THQ Nordic está decepcionada com o poder do Switch

A empresa não garante seus principais lançamentos na plataforma da Nintendo.



O site gamesindustry.biz publicou uma reportagem sobre como a THQ Nordic pode obter sucesso apesar dos fracassos de sua antecessora, a THQ. Uma das principais observações é sobre a relação da empresa com a Nintendo, que tem sido bastante diferente comparado à antiga THQ.


Segundo a reportagem, a THQ anterior colocava grande ênfase no mercado infantil e de família — principalmente com jogos baseados em licenças como Shrek, Bob Esponja e personagens da Disney-Pixar. Era um mercado dominado pelo Wii e pelo DS antes da ascensão do mercado mobile. Após alguns fracassos, a empresa mudou o foco para jogos mais "adultos", postura seguida pela encarnação Nordic.

Entrevistando Reinhard Pollice, um dos diretores da THQ Nordic, é possível entender a posição atual da empresa em relação à Nintendo e ao Switch.
Nós estivemos em contato com a Nintendo sobre o Switch por mais de um ano, então estivemos olhando para ele com nossos jogos atuais e... nós pensamos se é possível. É um pouco triste que eles não optaram por um hardware mais poderoso, mas é o que é, então temos que trabalhar ao redor disso.
A THQ Nordic surgiu com a compra de diversas propriedades da THQ pela Nordic Games, após a falência da empresa antiga em 2012. Atualmente, a empresa conta com apenas dois jogos de Switch em sua lista de lançamentos: Sine Mora EX e Battle Chasers: Nightwar. Ela também lançou recentemente Darksiders: Warmastered Edition (Multi) para Wii U.


Renan Greca Quando não está ocupado sendo diretor, redator, newsposter, podcaster e RP do Nintendo Blast, Renan Greca gosta de jogar videogames. Às vezes, lembra de focar em seu mestrado também.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook