nome de cada uma delas?


12.

O inimigo Fracktail possui uma fala que faz referência a The Legend of Zelda II: The Adventure of Link (NES). Em certo momento da luta ele diz: “I am Error”, frase muito conhecida entre os fãs da série Zelda. E não, ele não é um erro!

Attachment

13.

Nos dados internos de Paper Mario, existe uma skin da Princesa Peach beijando alguém que nunca foi utilizada. Provavelmente, seria usada nos momentos finais do jogo, ou algo do tipo. Mario ficou sem seu beijinho de agradecimento.


14.


No Japão, o personagem Doopliss recebe o nome de Ramperu, uma alusão a "Rumpel", derivado do conhecido personagem do conto de fadas alemão, Rumpelstilskin. Já que, assim como no conto, você deve adivinhar o nome dele.

15.

No primeiro capítulo de TTYD, Mario visita Petalburg, homônimo da cidade de Pokémon Ruby & Sepphire (GBA), onde você adquire as pedras evolucionais Sun e Moon. Em Paper Mario, por sua vez, Mario também adquire os itens Moon Stone e Sun Stone.

16.

O nome dos membros do Dojo, em Paper Mario, Chan e Lee, são uma referência aos famosos atores de filme de luta, Jackie Chan e Bruce Lee. Ou se você preferir:




17.

Na versão americana de Super Paper Mario, o inimigo Dimentio insulta Luigi com a palavra “shag”, referente ao seu bigode emaranhado. Na versão europeia, a palavra é substituída por “pushover”, já que a palavra anterior possui referência de cunho sexual no Reino Unido. "Mamma Mia, Mario!"

Attachment

18.

Super Paper Mario possui uma lista de muitos inimigos que nunca foram utilizados e seus dados internos. Muitos deles, vindos do primeiro jogo para Nintendo 64.

19.

A personagem Vivian possui gêneros diferentes para cada região. Nas Américas, Vivian é retratada como uma garota, enquanto que na Europa, Vivian é um menino. No Japão, Vivan é um menino que gosta de se vestir de menina.

20.

Existe uma badge em Paper Mario pra N64 que nunca foi utilizada. Trata-se da "Anger's Power", que deixaria Mario enfurecido e poderia utilizar somente ataques físicos, semelhante ao que ocorre com o status "Berserk" na série Final Fantasy.

21.

Se você chacoalhar seu 3DS enquanto joga Sticker Star, os adesivos especiais na tela de baixo irão brilhar, semelhantes a adesivos de verdade!

22.

No inicio de sua produção, TTYD seria chamado de "Paper Mario 2", mas logo ganhou o subtítulo de "The Thousand-Year Door". O antigo título provisório foi visto por poucos em imagens vazadas no inicio da produção do jogo.


23.

Se você aceitar entrar para o lado de Dimentio em Super Paper Mario, o jogo acabará e você verá uma tela de Game Over.


24.


Um Gold Fuzzy pode ser visto na contra capa do guia oficial de Super Paper Mario da Nintendo Power. No entanto, nenhum Gold Fuzzy aparece ao longo do jogo.

25.

Paper Mario: Sticker Star é o único jogo da série onde não podemos visitar a casa do Mario. Entretanto, já sabemos que será possível retornar á casa do bigodudo em Paper Mario: Color Splash, que será lançado em breve para o Wii U.


Felipe Calvi Felipe Calvi é professor de física formado pela UNESP e vive antenado no mundo dos games desde que ganhou seu primeiro console em 1994. Apaixonado por tecnologia, design e ciência, é redator do Nintendo Blast e pode ser encontrado em seu Facebook

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais