Desenvolvedores afirmam que Nintendo está aberta para ter jogos maduros no Switch

Artigo publicado no Wall Street Journal indica que a Big N quer que estúdios tragam jogos adultos para o console híbrido.


O Switch parece marcar uma nova era para Nintendo. Após anos sem um forte apoio de empresas third party e enfrentar hiatos nos lançamentos no Wii U, a Big N está corrigindo seus erros no console híbrido. Mas a companhia também está interessada em ter jogos de temáticas adultas em sua nova plataforma.



Um artigo publicado no The Wall Street Journal revelou que a Nintendo está incentivando os produtores de jogos violentos ou com temas adultos a lançarem esses títulos no Switch. A pulicação menciona alguns exemplos como Nights of Azure 2: Bride of the New Moon, Shinobi Refle: Senran Kagura, Gal Gun 2 e Doom.

Segundo informações dos desenvolvedores para o jornal, a Nintendo quer mudar sua imagem de criadora de dispositivos apenas para famílias e os encorajou a lançar uma ampla gama de jogos no Switch. Takuya Aizu, diretor executivo da Inti Creates, pensou em não lançar Gal Gun 2 no console híbrido pelo fato da Big N não estar interessada no tipo de conteúdo, mas em conversas com a companhia, a ideia de trazê-lo para o Switch foi aceita. "Pensei que não seria possível lançar esse jogo para o Switch, mas surpreendentemente a Nintendo me deu feedback positivo", disse Aizu.
Em Gal Gun 2, o jogador dispara tiros de feromônios
em garotas para deixá-las eufóricas 
Um executivo de uma desenvolvedora externa informou ao jornal que a Nintendo "era possiva até agora, mas essa não é mais a palavra certa para descrever sua posição hoje". Takayuki Fujii, produtor de Gal Metal, acredita que a Big N está mais aberta para desenvolvedores e novas empresas. "A Nintendo abriu sua janela para mais desenvolvedores e tornou-se muito mais gentil para novas empresas nas suas plataformas", disse.

Entretanto, o The Wall Street Journal afirma que é muito cedo para avaliar o retorno dos esforços das companhias, citando como exemplo Nights of Azure 2, que vendeu 6.317 cópias desde que foi lançado em agosto, no Japão. Segundo um representante da Koei Tecmo, os números do Switch não são ruins, embora as vendas sejam maiores no PlayStation 4 porque há uma base instalada maior.

Para Hirokazu Hamamura, CEO da GzBrain, em entrevista para o site Mantanweb, os desenvolvedores estavam aguardando para ver o quanto o Switch venderia e começaram a trabalhar com o console agora. Ele acredita que veremos mais jogos dessas empresas a partir de 2019.

A Nintendo disse que os jogos em seus sistemas abrangem uma variedade de estilos de jogo, gêneros e classificações. "Assim como acontece com livros, televisão e filmes, diferentes conteúdos são destinados a diferentes públicos", afirmou a companhia.

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook