Um dia de Kokiri no Rio de Janeiro com o Zelda Day 2012

Para quem esteve no Rio de Janeiro neste sábado, dia 4 de agosto, não pôde perder a maior concentração de fãs em torno de uma franquia ma... (por Jaime Ninice em 09/08/2012, via Nintendo Blast)


Para quem esteve no Rio de Janeiro neste sábado, dia 4 de agosto, não pôde perder a maior concentração de fãs em torno de uma franquia mais do que épica: The Legend of Zelda. O evento, batizado de Zelda Day, reuniu diversas homenagens à série, em um ambiente descontraído, interessante e com muita música, o que rendeu um dia repleto de novidades e animação. A equipe do Nintendo Blast esteve presente e retrata aqui toda a aventura que vivemos neste dia lendário.

Todo mundo reunido em torno do Zelda Day 2012
Iniciado em 2011 a partir de uma reunião musical entre amigos, onde todos resolviam tocar músicas da série Zelda e se divertiam com isso, a atração veio por criar o evento na página do Facebook, este que tomou grandes proporções em poucos dias de compartilhamento boca a boca (leia-se: via rede) e assim já contabilizava cerca de quatro mil participantes com a presença confirmada, o que acarretou em sua primeira edição em 2011. Após este sucesso, o evento se consolidava como fato anual e chegava a tão esperada hora de revivê-lo neste ano tão importante de 2012, em que o planeta estaria ameaçado por uma lua e sua queda em três dias... tudo bem, isto é brincadeira (ou não), mas detalhes desta grande atração podem ser conferidos logo a seguir.

Entre Potion Shops, Gear Shops em um agradável Bazaar

As famosas lojinhas do universo de Link não poderiam faltar no Zelda Day. E é isto que podia ser conferido logo que se adentrasse no interior da praça. Uma das bancas mais legais de se ver era a ‘Potion Shop’, com descrição e preço em Rupees, era possível se embebedar de uma “poção” avermelhada, e aparentemente saborosa, para revigorar as energias.
SDC10485_2SDC10487_2
Mais adiante, fãs levavam canecas personalizadas e também camisas para quem curtisse a moda de blusas temáticas e quisesse comprá-las. A lojinha de chaveiros e gorros, que esteve presente no ano anterior, agora estava ainda mais incrementada, com decorações de logo em madeira à venda, plaquinhas, gorros, camisetas, entre outras novidades.
SDC10486_2Até uma estande de Cupcakes, com variados temas à la Zelda, foi montada ao final do evento, demonstrando que  todo Hylian também precisa se abastecer. Mais ao final da confraternização, que foi o evento, seriam vendidas Ocarinas originais, sim os instrumentos, por um dos organizadores do evento que fazia cosplay memorável de Dark Link ao longo da apresentação, mas isto só aconteceria no final, já que quando ele chegou todos apenas queriam ouvir as músicas da série Zelda!

Praça, árvores e natureza ao som de Hyrule por um dia

O momento mais esperado chegava e foi como um sonho. Um círculo já estava formado e no centro, estavam os músicos que iriam participar deste concerto mais que especial a céu aberto. Os instrumentos já estavam lá, todos acústicos e de som leve e delicado, assim como é a música medieval e da antiguidade, como a série se inspira. Entre flautas, violões, cítara, pandeiros, bongôs, escaletas e, claro, ocarinas, todos ensaiavam até a chegada de Dark Link e o início do espetáculo musical.
Vídeo gravado por um fã bem de perto.
A sensação de ouvir de perto todas as músicas sendo tocadas era indescritível, os primeiros acordes, a galera toda reunida, as músicas se formando a partir de cada instrumento tocado, e também do público que assistia cantarolando e batendo palmas, tudo foi mágico e ficaria a vontade de reviver tudo isto novamente.
SAM_0771
A set list foi bem variada e contou com muitas músicas que combinavam com o clima aberto e natural do local. Entre as músicas, estavam presentes: Kokiri Forest (OoT), Lon Lon Ranch (OoT), Stone Tower Temple (MM), Song of Healing (MM), Dragon Roost Island (WW), Ballad of Goddess (SS), dentre tantas outras. Toques de ocarina, movidas ao embalo de escaletas, flautas, tambores, e batidas de violão combinavam muito bem com o local e o clima ensolarado, típico da série.
Nas raízes e cavalgadas de Gerudo Valley!
O novo Zelda Skyward Sword também marcou presença. Gravado por um fã.
Momento empolgante com duas músicas mais que alegres!
Confira outros vídeos do evento na página oficial do Game Blast no Youtube. Agradecimentos ao Daniel Machado e Luiz Fernando de Lira pela edição.

Interações, amizades e StreetPass

SAM_0752Diversas gerações de fãs se reuniam para conversar, encontrar velhos amigos e também fazer novas amizades. O Zelda Day, além de fornecer um ambiente curioso e de muitas atrações, também fornecia um clima super social, em uma praça famosa e bem centralizada na cidade, onde muitas pessoas podem ir e vir, sentar em bancos, conversar com amigos e outros fãs da série, andar de lá para cá à brisa do vento, tudo isto ao lado de uma das praias mais famosas do nosso país.
Muitos tentaram fazer cosplay, levar bonecos temáticos, esbanjar a moda com camisas cult, gorros personalizados, e dar muitas risadas com as novidades que passavam por lá. Outros aproveitavam para dar aquela conferida nos DS/3DS e fazer um StreetPass básico, além de jogar um multiplayer. A felicidade era total em estar naquele clima agradável. No geral, a ideia mesma era se divertir muito e mostrar o quanto cada um é fã da série. Muitos passavam apenas para ver do que se tratava o grande círculo, e acabavam caindo no clima festivo e dançante, uma verdadeira festa social.
SDC10497_2SDC10520_2SAM_0788SAM_0811SDC10488_2SDC10533_2
SAM_0739Uma ressaca Zelda Day está confirmada para o dia 19 deste mês em um evento chamado Nerd Super Con. Além disso, os ensaios estão sempre abertos a novos membros para novas ideias e maior participação de músicos.
Fica a certeza de que este é um evento para se encontrar com a galera, curtir um bom papo, se divertir ouvindo e também interagindo com palmas, assobios e cantarolando nos momentos mais energizantes, enfim, um dia para todos os fãs de Zelda.
E você, leitor, foi ao Zelda Day este ano ou gostaria de ter ido? Conte-nos também a sua experiência.
Revisão: Alex Sandro

é cravista e mestre em música pela UFRJ. Sua paixão por games, eventos e revistas o levou a escrever e revisar artigos desde 2010. Hoje, além de participar do Nintendo Blast, é redator das publicações impressas sobre retrogames WarpZone. Pode ser encontrado no Twitter.

Comentários

Google
Disqus
Facebook