Perfil

Uma carta de Komasan, a criaturinha mais adorável de Yo-kai Watch

O próprio monstrinho nos conta sobre sua vida e sua história na franquia


Querida mainha... Sô eu, o Komasan! Essa vida na cidade grande é cheia das locura. Me falaro pra vir aqui escrevê um poco sobre minha vida e pediro pa eu quebrá uma tal de quarta parede. Mas se eu tô numa sala fechada, cumé qui eu vô sabê qual parede é qual? E se eu quebrá a parede número três? Ou a primeira? Então resolvi escrevê primeiro a cartinha e depois eu vejo esse negócio de parede.



Vamos lá, por onde começá? Meu nome é Komasan, sô um Yokai de fogo e faço parte da tribo dos Charmoso. Ao contrário do que muitos pensam por aí, eu não sô um gato e sim um Komainu, nós é um tipo de “cão-leão” que serve de guardião prus templo japonês. Só que, como meu templo foi demolido, eu fiquei sem tê o que guardá e protegê. Então eu catei meus treco e cacareco, juntei tudo numa bolsinha verde e vim explorá a cidade grande.

Mas gente, que medo que me dá a cidade grande! As casa são tudo tão alta, as pessoa fala sozinha com umas caixa na mão e é tanta gente que parece até formiga em formigueiro. Eu fiquei mais perdido que ovelha que foge do rebanho. Mas eu precisava aprendê as coisa e os jeito da cidade pá impressionar meu irmão, Komajiro.
Meu irmão e eu, curtino uma tarde de brisa fresca.


Komajiro é um Komainu que nem eu e também num entende bulhufas desses negócio de cidade grande, então eu tenho que cuidá dele direitinho. Só que às vezes eu acho que o Komajiro se dá mió com esses troço moderno do que eu. Em poco tempo ele começô a falá igual essa gente da cidade, aprendeu a mexê nas caixinha com tela colorida e até trabaiô numa discoteca.

Falando em trabaio, eu já fui faxineiro numa empresa muito importante. E todo mundo gostava muito de mim por lá. Parece que sem querê eu dava umas ideia interessante que eles usava pra fazê brinquedo. Eu sempre levei meu trabaio muito a sério e fiz questão de limpá tudinho. Ganhei um terninho e as pessoa começô a me chamá de presidente, então eu acho que eu tava limpano direitinho.
Dá pra vê a deteminação do meu oiá


Ah! Chegô um bilhetinho aqui falano da tal da quarta parede. Parece que eu tenho que saí do desenho animado e usá a cartinha pa falá com os leitô dum tal de Nintendo Blast sobre minha parte nos jogo de Yo-Kai Watch. Bom... lá eu sô bem especial. No primeiro jogo eu sô liberado na história, no segundo é só com uma medalhinha especial e no terceiro é na história também.

Tem umas versão especial minha de rank S que pode ser liberada pá lutar com mais força e não precisá me evoluí. A minha versão normal pode evoluí igual aqueles tal de poquemão. Eu viro um tal de Komane, que é tipo um eu, só que mais crescidinho. Também tô num tal de Yo-Kai Watch Blasters onde eu sô tipo um caça-fantasmas com a roupinha parecida e tudo.

Ainda num entendi muito bem quê que isso tem a ver com quebrá uma parede, mas pelo menos eu não vô precisá usá uma marreta. Já to ficando bem cansadinho de toda essa escrevição, escrevedura, sei lá… Agora eu só quero descansá enchendo o bucho com um bom sovetinho.
Nada mió que sovete pra vida ficá mais doce.


Ah! Mas me pediro pra antes lembrá os leitô do Nintendo Blast de ficá ligado no saite e deixá seus comentário aqui embaixo. Embaixo? Cês vão escrever de volta na cartinha? Mas eu não deixei espaço suficiente. Ai minha nossa!!!

Revisão: Vinícius Rutes

Mestre Pokémon de longa data, salvador de Hyrule em todas as encarnações do herói e ocasionalmente um encanador de bigode grosso.

Comentários

Google
Disqus
Facebook