Jogamos

Análise: Typoman: Revised (Switch) prova que as palavras têm poder

Mesclando elementos de plataforma e puzzle, título é focado na criação de palavras para interagir com os ambientes.


Poucas pessoas lembram, mas durante o programa Nindies@Home, na E3 2015, Typoman foi um dos jogos independentes exibidos. Exclusivo do Wii U, seu conceito central era permitir ao jogador interagir com o cenário formando palavras. Apesar de uma ideia bastante interessante, a exclusividade não fez tão bem ao título, que certamente passou despercebido por muita gente.

Uma versão melhorada, intitulada Typoman: Revised, foi lançada para PC, PlayStation 4 e Xbox One entre o fim de 2016 e início de 2017. Agora, disponível no Nintendo Switch, o jogo continua provando que as palavras realmente possuem poder.

Palavras são sombras

O mundo de Typoman é obscuro e retrata a batalha entre o bem e o mal. Todos os cenários são 2D, sombrios e destruídos, mas muito bem trabalhados para criar o clima de um ambiente atroz. Controlando um herói formado pelas letras H,E,R e O, o jogador precisa escapar de inimigos mortais, também feitos de letras. Apesar de se dividir em trechos de plataforma e puzzle, é o segundo aspecto que mais se destaca.


Enquanto as seções de plataforma são simples e envolvem apenas timing para saltar obstáculos e abismos, os enigmas representam o ponto alto do jogo. Pelo caminho, o herói encontra letras avulsas e precisa não apenas reuni-las, mas também organizá-las para formar uma palavra que o ajude a continuar sua jornada. Para ativar uma plataforma ou um elevador, é necessário empurrar a letra O próxima ao N para formar ON; para abrir uma porta, organize a palavra OPEN.

Como você certamente já percebeu, Typoman é um jogo totalmente em inglês, ou seja, para aproveitá-lo é preciso conhecer o mínimo do vocabulário do idioma. Não há palavras incomuns, apenas que retratam ações e sentimentos, embora os painéis de Word Scramble (mistura de palavras) sejam os mais desafiadores. Diferentemente dos desafios das letras espalhadas pelo cenário, o jogador acessa um painel com letras específicas e pode formar qualquer palavra e de qualquer tamanho. O desafio é pensar em uma palavra que cause algum efeito no cenário para progredir.

Jogo de palavras

Um dos pontos positivos de Typoman é a liberdade que os desafios de Word Scramble proporcionam. Formar palavras boas como GOOD, HOPE, COVER ou SAFE cria um escudo para proteger o herói de investidas inimigas e gases perigosos. Para atravessar uma área de blocos desalinhados, é possível formar a palavra ORDER para alinhá-los ou você simplesmente pode juntar várias letras umas sobre as outras e subir nelas para alcançar o bloco mais alto.

O próprio jogo reconhece a liberdade criativa do jogador e traz diferentes e divertidas animações para determinadas palavras. Por exemplo, CAT faz o herói ganhar orelhas e cauda; com STAR, ele recebe uma iluminação e faz uma dancinha, enquanto que DEATH mata o protagonista instantaneamente ao atingi-lo com uma lápide. Essa mecânica instiga a descoberta por diferentes efeitos em Typoman.

Destaco aqui os enigmas de formar palavras com mecânicas que aproveitam elementos dos cenários. Para atravessar um declive cheio de água de chuva, ativada pela palavra RAIN, o herói deve se balançar por uma corda para juntar a letra D e formar DRAIN para drenar o líquido. Em um labirinto com buracos que teletransportam o protagonista para outro canto, é preciso reunir todas as letras para escrever ESCAPE. Esses desafios provam a genialidade do conceito de Typoman.

Sopa de letras

Em relação à versão original do Wii U, Typoman: Revised agilizou a ação de formar palavras. Enquanto no console antecessor era preciso carregar letra por letra e colocá-las em ordem, no Switch é possível abrir um painel ao apertar Y, deixar de lado letras indesejadas e formar a palavra rapidamente. O jogo apresenta melhores efeitos de iluminação e de animações, e não apresenta diferenças entre o modo TV e o modo portátil, inclusive não há uso especial das características do console híbrido.

Houve também a adição de colecionáveis. Explorando as fases, é possível encontrar aspas que criam uma espécie de plano de fundo para o protagonista. Infelizmente reunir todas as citações não oferece nada além do sentimento de conquista. Entretanto, o título manteve um aspecto negativo da versão do Wii U: sua curta duração. Typoman: Revised possui apenas o prólogo (que funciona como um tutorial) e três capítulos, fazendo com que seja possível finalizá-lo em poucas horas de jogatina. Não há um capítulo extra, um modo mais difícil ou alteração na disposição das letras das fases e falta incentivo para um replay. Pelo menos o título permite jogar novamente qualquer desafio já superado sem precisar recomeçar o capítulo.


Por outro lado, a nova versão adicionou minigames bastante divertidos. Enquanto no Word Hunter o desafio é formar o maior número de palavras possíveis com as letras disponíveis dentro de um minuto, no Antonymizer o objetivo é criar palavras para transformá-las em antônimos e encontrar as letras desejadas. Por exemplo, se você precisa de um W, basta formar UP e aproximá-la do inimigo LIE para revertê-la para DOWN. O bacana é que essa mecânica de antônimos também funciona dentro da campanha principal, bastando criar esse inimigo ao formar a palavra LIE.

Typoman: Revised é um jogo bastante criativo e mostra que as palavras têm o poder de mudar o mundo. Ele é como uma sopa de letrinhas e nos faz passar a maior parte do tempo tentando formar palavras certas. A principal diferença é que sua curta duração não sacia a nossa fome e nos deixa com aquele gostinho de “quero mais”.


Prós

  • Conceito de formar palavras interessante;
  • Liberdade criativa para solucionar enigmas;
  • Minigames divertidos.

Contras

  • O game possui curta duração;
  • Falta de incentivo para jogá-lo novamente e para reunir os colecionáveis.
Typoman: Revised — Switch/PC/PlayStation 4/Xbox One — Nota: 7.5
Versão utilizada para análise: Switch
Revisão: Vitor Tibério

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook