Dicas e Truques

The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Switch/Wii U) — Dicas para iniciantes

Sobreviva aos perigos de Hyrule com nosso compilado de dicas.


The Legend of Zelda: Breath of the Wild é muito diferente dos outros títulos da série. Na nova aventura, Link explora uma Hyrule vasta, com mecânicas de jogos de mundo aberto — há grande liberdade e é possível explorar tudo como bem entender. Algo importante é que a maioria dos sistemas do jogo têm explicações opcionais ou um pouco ocultas, sendo assim separamos algumas dicas para explorar o mundo de Breath of the Wild com mais tranquilidade.

Abuse da habilidade de escalada

Uma das principais novidades de Breath of the Wild é o fato de que Link agora consegue escalar praticamente qualquer superfície vertical. Para isso, basta pular em alguma parede com o botão X. A barra de fôlego é consumida quando Link escala algo, sendo que o consumo é interrompido quando o herói está pendurado parado. Enquanto está agarrado a algo, o herói consegue pular ao apertar X novamente, porém essa ação consome grande parte do fôlego — use somente em situações de perigo.

Com essa habilidade, é possível acessar muitos locais com certa facilidade. Lembre-se somente de avaliar se Link consegue chegar até o topo sem ficar sem fôlego — o herói cai quando o medidor acaba, e até mesmo quedas medianas podem matar. Sempre observe a estrutura que você está escalando e procure pontos nos quais Link pode descansar e recuperar o fôlego. Quando o fôlego estiver acabando, é uma boa dar um último pulo para tentar alcançar alguma superfície para descansar. Evite escalar durante a chuva, pois as superfícies ficam escorregadias. Por fim, alguns equipamentos e receitas melhoram as habilidades de escalada de Link, use sempre que necessário.


Explore todos os cantos

Link está sozinho e precisa de tudo o que aparecer no caminho para conseguir sobreviver. Por toda Hyrule estão espalhados itens que ajudam essa tarefa:
  • Colete todos os consumíveis que encontrar pelo caminho. O limite para carregar esses itens é bem grande, não se preocupe em encher o inventário. Alguns itens, como maçãs e nozes, têm utilidade imediata; já outros, como partes de monstros, são essenciais para fazer certas receitas;
  • Encontrou uma estrutura suspeita, como uma grande coluna? Escale-a, pois provavelmente algum tesouro está no topo. Hyrule está repleta de locais assim;
  • A runa Magnesis do Sheikah Slate permite mover objetos de metal. Ative-a sempre que estiver perto de algum lago ou região com água, pois ela mostrará baús submersos. Depois de encontrados, basta usar seus poderes magnéticos para recuperá-los;
  • Fique de olho nos Koroks, os pequenos seres-folha espalhados pelo mundo. Eles normalmente se escondem em locais de difícil acesso e alguns exigem ações específicas para serem revelados, como resolver algum puzzle simples. Sendo assim, fique atento a lugares peculiares ou estranhos. Os koroks dão sementes que podem ser trocadas por certas vantagens;
  • Os escudos podem ser utilizados como uma espécie de prancha, o que permite deslizar pelos cenários. Para fazer isso, segure ZL durante um salto e aperte A. Essa ação desgasta rapidamente os escudos;
  • O fogo cria um ar quente que consegue levantar o Paraglider. Sendo assim, é uma boa alternativa criar fogueiras para alcançar locais altos mais facilmente. Para fazer uma fogueira, coloque madeira no chão e crie uma chama (pode ser com uma flecha de fogo ou com o item Flint, por exemplo).

Aproveite as ferramentas de mapa da Sheikah Slate

A Sheikah Slate é uma espécie de tablet que Link utiliza em sua nova aventura. Além de oferecer runas mágicas, o objeto também tem um mapa com algumas ferramentas úteis. Para ter acesso ao mapa de uma área, primeiro é necessário encontrar a torre da região. Depois disso, basta apertar — para abrir o mapa completo. Lá é possível colocar marcadores variados, como um para fogueiras de cozinha e outro para inimigos poderosos.

A Sheikah Slate também permite criar marcadores por meio de uma visão em primeira pessoa: aperte o analógico direito para entrar no modo em primeira pessoa, aponte para um local e aperte A para marcar o ponto de interesse. Os marcadores coloridos também aparecem no mini-mapa, o que é útil para navegar por Hyrule. Eles também podem ser convertidos para marcadores simples no menu.

Procure e complete as Shrines

Os Shrines são pequenos labirintos espalhados pelo mundo de Hyrule. Eles são completamente opcionais, mas há vantagens ao completar esses desafios. A primeira delas é que o local vira um ponto de teletransporte, o que facilita bastante a navegação pelo vasto mundo. A outra vantagem é a recompensa recebida ao completá-los: Link recebe um Spirit Orb, que podem ser trocados por mais fôlego ou um heart container nas estátuas da deusa Hylia. Boa parte desses mini-labirintos também contam com baús extras, procure-os quando estiver explorando esses locais.

Para encontrar os Shrines, utilize a visão em primeira pessoa da Sheikah Slate, de preferência de um local alto — eles são bem fáceis de ver, pois emitem uma luz laranja fluorescente. O tablet também conta com um radar de Shrines, obtido após ativar a segunda torre, que emite um som cada vez mais intenso quando há um mini-calabouço por perto.


Prepare receitas sempre que possível

Uma das grandes novidades de Breath of the Wild é a possibilidade de cozinhar variados pratos. A maior parte deles recupera a vida de Link, porém vários outros concedem efeitos adicionais. A jornada por Hyrule é bem difícil e é bem comum precisar recuperar vida, sendo assim cozinhe sempre que possível. Para preparar pratos, basta procurar as panelas espalhadas pelo mundo, acender o fogo e escolher até cinco ingredientes no menu para cozinhar. Algumas receitas não precisam de panela: basta colocar o item perto de alguma chama.

As receitas estão divididas em duas categorias, de acordo com os ingredientes utilizados. As refeições (meals) são feitas com frutas, carnes e legumes, e recuperam os corações de Link — algumas também têm algum efeito adicional. Já os elixires são poções focadas em efeitos especiais, como aumento de velocidade ou de fôlego, e utilizam insetos e partes de monstros como ingredientes. Na hora de cozinhar, fique atento à descrição do item, pois ela indica se ele é ingrediente de uma refeição ou de um elixir.

Cozinhar envolve tentativa e erro, mas é uma atividade bem intuitiva. Combinar maçã (Apple) com um cogumelo (Hylian Mushroom) cria um Mushroom Skewer, por exemplo. Adicione pimenta (Spicy Pepper) à essa receita e o resultado será um Spicy Simmered Fruit ,que além de recuperar corações aumenta a resistência ao frio por um minuto e meio. Basta ler as descrições e montar combinações que fazem sentido. A potência das receitas pode ser aumentada ao utilizar mais ingredientes. Por exemplo, um Steak Skewer feito com mais carnes (Steak) recupera mais corações, já um Spicy Simmered Fruit feito com três Spicy Peppers aumenta a resistência ao frio por mais tempo. Fique atento a um detalhe: misturar itens que dão efeitos diferentes faz com que o prato resultante não tenha efeito especial algum.

Alguns exemplos de receitas:

Receita
Ingredientes
Efeito
Steak Skewer
1 Steak
recupera 2 corações
Meat & Mushroom Skewer
1 Steak ou 1 Bird Meat + Hylian Shroom
recupera 3 corações
Energizing Elixir
1 Bokoblin Horn + 1 Stamella Shroom
recupera um pouco de fôlego
Spicy Elixir
Bokoblin Horn + Sizzlewing Butterfly
recupera 3 corações + aumenta a resistência a frio
Hearty Meat & Mushroom Skewer
1 Steak ou 1 Bird Meat + Hearty Truffle
recupera todos os corações + três corações temporários
Hasty Mushroom Skewer
Rushroom + Hylian Shroom + Steak/ Bird Meat
recupera 3 corações + aumenta a velocidade de movimento por 1:50 minutos
Sneaky Steamed Fish
Hyrule Bass + Blue Nightshade
recupera 2 corações + aumenta a furtividade por 2 minutos
Spicy Pepper Steak
Spicy Pepper + Hylian Shroom + Raw Meat
recupera 6 corações + aumenta a resistência a frio por 5:30 minutos
Spicy Sauteed Peppers
5 Spicy Pepper
recupera 5 corações + aumenta a resistência a frio por 10 minutos

Fique atento à durabilidade dos equipamentos

Desta vez, equipamentos como armas, escudos e arcos, estão espalhados pelo mundo. Além disso, todos eles têm durabilidade limitada e quebram depois de algum tempo de uso. É fácil ver a durabilidade dos equipamentos: itens completamente novos têm uma estrela brilhante do lado, já objetos quase destruídos ficam piscando em vermelho.

Não tenha receio em usar os equipamentos, mesmo com durabilidade limitada. Durante a aventura, Link encontra vários outros objetos e é até muito comum você ficar com o inventário de equipamentos completamente cheio. Sendo assim, jogue fora itens antigos ou fracos sempre que necessário. Uma recomendação boa é sempre levar consigo uma tocha ou arma de madeira (para colocar fogo nas coisas), uma arma do tipo marreta (para quebrar objetos como pedras) e uma folha (para jogar vento na vela de barcos).


Use sempre da furtividade

Link tem à disposição um modo que o permite se mover furtivamente. Para ativá-lo, aperte o analógico esquerdo — o herói andará agachado e fará menos barulho. Essa ação é muito útil para pegar inimigos desprevenidos, para domar cavalos e para caçar certos animais. Mas não basta ativá-lo para não ser notado, é necessário também andar lentamente e não produzir sons — fique atento ao medidor de barulho no canto inferior direito da tela. Certas roupas e itens aumentam a furtividade de Link.

De olho na temperatura

Hyrule tem regiões nas quais a temperatura é muito baixa ou muito alta. Caso Link não esteja vestido corretamente, o herói pode sentir muito frio ou calor, o que reduz a vida dele. Sendo assim, fique de olho na temperatura do corpo de Link por meio do medidor no canto inferior esquerdo — avisos visuais e sonoros aparecem quando o herói está em perigo. Para lidar com isso, vista Link com roupas apropriadas (há um indicador mostrando isso nos atributos dos equipamentos) e cozinhe comidas que aumentem a resistência a temperaturas extremas.

Use fogueiras para passar o tempo

Um uso importante para as fogueiras é passar o tempo. Basta se aproximar de uma chama, escolher a opção “Sit” e escolher um período do dia. Isso é útil para não explorar o mundo de noite, pois tudo é mais perigoso por conta da visibilidade reduzida e dos esqueletos que brotam do chão. Lembre-se que é possível criar uma fogueira em praticamente qualquer lugar com madeira e pedra Flint.

Configure os controles

Breath of the Wild é o primeiro Zelda a ter um botão dedicado à ação de pular, porém isso é mapeado para o botão X, o que pode ser estranho para alguns. No menu é possível trocar os botões de pular e correr, teste as duas opções e veja o que fica mais confortável para você.

Domine as técnicas de combate

A batalha de Breath of the Wild segue o tradicional sistema dos últimos jogos. Porém desta vez Link tem à disposição algumas técnicas para acabar com os inimigos:
  • Aparando golpes com o escudo: equipe um escudo e defenda com ZL. Quando um inimigo atacar, aperte A no momento certo para aparar e repelir o golpe. Caso feito corretamente, permite utilizar o Flurry Rush logo em seguida;
  • Ataque carregado: segure Y para preparar um ataque carregado. Este golpe consome a barra de fôlego e cada arma tem um golpe diferente;
  • Flurry Rush: esse golpe funciona como um poderoso contra-ataque e só pode ser ativado depois de esquivar ou aparar um ataque inimigo. Para isso, trave a mira com ZL e espere o oponente golpear. Quando o ataque estiver quase acertando, esquive saltando para trás (alavanca para longe do inimigo + X) ou para o lado (alavanca para esquerda/direita + X). Se feito corretamente, a ação ficará em câmera lenta e o Flurry Rush poderá ser utilizado ao apertar Y repetidamente;
  • Câmera lenta ao atirar flechas: prepare o arco durante o salto para fazer com que a ação fique em câmera lenta, o que permite atirar com maior precisão. Essa ação consome a barra de fôlego, fique atento a isso;
  • Ataque furtivo: entre no modo de movimentação furtiva (aperte o analógico esquerdo) e mova-se lentamente para as costas de um inimigo desatento ou que esteja dormindo. Quando Link estiver bem próximo do monstro, aperte Y para desferir um golpe extremamente forte que não alertará os outros inimigos.

Além disso, é importante prestar atenção em alguns outros detalhes:
  • Flechas e outros projéteis dão o dobro de dano caso acertem a cabeça do alvo;
  • É possível desarmar inimigos ao atacá-los quando eles golpeiam. Monstros desarmados são bem mais fáceis de derrotar;
  • Armas de combate corpo a corpo podem ser lançadas como se fossem projéteis. Para isso, basta segurar o botão R para mirar e lançar. Armas que estão quase quebrando (aquelas que estão piscando em cor vermelha no inventário) dão dano crítico caso acertem o alvo;
  • Cada arma tem peso, golpes e velocidade de ataque diferentes. Sendo assim, teste-as fora do combate e troque de acordo com a situação.

~

Com essa dicas, a jornada de Link será bem mais fácil. Sabe de algo que não mencionamos? Não deixe de dizer nos comentários!

Colaboração: Renan Greca
Farley Santos é brasiliense e gosta de explorar games obscuros e pouco conhecidos. Fã de Yoko Shimomura e Motoi Sakuraba, é apreciador de boardgames, game music, fotografia, livros e animes. Além de mostrar seus cliques no Flickr, tem também um blog onde escreve sobre inúmeros assuntos.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook