Perfil

Roy, o jovem nobre de Pherae

Roy é um dos personagens mais marcantes da franquia Fire Emblem e hoje falaremos sobre ele.

Roy é o protagonista de Fire Emblem: The Binding Blade (GBA) e também considerado pelos fãs um dos personagens mais populares da franquia. Criado pela Intelligent System e publicado pela Nintendo, o jogo em que o herói estrela foi lançado em março de 2002 no Japão, enquanto sua primeira aparição ocorreu em 2001. O carisma do jovem foi tão grande que ele aparece em diversos outros jogos e também através de DLC.


Quando os reinos se colidem

Observando as origens do personagem, foi com o jogo Fire Emblem: The Binding Blade que o jovem protagonista possui a sua história explorada ao máximo. A história do game se passa no continente de Elibe, que é dividido em cinco reinos. Um destes reinos, Bern, um reino monárquico com incrível poder militar, invade subitamente os territórios mais próximos e começa a controlá-los, quebrando, dessa forma, a paz que havia no continente. Bern então mira o seu olhar para o reino de Lycia.

É neste momento que Roy é convocado para liderar o exército de Pherae, já que Eliwood, pai do garoto e protagonista de Fire Emblem: The Blazing Blade (GBA), está doente. O jovem encontra a Princesa Guinevere, irmã do rei de Bern, que busca uma forma de acabar com a guerra e impedir que seu irmão tenha sucesso. Nossos heróis passam por muitas dificuldades mas conseguem, ao final da aventura, salvar o mundo e deter o rei Zephiel.

Jovem Leão

Possuindo o título de jovem leão (Young Lion), Roy, debutou em Super Smash Bros. Melee (GC), sendo o único personagem a aparecer primeiro na franquia de luta da Nintendo ao invés de aparecer em seu próprio jogo, Fire Emblem: The Binding Blade, lançado cinco meses após Super Smash Bros. Melee.O aparecimento do garoto surpreendeu e intrigou os fãs, aumentando o interesse na franquia Fire Emblem e fazendo com que a Nintendo decidisse lançar a franquia para o ocidente.


Porém, apenas os títulos após The Binding Blade começaram a ser lançados para o ocidente, o que fez com que o jogo de Roy fosse o último exclusivo japonês. No game de luta, Roy possui movimentos semelhantes ao de Marth, protagonista de Fire Emblem: Shadow Dragon and the Blade of Light (NES), mas os de Roy são mais lentos e fortes e possuem efeito de fogo, já que ele utiliza a espada selada (Binding Blade). Em Super Smash Bros. (WiiU/3DS), Roy retorna com algumas mudanças que o tornam um pouco diferente de Marth.

Roy também aparece em Fire Emblem Heroes (Android/IOS), jogo lançado para android e iOS, agora sob o controle da vilã, em que devemos derrotá-lo. Feroz como inimigo e excelente aliado, ao conseguir o personagem, vemos que ele se demonstra um poderoso ser capaz de derrotar todos os inimigos em campo sozinho.






Ele também aparece em Fire Emblem: The Blazing Sword. Neste epílogo, que se passa 15 anos após os eventos do jogo, Roy acompanha seu pai, Eliwood, em uma visita ao seu melhor amigo, o marquês de Ostia. É então que ele conhece a filha de marquês e ambos saem correndo para brincar enquanto seus pais discutem.

O herói também aparece como personagem jogável e possui um capítulo (DLC) na história de Fire Emblem: Awakening (3DS). E em Fire Emblem: Shadows of Valentia (3DS), ele pode ser sumonado através da utilização de seu Amiibo, ao que se torna algo como um fantasma desaparecendo após alguns turnos.

Qualidades de um líder

O personagem Roy é um jovem idealista, direito e cheio de ideias, buscando sempre ajudar os outros, sejam amigos de infância ou pessoas a quem ele acabara de conhecer. Diferente de outros protagonistas, o jovem é astuto e perceptivo, descobrindo que um de seus aliados era mais do que aparentava e revelando um traidor da aliança de Lycia.

Sua reação reúne, de forma calma e tática, a expressão para notícias que conseguiram abalar muitos de seus aliados. Possuindo um grande desejo de restaurar o continente de Elibe, Roy busca uma opção pacífica, evitando dessa forma o derramamento de sangue desnecessário, preservando seus soldados e amigos.

Mesmo optando por seguir pelo caminho da espada, porém, sua mentora é uma usuária de magia e, apesar dessas qualidades do jovem, ele é bem desatento para o sentimento que as mulheres desenvolvem em relação a ele. Essas qualidades e defeitos são mencionados durante conversas entre os personagens.

Nobre de Pherae

Ainda segundo os eventos de Fire Emblem: The Binding Blade, Roy possui 15 anos no início da trama e é  considerado o único protagonista. Como normalmente acontece nos jogos da franquia, ele começa com baixos status e vai se tornando cada vez mais forte com o passar do tempo. Sua mudança de classe só ocorre próximo ao final do jogo, no capítulo 22, quando ele se torna o Master Lord.


Essa mudança de classe próxima ao final limita seu potencial, mas é reversível se o jogador tiver tempo e paciência. Recolhendo as armas divinas, o jovem se torna ainda mais forte contra os chefes dos mapas finais, e, por possuir boa afinidade, é recomendado pegar suporte com personagens que possuem excelente potencial, como Lilina.

Roy ainda possui uma arma incrivelmente poderosa, a espada selada (Binding Blade), uma espada divina que as lendas dizem ser mais poderosa que as armas sagradas, sendo que perto do cabo é onde a espada inflige mais dano em seus inimigos. A espada possui uma ligação com Roy, sendo presa a ela, ela ainda possuía um selo que foi rompido pelo herói para possibilitar ao jovem derrotar Zephiel e o dragão demoníaco.

Fim da Jornada

Ainda no roteiro de Fire Emblem: The Binding Blade, após derrotar Zephiel e Idunn, o dragão demônio que estava sob o comando do vilão, Roy, consegue salvar Elibe das garras do tirano e retornar a Pherae. Buscando restaurar o continente danificado pela guerra, o jovem deixou muitas outras lendas ao curso de sua vida e por onde ia era bem recebido pelas pessoas.

O personagem Roy possui uma grande variedade de finais, relacionados a opções amorosas ou em que ele termina sozinho nesta história. Porém, todas essas opções dizem que ele consegue restaurar o continente, um processo que demora um bom tempo e que o jovem é amado e aclamado por todos como herói, recebendo propostas para participar de diversas côrtes.

Por seu carisma Roy arrebatou o coração de vários fãs da franquia, o que gerou aparições em diversos outros jogos. Infelizmente nenhum deles traz o herói como protagonista novamente, mas com o lançamento de Fire Emblem Warriors (Switch/3DS) esperamos que esse incrível personagem faça uma aparição e nos surpreenda novamente.

Revisão: Jaime Ninice
Antonio Stark escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook