Top 10

Mario Party: The Top 100 (3DS) — Os minigames que mais fizeram falta

Apesar da excelente seleção presente na coletânea, vários minigames acabaram ficando de fora.



Completando 20 anos em 2018, a série Mario Party já nos presenteou com minigames extremamente criativos e divertidos. Ao longo das últimas duas décadas, a galera do Reino do Cogumelo testou sua habilidade, sorte, reflexo e memória em mais de 700 pequenas competições. Parte dessa história é celebrada em The Top 100, título lançado para 3DS que recorda os momentos mais marcantes de todas as festas organizadas pelo nosso querido bigodudo.


Porém, como a franquia tem um passado bastante rico, era esperado que várias disputas icônicas ficariam de fora da lista. Para relembrar os “injustiçados”, o Nintendo Blast organizou este Top 10 com os minigames que mais fizeram falta na coletânea. A relação não segue nenhuma ordem de preferência e a principal regra que seguimos foi eleger um representante de cada um dos 10 capítulos da série principal de Mario Party.

10. Crazy Cutter (Mario Party)

Coloque o capacete de segurança, ligue a britadeira e prepare-se para trabalhar no canteiro de obras. Neste minigame do primeiro Mario Party o objetivo é conseguir seguir, de maneira mais precisa possível, o traçado das imagens impressas no solo. O talento e precisão de um verdadeiro artista são habilidades que ajudam no momento de desenhar as figuras e conquistar porcentagens elevadas na comparação de similaridade.

Os competidores mais caprichosos conseguem liberar o inimigo do Mario que estava preso sob o chão e, de quebra, abastecem a conta com algumas moedinhas. É verdade que The Top 100 tem em sua relação o minigame Trace Race, uma evolução de Crazy Cutter. Porém, a corrida com o giz de cera, que faz parte de Mario Party 4, não é tão emocionante quanto o embate de britadeiras.


09. Crane Game (Mario Party 2)

As máquinas de bichos de pelúcia são bastante populares em game centers de todo o mundo, até no Reino do Cogumelo. Em Crane Game a disputa é de 3x1, com o jogador solitário tendo que incorporar o “Garra” para apanhar os demais personagens espalhados pelo cenário. Já os outros competidores precisam ficar se movimentando constantemente para caírem das mãos do rival.

Além da possibilidade de capturar os bonecos, o competidor que está pendurado tem a opção de coletar pequenos relógios que aumentam o tempo disponível para concluir a tarefa. Com isso, a vitória no minigame exige um pouco de estratégia, afinal, é melhor pegar todos os relógios inicialmente ou a melhor alternativa é ir intercalando com a captura dos demais jogadores?


08. Picture Imperfect (Mario Party 3)

Outro minigame que envolve desenhos, mas desta vez é preciso completar os detalhes dos rostos de personagens que aparecem na franquia Super Mario. De início, o jogador precisa testar somente sua memória para escolher a boca, nariz ou olho que pertencem à personalidade em questão. No entanto, a tarefa vai aos poucos deixando de ser cerebral e passa a necessitar de agilidade.

Os últimos detalhes passam tão rapidamente pela tela que selecionar o certo é mais uma questão de sorte do que habilidade. Como na maioria das vezes as escolhas finais são erradas, é comum que o resultado seja bastante hilário. Picture Imperfect também pode ter servido de inspiração para as tarefas Picture Match, presentes em Super Mario Odyssey e que rendem algumas Power Moons para o bigodudo.


07. Long Claw of the Law (Mario Party 4)

Na  primeira vez que participei do minigame Long Claw of the Law foi impossível não associá-lo imediatamente com o clássico do Super Nintendo, Wild Guns. Com jogabilidade bastante semelhante com a do game de 16-bits, a tarefa consiste em localizar e prender a criatura que aparece nos cartazes de procurado. O primeiro competidor a conseguir capturar primeiro três fugitivos leva a vitória.

Este é um dos minigames que consegue mesclar bem reflexo e raciocínio, exigindo que os dois sejam bastante rápidos. Apesar de ser bastante divertido, Long Claw of the Law conquistou alguns pontinhos extras e o seu lugar nesta lista por ser capaz de resgatar as memórias do faroeste protagonizado por Clint e Annie.


06. Mazed & Confused (Mario Party 5)

O labirinto mais chocante de toda a franquia Mario Party é local capaz de fazer qualquer jogador arrancar os cabelos de tanto nervoso. Com paredes constituídas de eletricidade, a estrutura muda de formato sem nenhum tipo de aviso prévio, fritando qualquer jogador que estiver pelo caminho. O objetivo é chegar ao centro da tela, no entanto a tarefa é bem mais complicada do que aparenta.

A pior situação é quando o jogador chega bem próximo do destino e, do nada, a eletricidade o obriga a dar uma volta bem maior, ao mesmo tempo em que cria um caminho livre para algum rival conquistar a vitória. Por não ter a palavra justiça em seu dicionário, esse é um dos minigames mais amados/odiados de Mario Party 5.


05. Freeze Frame (Mario Party 6)

O minigame ideal para todos aqueles que um dia já sonharam em ser paparazzi. Coloque o filme na máquina fotográfica e prepare-se para registrar a maior quantidade possível de Goombas ou Shy Guys em uma mesma imagem. Além da sorte de estar com a lente virada para o lado certo no momento adequado, um bom reflexo também é fundamental para garantir o clique perfeito.

O interessante de Freeze Frame é a capacidade de mesclar em uma única tarefa o uso de diferentes habilidades do jogador, característica marcante dos principais minigames de Mario Party. Afinal, essa mistura é a grande responsável por tornar a franquia tão acessível para os mais variados tipos de jogadores.


04. Herbicidal Maniac (Mario Party 7)

Se Crane Game é a versão virtual das máquinas de bicho de pelúcia, Herbicidal Maniac faz o mesmo com os equipamentos de bater nas toupeiras ou qualquer outro animalzinho que cave buracos. Neste minigame em duplas, ganha a equipe que conseguir exterminar mais rapidamente as Piranha Plants.

Esse é um dos minigames que é mais divertido jogar com um parceiro humano, pois com a ajuda da CPU fica bastante difícil coordenar a estratégia. O ideal é que cada competidor fique responsável por um dos lados da máquina, dividindo o trabalho em dois e possibilitando a conquista dos menores tempos.


03. Paint Misbehavin' (Mario Party 8)

Seria Paint Misbehavin' um sinal de que a Nintendo estaria trabalhando em uma nova IP que envolve batalhas com tintas? Brincadeiras a parte, o minigame ganhou um novo charme após o lançamento de Splatoon. Assim como no shooter, o objetivo principal é conseguir deixar a maior parte do mapa pintada nas cores de seu time.

No entanto, a tarefa é dividida com os Goombas e exige também aquela famosa pitada de sorte. Controlando pequenas máquinas, o jogador precisa acertar os pequenos inimigos dentuços e torcer para que eles corram o máximo possível, sujando todo o piso branquinho com a sua tinta.


02. Toad and Go Seek (Mario Party 9)

Uma brincadeira de esconde-esconde um tanto quanto diferente. O pequeno Toad se esconde dentro de uma das casas em formato de cogumelo e os quatro competidores precisam encontrar em qual residência o baixinho está. Conforme os jogadores vão localizando o local, também podem ir entrando e aquele que ficar do lado de fora recebe a desonra de ser o perdedor da brincadeira.

Participar de uma brincadeira infantil em plena vila dos cogumelos é uma das experiências que somente Mario Party consegue proporcionar. Então, feche os olhos e comece a contar até dez enquanto todos se escondem.


01. Keep-Away Mayhem (Mario Party 10)

Outra brincadeira bastante popular no Brasil e em campos de futebol de todo o mundo também marcou presença em Mario Party. A famosa roda de bobinho se transformou em minigame no mais recente (e controverso) capítulo da franquia. Em uma disputa de 3x1, o grupo deve ficar tocando a bola de um lado para o outro, evitando que o competidor que está sozinho não a domine.

Essa não foi a primeira vez que modalidades esportivas serviram de inspiração para Mario Party. Por isso, Keep-Away Mayhem aparece no Top 10 para representar todos os minigames que tiveram origem nos esportes tradicionais.


Menção honrosa

Na campanha principal de The Top 100 existem alguns minigames de 1x1. Porém, os duelos de Mario Party 2 acabaram sendo deixados de lado pela coletânea.  É verdade que boa parte do charme desses confrontos está relacionada aos tabuleiros temáticos, algo que o novo game do 3DS não é capaz de reproduzir. No entanto, é inegável que as lutas de espadas piratas, confrontos de feitiços e duelos de bang bang fizeram bastante falta.


\
E para você, caro leitor, qual o seu minigame favorito de Mario Party? Ele está presente ou não em The Top 100? Deixe um comentário logo abaixo nos contando.
Revisão: João Paulo Benevides
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook