Em reportagem de 1996, Gunpei Yokoi explica os motivos de sua saída da Nintendo

Em relato publicado em novembro de 1996, Yokoi explica a razão de ter deixado a Big N.


A história da Nintendo não pode ser contada sem Gunpei Yokoi. O designer japonês foi o responsável por criar vários brinquedos da companhia, mas seu envolvimento com o universo dos videogames guiou a Big N nesse segmento. Liderando o time de desenvolvimento e pesquisa conhecido como Nintendo R&D1, Yokoi criou a linha portátil Game & Watch, o D-Pad (direcional digital em formato de cruz), o Game Boy e produziu séries como Metroid e Kid Icarus.


Mesmo com uma carreira marcada por grandes criações, o Virtual Boy foi o seu maior fracasso. Cancelado após um ano de lançamento, com apenas 800 mil unidades vendidas e pouquíssimos jogos, o console capaz de exibir gráficos 3D estereoscópicos é creditado como o responsável pela saída de Yokoi da Nintendo.

Entretanto, três meses após deixar a Nintendo, Yokoi revelou suas reais motivações para ter tomado essa decisão. Em uma reportagem de novembro de 1996 da revista japonesa Bungeishunju, republicada pelo Livedoor, o designer explicou que queria ser independente e que o fracasso do Virtual Boy não influenciou sua saída.

"Um dia antes de me afastar [da Nintendo], o Nikkei [jornal japonês] fez um grande destaque de mim. De verdade. Eu não renunciei para 'assumir a responsabilidade pelo fracasso do Virtual Boy'", disse. "Muito antes disso, eu pensava que, quando fizesse 55 anos, queria me tornar independente. Para colocar isso de outra forma, eu tive uma vida inteira de ideias e continuei fazendo brinquedos. Continuar aprimorando a filosofia corporativa da Nintendo de 'brinquedos de nicho' – essa é a única razão pela qual renunciei", completou Yokoi.

Infelizmente, após deixar a Nintendo em 15 de agosto de 1996, com 31 anos dedicados à gigante japonesa, o designer não teve como demonstrar suas ideias independentes. Gunpei Yokoi faleceu em 4 de outubro de 1997 em acidente de trânsito na Hokuriku Expressway, no Japão. Mas o seu legado ainda vive na Nintendo.

Fonte: Kotaku

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook