Top 10

Paper Mario e os dez momentos mais engraçados na série

Com um humor simples, a franquia agrada a todos os jogadores.


A franquia Paper Mario é famosa pelo seu humor simples. Aqui as aventuras de Mario se passam com os personagens feitos de papel, como o nome já diz. E, para celebrar o lançamento do mais novo jogo da franquia, Paper Mario Colour Splash, vamos trazer um Top 10 com os momentos engraçados dos jogos.

10 - O comercial de Paper Mario

Se você viveu nos anos 90, então com certeza irá se lembrar de todos aqueles comerciais de gosto duvidoso que iam ao ar naquela época. E nessa categoria podemos colocar também os anúncios de videogame da época.

Paper Mario ganhou um comercial bizarro para promover o jogo. A Nintendo produziu um comercial com os personagens feitos de papel e mesclou com imagens do jogo. O resultado é ao mesmo tempo bizarro e divertido.

9 - Bowser esmaga Rawk Hawk 

O nono é quando acompanhamos Bowser chorando as pitangas no jogo Paper Mario: The Thousand Year Down. Bowser começa a reclamar que as coisas nunca dão certo para ele e que o desagradável do Mario está sempre se intrometendo e atrapalhando seus planos. Kammy Koopa aparece então em sua vassoura voadora e o informa que as tropas encontraram alguma coisa, mas o local é impenetrável. Bowser ri disso, dizendo que consegue entrar lá facilmente.

E então uma coisa muito divertida acontece: Bowser é levado para uma tela muito similar àquelas de castelo do Mario World. Só que, em vez de comer cogumelos para crescer, ele come pedaços de carne e vai ficando cada vez maior! Ao chegar no fim do caminho, eles entram em uma sala com o tão desejado Crystal Star.

Quando estão prestes a pegar o desejado item, Rawk Hawk aparece para estragar o momento. Hawk tenta mostrar a sua superioridade, gabando-se de ser um grande lutador, Bowser o ignora e o chama de fraco. O lutador perde a cabeça e ataca com uma voadora de dois pés, Bowser pula e esmaga o agressor. 

Só que esse pulo balança a sala toda, o Crystal Star balança na parede e cai no chão. Rachando no meio. Bowser faz uma cara de incredulidade, boquiaberto e com o olhar perdido no nada, lembrando bastante o meme do Patrick, do Bob Esponja. Enquanto isso, Kammy Koopa balança os braços debilmente até perceber que o item quebrado é feito de vidro, uma mera imitação. E mais uma vez Bowser fica revoltado. A cena termina com ele batendo o pé no chão furiosamente.

8 - O Capitão falastrão e sua embarcação

No começo do capítulo 5 de Paper Mario: The Thousand Year Door, Mario pega uma carona num navio pirata de Flávio para ir até a pavorosa Keelhay Key. Durante a viagem, Flávio escreve em seu diário que quer mostrar para todos que é corajoso. Agradece pelos bons ventos. Durante a noite, horas antes de chegar ao destino, Flávio começa a cantar e faz um discurso sobre o quanto é corajoso e os tesouros que vai pegar na ilha. E ele começa a falar sobre o seu grande “conto de bravura”.

A tripulação nem presta atenção, comentando que não tem como ninguém fugir dali e que o jeito é esperar que ele termine o falatório. No meio do discurso, o barco para de se mover. A tripulação avisa o capitão, que fica bravo por terem interrompido a sua história e manda que seus tripulantes resolvessem a situação.

Pa Patch então sobe no mastro para ver se tem alguma coisa atrapalhando, e, enquanto ele está olhando em volta, uma bola do fogo azul aparece e o cutuca. Quando ele se vira, ela some. Ele então volta a procurar alguma que esteja atrapalhando o barco quando é cutucado de novo. Ele olha para trás e vê a bola de fogo e toma um baita susto e corre para junto dos outros tripulantes. Ao chegar no deque diversas outras bolas de fogo aparecem e eles percebem que se tratam de fantasmas.
aaaaaaaaaaaaaa
O capitão pede para que movam o barco, mas é tarde demais. Os fantasmas tomam conta do entorno do barco. Todos entram em pânico e o barco afunda. Mas deram sorte: eles acabam na ilha para onde estavam indo. Flávio então conta todas as aventuras que tiveram na ilha e o que fizeram para sobreviver ao naufrágio.

7 - A crise do papel

Nesse jogo, Mario anda acompanhado com criaturas chamadas de Pixl, e em uma parte do jogo chegamos a uma parte árida e montanhosa. Ao passar pelo topo de um monte, vemos uma rachadura brilhando, e, ao passar no meio dela, um som é emitido. Seguindo em frente, encontramos uma porta trancada por chave. Mas nenhuma explicação é dada.

Ao seguir em frente, encontramos uma cabine de banheiro químico. Do lado de fora, há uma lula verde tremendo muito. Ao bater na porta, um diálogo aparece, e alguém começa a implorar por papel. Sua fala é cantada e mistura o francês com o inglês.

Então entregamos o papel, a lula verde perde o controle e diz que está prestes a explodir e abre a porta. De lá sai Fleep, Pixl que parece um clipe de papel com óculos, um rabo e duas pequenas asas. Ele agradece imensamente pela ajuda prestada e resolve se juntar a turma do bigodudo. A lula então dá a descarga, sai e diz que precisava muito daquilo, passando também a seguir o nosso herói.

6 - Peach e as maçãs

O sexto momento acontece no jogo Super Paper Mario. A Princesa Peach está tirando um cochilo encostada em uma árvore e Mario, Luigi e Bowser tentam acordá-la para seguir com a jornada. O vilão então dá um tremendo rugido que faz tudo tremer e quase derruba os irmãos. A princesa, contudo, ronca tranquilamente.

Quando Luvbi aparece e diz que ela comeu do fruto dourado e que poderá dormir por cem anos, o trio fica chocado. Tippi então pergunta se tem algo que possa ser feito, e Luvbi diz que eles precisam rezar.

Mas então ela lembra: seu pai disse que alguns frutos taboo podem ajudar a acordar a princesa. Ao retornar com os frutos, eles tentam então acordar a dorminhoca. O primeiro fruto tentado é a Blue Apple. E ela come, ficando minúscula. Eles tentam então o segundo, a Yellow Apple, que a acorda. Mas um bigode aparece na sua cara! Ela pede cera labial e cai no sono novamente.

A terceira tentativa é a Red Apple, que faz com que ela acorde, mas, segundos depois, ela fica gigante! Em alguns instantes, porém, ela volta ao normal, dormindo. A penúltima tentativa é a Pink Apple. A princesa come e vira um pêssego! A piada aqui fica pelo nome dela que é igual ao da fruta. A última tentativa é a Black Apple. Ela come e começa a sentir nojo, dando em seguida, segundos depois, um grito de que é muito nojento!

5 - O mistério do assassinato

Ao chegar na cidade de Shiver City e entrar na casa do prefeito da cidade, Mario está em uma cena de crime: o prefeito foi assassinado. O investigador aparece e a esposa do falecido acusa o bigodudo. Ela diz que ele invadiu a casa e que após isso o corpo foi encontrado.

O agente da lei então parece ficar animado e assustado ao mesmo tempo. Ele recita os livros que ele é fã e pergunta se Mario jura que não cometeu o crime, forçando nosso herói a encontrar o responsável por aquela atrocidade para provar a sua inocência.

Mario sai da casa do prefeito e ouve a conversa de alguns pinguins que estão do lado de fora: eles dizem que aquela situação parece um caso do famoso autor Herringway. O bigodudo então precisa entrar na casa do escritor, mas ele está em uma sala secreta e consegue entrar pela casa vizinha. E lá Mario acusa o romancista de cometer o assassinato do prefeito, já que o caso parece coisa de um dos seus livros. O autor chama nosso herói de doido e resolve ir na casa do prefeito. Os dois seguem para o local do crime.

Ao chegar lá, Mario aponta para o investigador que o morto está segurando um papel. O pinguim da lei acha um absurdo, pois ele, como profissional, teria notado, mas lá havia mesmo um escrito com o nome de Herringway, que é prontamente acusado pelo oficial. O autor acha um absurdo e diz que jamais faria aquilo, pois é amigo do prefeito. O policial acusa mais uma vez o escritor, enquanto a esposa continua achando que Mario é o autor do crime. E então o corpo começa a se mexer.

A esposa grita e acha que seu marido virou um fantasma, e ele então explica o que aconteceu. O prefeito foi pegar um presente para Herringway na prateleira e escorregou e caiu. Ele entrega então o presente para seu bom amigo, que parte para escrever o seu romance. O investigador parece chateado por nada ter acontecido de verdade e vai embora. E assim se resolve o caso do assassinato de Shiver City.

4 - O Simulador de Namoro

Em Super Paper Mario, a Princesa Peach está a procura de Francis, um camaleão gigante e muito tímido. Ela entra nos seus aposentos e ele toma um tremendo susto ao vê-la; sua voz fica tremida, e ele fica chocado quando ela diz que queria falar com ele. Francis fica doido e passa a falar que tem uma gatinha no seu quarto, passando a ficar ainda mais nervoso. Então, tem uma ideia brilhante.

Ao utilizar o seu computador, ele transforma a cena em um simulador de namoro, que é muito popular no Japão, e a cena toda passa a ser um desses jogos. Francis faz de tudo para conquistar Peach, até que ele a propõe em casamento. Ela explode e pergunta quem é a pessoa que está escolhendo as suas respostas e grita querendo saber onde está Tippi.

Francis então checa em todas as suas opções, mas diz que não tem essa opção. Peach continua gritando brava e usa um Pixl, o Boomer, para explodir o gráfico do simulador de namoro implantado pelo tímido amante.

3 - O diário de Luigi

Dentro da casa dos irmãos, Mario descobre que ali existe uma parte secreta na casa. Ao entrar nessa nova sala, descobre que ali está o diário secreto de Luigi. Ele tem doze páginas e contém todos os segredos do irmão mais novo.

Na primeira página, ele reclama que seu irmão partiu sozinho em uma aventura e se lembra de quando eles jogaram golfe, tênis e outros esportes, além de dizer que remodelou a casa sem que o irmão soubesse, para poder ali escrever em paz no seu diário. Na segunda página, ele diz que um fantasma apareceu na cidade.Afirma que é um covarde que tem muito medo de fantasmas e não vê a hora de ver o seu irmão voltar. Na terceira página, diz que um Shy Guy apareceu na sua casa e ele diz que eles aparentemente vieram da Toy Box; ele até quer ir lá, já que talvez eles tenham um Nintendo 64.

Na quarta página, ele diz que uma família inteira de Goombas o visitou e que o Goombario estava com seu irmão e lhe deram um presente, um Goomnut, uma iguaria da Goomba Village. Após comê-lo, seu FP aumentou em 3 pontos. Na quinta página, ele escreve que seu irmão foi para a Lavalava Island montado em um atum e que acha isso muito injusto, porque queria muito montar ele mesmo em um atum! Na sexta página, fala que seu irmão salvou alguns Yoshis em Lavalava, acrescentando que sente um pouco de inveja de Mario. Na sétima página, ele diz que tem alguns fãs! E que tudo que queria era ter um jogo só para ele com seu nome no título. Isso te lembra algum jogo?

Na oitava página ele escreve sobre uma porta que apareceu em Toad Town que leva para a Flower Fields e ele aposta que várias Flower Spirits vivem lá. Na nona página ele questiona se utilizar um cachecol e um balde abriria um caminho, mas não diz pra onde. Na décima página ele diz que ficou preso no alçapão; não sabe se está usando muito ou colocando muito peso e vai passar um óleo para facilitar a coisa toda. Na penúltima página, ele diz que viu uma estrela cadente passar sobre o castelo da Princesa Peach e fez um pedido. E que, mesmo sendo aquele o seu diário secreto, ele não poderia escrever o pedido. Mas ele acaba escrevendo e apaga, e Mario ainda consegue ler que tudo o que Luigi queria era dormir na cama de cima da beliche. E na última página ele escreve que ficou sabendo que seu irmão finalmente salvou a Princesa Peach, e, mesmo que o Bowser tenha aumentado seu poder com a Star Rod, seu irmão conseguiu derrotá-lo mesmo assim. E tudo que quer agora é esperar pelo retorno do seu irmão para ouvir sobre as histórias que ele tem para contar.

2 - O caso do falso Luigi

No jogo Paper Mario: Thousand Year Door, Mario pode aceitar algumas missões de
um quadro disponível em uma casa. Em uma delas, Toadia quer muito se encontrar com Luigi na fonte em Poshley Heights. Quando Mario chega ao local, ela fica um pouco desapontada e pede para nosso herói trazer o Luigi até ali, já que ela é muito fã dele e quer dar-lhe um bolo.

Mario então coloca uma fantasia de Luigi e fala com a fã. Ela surta e diz que consegue ver que aquele é o verdadeiro Luigi. Mario faz cara de que está se divertindo com a situação. A fã então entrega o bolo de chocolate para a imitação. Nesse momento, o verdadeiro Luigi aparece e pergunta por que o seu irmão está vestido como ele. A fã começa a gritar e chamar a polícia, chamando o verdadeiro Luigi de impostor. O irmão mais velho não faz nada; só assiste a cena. A mocinha continua falando e chamando Luigi de nojento. De coração partido, o verdadeiro Luigi diz que tudo aquilo é um pesadelo e vai embora chateado. Pobre Luigi.

1 -  O vilão apaixonado

O momento mais engraçado da franquia Paper Mario acontece na cena de introdução do Bowser em The Thousand Year Door. Bowser entra em seu castelo, querendo saber o porque foi convocado, quando um de seus minions informa que Kammy Koopa chegaria a qualquer momento para passar uma notícia.

Ele anda então pelo corredor e ouve uma conversa de um de seus minions, que disse que viu o tartarugão olhando para a foto da Princesa Peach e tagarelando sobre ela. Quando o pequeno Koopa percebe que seu chefe está ouvindo, ele toma um tremendo susto e pede desculpas.

Quando Bowser chega no topo da escada, Kammy Koopa aparece trazendo uma notícia para ele. Ela informa que Mario foi para uma cidade chamada Rogueport. Bowser fica bravo e pergunta se é babá do bigodudo agora. Kammy então informa que Mario está atrás de um grande tesouro chamado de Crystal Stars, e o vilão se anima e diz que quer possuí-los agora.

Depois ela pergunta se Bowser gosta de ovos fritos, pois ficou sabendo de um novo local e queria saber se poderiam fazer um piquenique. Bowser fica enfurecido por que não é hora de pensar em comida, reclamando que é por conta dessas coisas que seus planos nunca dão certo. Enquanto ele bate com o pé no chão, ela recebe uma triste notícia: alguém sequestrou a Princesa Peach antes dele. Furioso, ele monta no seu transporte voador e parte atrás da princesa que ele precisa sequestrar.
E esses foram dez momentos engraçados na franquia Paper Mario. Apesar das mudanças na jogabilidade através dos anos, seu humor continua firme e forte. Conhece mais algum momento que acabou não entrando na lista? Compartilhe conosco nos comentários. 
Revisão: Bruno Alves
Ailton Bueno escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais