Perfil

Frog, o leal cavaleiro de Chrono Trigger

Conheça a trágica história do homem que virou sapo sem perder a sua hombridade.



Chrono Trigger é um dos títulos de RPG mais aclamados na história dos videogames. O jogo foi desenvolvido pela Square e lançado originalmente para o Super Nintendo em 1995, recebendo versões melhoradas para o Playstation em 1999 e Nintendo DS em 2008. O enredo, que eu diria ser a alma de todo game do gênero, é fantástico. O jogo mistura com maestria elementos de ficção científica, como viagens no tempo, robôs e armas futuristas, com os elementos de fantasia épica, ou seja, monstros, magia e o possível fim do mundo. Como se não bastasse esse feito, ele possui diversos finais, e as escolhas do jogador influenciam diretamente no destino dos personagens e consequentemente no final da narrativa. Sua jogabilidade também se destaca, seja por ter mais fluidez utilizando um sistema de batalha onde cada personagem possui a sua própria barra de espera para realizar a sua ação, seja pelo fato dos inimigos aparecerem no mapa, ao invés dos clássicos encontros aleatórios ou até mesmo pelas maravilhosas combinações de golpes entre os personagens jogáveis. Outro aspecto memorável de Chrono Trigger é a sua trilha sonora, eu a considero uma das melhores de todos os tempos, mas isso é assunto para outra matéria.

A jornada de Glenn

Frog não é um sapo que aprendeu a lutar, sua história é muito mais profunda e sinistra, e ela começa muito antes, quando ele ainda era conhecido por seu antigo nome. Glenn foi um garoto que nasceu em Guardia durante um período de guerra. O conflito tinha de um lado os monstros, também conhecidos como Místicos, e do outro os humanos. Embora ele tenha crescido nesse ambiente hostil, seu coração nobre desejava que ele nunca tivesse que ferir ninguém. Glenn se torna amigo de Cyrus, um nobre cavaleiro de Guardia, e acaba sendo convencido pelo mesmo a começar um treinamento para se tornar dia cavaleiro algum dia. Algum tempo depois, Glenn havia se tornado escudeiro de Cyrus, e ambos já haviam passado por diversas aventuras, onde naturalmente Glenn cultivou um enorme carinho por Cyrus e a relação de ambos era como a relação entre pai e filho. Glenn também se tornou um amigo bem próximo da rainha Leene, e o seu maior desejo era proteger seus amigos. Certo dia, Cyrus e Glenn partiram em uma missão muito arriscada: derrotar Magus, um terrível e poderoso feiticeiro que liderava os Místicos. Cyrus sabia que a única arma capaz de ferir Magus era a lendária espada Masamune, então ambos partem em busca dessa arma, e com muita dificuldade Cyrus a conquista graças às suas excepcionais habilidades.

A queda de Glenn e o nascimento de Frog

Agora de posse da lendária espada Masamune, Cyrus enfrenta Magus, enquanto Glenn só observa, afinal de contas ele nada pode fazer para ajudar seu amigo, e o medo lhe domina. Magus é muito poderoso, consegue se defender e destruir a espada lendária. Em seguida ele usa uma magia para assassinar Cyrus diante dos olhos de Glenn. O jovem escudeiro, se sentindo impotente, consegue pegar o cabo da Masamune, agora completamente destruída, e parte em um momento de fúria para cima de Magus. Ozzie, um subordinado de Magus, acha engraçada a reação de Glenn, e sugere a Magus que o transforme em um sapo como forma de castigo. Magus então lança a sua magia mais uma vez e transforma o rapaz em um sapo antropomorfo.

O jovem Glenn havia perdido a sua honra, o seu melhor amigo e a sua forma humana. Diante de tal situação ele adota a alcunha de Frog e decide se isolar, vivendo como um eremita em uma floresta, cultivando dia após dia o desejo de vingança. Frog não sabia, mas ele ainda havia muito a contribuir para com o destino de Guardia, ou melhor, para com o destino do mundo.

O despertar de Frog

Mesmo após se isolar, Frog sempre quis manter a segurança da sua amiga e rainha de Guardia, Leene. Com isso em mente ele partiu em sua busca quando a mesma foi sequestrada, porém só conseguiu garantir de fato a segurança da rainha graças à intervenção de Crono e Lucca. Crono e Lucca são pessoas que vieram do futuro e estavam buscando a rainha da sua época, que era descendente de Lenne. Depois de muitos desafios, Crono, Lucca e Frog conseguem resgatar a rainha Lenne e garantir a sua linhagem. Tal feito era sem dúvidas digno de honrarias, mas isso não foi o necessário para tirar Frog de seu exílio, sua amargura ainda o castigava. Então seus novos amigos fizeram a única coisa que poderia acender novamente a chama da motivação no coração de Frog, eles apareceram com a lendária espada Masamune restaurada, lhe pedindo ajuda para derrotar Magus de uma vez por todas. Frog finalmente abandona de vez o seu isolamento e se junta ao grupo com o objetivo de cumprir a sua vingança.

Enfrentando o passado

É com uma das cenas mais épicas do game que Frog utiliza os poderes da lendária espada Masamune e abre o caminho para a Magic Cave. Ele e seus amigos vão adentrando a caverna enfrentando e derrotando os subordinados de Magus. No final de sua empreitada Frog acaba viajando para um passado bem distante, onde tem a oportunidade de confrontar Magus.

A decisão de Frog

Após uma luta épica, Frog consegue finalmente dobrar Magus, e cabe ao jogador decidir se o cavaleiro irá matá-lo, ou se Frog poupará a vida de Magus. Essa escolha, assim como todas as escolhas do jogo, influencia diretamente no enredo e no destino de todos os personagens envolvidos. Então é muito complicado dizer qual o final de Frog, depende exclusivamente do jogador. O que eu posso dizer é que se você optar por matar Magus, Frog no final da jornada vai voltar a ser um homem, e pode inclusive ser condecorado pelo rei de Guardia. Caso a sua decisão seja a de poupar a vida de Magus, Frog vai continuar como sapo, e no final ele vai aparecer observando o horizonte e lembrando-se de seu falecido amigo. Você pode inclusive terminar o jogo sem enfrentar Magus, e a cena final de Frog vai ser ele dizendo aos seus amigos que tem assuntos inacabados, partindo para o castelo de Magus, em busca de vingança.

Para sempre Glenn

Embora a decisão caiba ao jogador, e seja muito divertido conhecer todos os finais do jogo, o que na minha opnião é o final verdadeiro é aquele no qual Frog poupa a vida de Magus. Quando criança Glenn desejava nunca ter que ferir alguém. Após se transformar em Frog a sua aparência mudou completamente, mas seu coração ainda era o mesmo. Matar Magus a sangue frio seria o mesmo que se entregar para as trevas, se render diante do desejo de vingança. Frog já havia mostrado que era superior o derrotando, e poupar a vida de seu inimigo só iria ressaltar a diferença entre eles, uma vez que o próprio Magus não poupou Cyrus. Sendo assim Frog estaria vencendo Magus, e vencendo o seu próprio ódio, ele continuaria com a aparência de sapo, mas por dentro ele ainda seria Glenn. Caso ele matasse Magus, ele voltaria a ter a aparência de Glenn, mas por dentro ele teria se tornado outra pessoa. Até mesmo a sua música tema nos passa a sensação de alguém honrado, alguém que diante de tal escolha não hesitaria em poupar Magus, afinal de contas como ele mesmo diz, a vingança não vai trazer o seu amigo de volta à vida.

Todo o sucesso do game não é à toa, a equipe de desenvolvimento foi apelidada de "Equipe dos sonhos", sendo composta por nomes de destaque, como por exemplo Hironobu Sakaguchi (produtor de Final Fantasy), Yuji Horii (diretor de Dragon Quest), Nobuo Uematsu (compositor de Final Fantasy) e se você achar os traços dos personagens parecidos com certo anime de renome não é coincidência, já que Akira Toriyama (criador de Dragon Ball) também compunha a equipe. A trama e os personagens de Chrono Trigger são memoráveis, e dentre esses personagens Frog certamente se destaca, sendo o preferido de muitos, inclusive o meu, e é fantástico como um jogo com um enredo bem escrito nos faz sentir tanto carinho e empatia por um sapo portando uma espada.

Arte: Game Art
Revisão: João Paulo Benevides
Pedro Henrique escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook