Nintendo afirma que produção do Switch não será afetada por dificuldades com os componentes

Big N mantém o objetivo de vender 20 milhões de unidades do Switch até março de 2019.


Desde o ano passado, a Nintendo tem enfrentado dificuldades em aumentar a produção do Switch devido a alta demanda por componentes. Essa instabilidade ocorre pelo fato do console híbrido da Big N ter a concorrência do mercado de smartphones por determinadas peças.


Como a gigante japonesa planeja vender 20 milhões de unidades do Switch até o fim do ano fiscal atual (março de 2019), a escassez pode afetar a meta da empresa. Entretanto, na mais recente Reunião Geral Anual com Acionistas, o ex-presidente Tatsumi Kimishima garantiu que a Nintendo não está enfrentando problemas na produção do Switch e que há negociações com fornecedores para evitar impactos no custo.

"Estamos planejando vender 20 milhões de unidades do Nintendo Switch durante este ano fiscal e não estamos tendo problemas para garantir as quantidades de produção", disse o ex-presidente. "Os preços dos componentes são voláteis, mas estamos negociando para que possamos evitar que isso tenha um impacto significativo no custo de produção dessas 20 milhões de unidades", reforçou Kimishima.

Hirozaki Shinshi, executivo sênior da Nintendo, disse que a instabilidade no fornecimento dos componentes para o Switch pode continuar até o ano que vem. "Foi um ambiente difícil no ano passado e não foi fácil procurar peças, como memória e componentes passivos, mas acho que os fabricantes estavam excepcionalmente dispostos a cooperar conosco por causa do momento do nosso produto, o Nintendo Switch, e porque compartilhamos nossa visão com muitos deles. Não apenas no ano passado, mas desde vários anos atrás enfrentamos situações difíceis com relação à memória, então passamos muito tempo em comunicação com fornecedores, e continuamos negociando fatores como preço e tempo de produção", disse.

"Este ano está se tornando mais difícil, e isso pode continuar até o ano que vem, então continuaremos nossas conversas com eles para garantir que estamos obtendo o fornecimento adequado a um preço que está o mais próximo possível do que estamos procurando. Com relação às quantidades de produção durante este ano fiscal, acredito que podemos ter as unidades prontas para atender as nossas previsões", garantiu Shinshi.

Fonte: Nintendo

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook