Nintendo comenta sobre Mario Kart Tour e possibilidade de mais colaborações mobile

Através de recursos próprios e parcerias, a Nintendo pretende lançar de dois a três títulos mobile anualmente.


A maior parte dos jogos mobile da Nintendo foi desenvolvida "em casa", mas para Dragalia Lost, a empresa fez uma parceria com a Cygames. Poderia haver mais colaborações no futuro?

O presidente Shuntaro Furukawa comentou sobre essa possibilidade durante a apresentação dos últimos resultados financeiros da companhia, explicando:
"Começamos nosso negócio de dispositivos inteligentes como uma forma essencial de colocar nossos personagens e jogos nas mãos de um público maior, já que os smart-devices se tornaram predominantes de uma forma que as plataformas de videogame dedicadas simplesmente não conseguem igualar. Dito isto, também é importante mantermos o nosso negócio dedicado de plataformas de jogos no Nintendo Switch e em outras plataformas repletas de títulos, e é por isso que seria irrealista fornecermos todos os recursos de desenvolvimento necessários para o negócio de dispositivos inteligentes por conta própria. Através da combinação certa de nossos próprios recursos de desenvolvimento e colaboração com outras empresas, nosso plano é apresentar aplicativos com uma taxa de dois a três títulos por ano. Quanto aos futuros planos de negócios de dispositivos inteligentes, pretendemos usar nossas propriedades intelectuais (IP) existentes, além de novo IP, como o Dragalia Lost, à medida que continuamos desenvolvendo aplicativos relevantes para diferentes perfis de usuários. Ao fazê-lo, acreditamos que podemos expandir o número de pessoas que têm acesso ao Nintendo IP. Com relação a futuras colaborações, buscaremos ativamente oportunidades que merecem uma análise mais aprofundada, se houver alguma, como temos feito até agora. ”

Ainda sobre o tópico mobile, temos a confirmação que Mario Kart Tour ainda "segue na pista":
"A atualização dos títulos da Nintendo é que o desenvolvimento do Mario Kart Tour está progredindo atualmente para lançamento durante este ano fiscal, como planejado. Com base em nossa experiência anterior, o mais importante não é o lançamento de um aplicativo, nem seu momento inicial, mas se os consumidores continuarão jogando o aplicativo. Vamos divulgar mais informações sobre o Mario Kart Tour, uma vez que esteja totalmente preparado para enfrentar esse desafio."
Vale lembrar que o ano fiscal da Nintendo termina em março, por isso, podemos esperar novidades sobre o game nos próximos meses.


Lucian Helan é formado em Redes de Computadores, mas gosta mesmo é de pilotar uns Karts por aí, atirar plasma com seu mega buster, correr em loops a toda velocidade e derrotar crocodilos ladrões de bananas. Seus sonhos incluem, pilotar uma X-Wing, andar no recreio com o Peter Parker e conseguir um tempo para se dedicar ao seu Instagram.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook