Sucesso mundial: Pokémon GO (Mobile) completa três anos e ainda arrasta multidões às ruas

A renovação ano após ano, geração após geração.


Quem diria que Pokémon GO (Mobile) chegaria aos três anos de existência! Ao contrário do que muitos pensavam, o spin off dos monstrinhos de bolso ainda se mantém como uma grande febre mundial, levando milhares de jogadores a deixar o conforto de suas casas e sair às ruas para capturar os bichinhos.


Em Pokémon GO, a franquia consagrou ainda mais o título de “monstrinhos de bolso” que possui. Por ser disponibilizado para dispositivos móveis (IOS e Android), conseguiu uma abrangência até então nunca vista em games anteriores da série. Afinal, são raras as pessoas que nos dias de hoje não possuem um smartphone o tempo todo consigo, o que possibilitou que diversos públicos tivessem acesso à franquia, que deixa de focar apenas no nicho de mercado gamer e passa a apostar também nos jogadores casuais.



Não é raro sair às ruas e ver pessoas reunidas em um determinado local, seja capturando monstrinhos, batalhando ou realizando trocas. São homens, mulheres, crianças, adultos, idosos, pais, mães, filhos, amigos e até desconhecidos.Todos os públicos que possamos imaginar, reunidos por um ideal comum: se divertir com o universo Pokémon, que nunca foi tão inclusivo e socializante como até então!

A evolução do game


No começo, o jogo possuía apenas os Pokémon da primeira geração (Red/Blue/Green/Yellow) e poucos recursos implementados, o que limitava a jogatina a andar e pegar os monstrinhos que aparecessem. Com o passar do tempo, novidades foram gradualmente adicionadas ao jogo, fortalecendo-o cada vez mais.

Ginásios


Uma das primeiras mecânicas implementadas e mais modificadas ao longo do tempo foram os ginásios, nos quais, atualmente, os jogadores podem deixar seus Pokémon para defender o local dos ataques de adversários e, com isso, conquistar moedas para realizar compras in game.

 

Amizades


O recurso de adição de amigos in game permitiu um novo estágio de interação social entre os jogadores. Inicialmente, o recurso se limitava a criar uma lista de amigos. Com o passar do tempo, as interações foram expandidas, incluindo a implementação do sistema de nível de amizade, que, de acordo com a intensidade da interação entre os jogadores, pode ser aumentado, até se atingir a classificação de “amizade sem igual”.

Ovos e incubadoras


Com a adição da incubadora, tornou-se possível colocar ovos para chocar. Os ovos são obtidos ao girar PokéStops (paradas existentes em pontos específicos do mapa – normalmente praças, monumentos históricos e culturais existentes em determinada região) ou por meio de presentes recebidos de outros jogadores. Uma vez que o ovo é colocado na incubadora, o jogador deve caminhar distâncias pré-determinadas, que variam de acordo com o tipo de ovo (2, 5, 7 ou 10 km), até que ele choque e nasça um Pokémon. Alguns Pokémon só podem ser obtidos por meio de ovos, o que obriga os jogadores a abandonar o sedentarismo e ir às ruas caminhar para obter seus monstrinhos favoritos.

Presentes


Ao girar uma PokéStop, os jogadores têm a chance de obter diversos itens, entre eles os presentes. Quando um presente é obtido, ele pode ser enviado a outro jogador, que, ao abrir o presente recebido, obtém itens aleatórios e pode visualizar a localidade na qual o presente recebido foi obtido. Além disso, quanto mais presentes são recebidos e enviados, maior se torna o nível de amizade entre os jogadores.

Raids


As Raids foram uma das maiores implementações do jogo. Nelas, um grupo de jogadores une forças para tentar vencer Pokémon extremamente poderosos, como os lendários Mewtwo, Lugia e Ho-Oh. Muitos dos Pokémon presentes nas Raids não podem ser capturados livremente no jogo, obrigando os jogadores a batalhar em grupo para conquistá-los. Além disso, há rodízios de quais espécies de Pokémon estão disponíveis para serem enfrentadas nas Raids em determinado momento, de forma que, se o jogador não aproveitar aquele momento específico e capturar o monstrinho tão desejado, deverá esperar até que o mesmo retorne às Raids em alguns evento específico, para ter novamente a chance de capturá-lo.

Pokémon brilhante (Shiny)


Os Pokémon brilhantes (shinies) foram gradualmente sendo adicionados ao jogo. Esses monstrinhos possuem colorações diferenciadas dos comuns e são extremamente raros, tornando sua captura um verdadeiro desafio aos jogadores.


Combates entre jogadores e trocas de Pokémon


Depois de muitos pedidos da comunidade de jogadores, a interação entre usuários foi mais uma vez expandida, com a implementação da possibilidade de realizar combates PVP (Player versus Player) e trocas de monstrinhos, incluindo, de alguns meses para cá, a obtenção de Pokémon especiais, chamados sortudos, que gastam menos doces para ter seus CP melhorados.

 

Missões e eventos


A adição de missões e a realização de eventos mobilizou uma vez mais a comunidade de jogadores, dando novo vigor ao jogo.

 

 

 

Novas gerações de monstrinhos

Em constante expansão, a Pokédex do game cresce cada dia mais. Atualmente, o game conta com espécies de quatro gerações diferentes de Pokémon (Geração 1 [Red/Blue/Green/Yellow], Geração 2 [Gold/Silver/Crystal], Geração 3 [Ruby/Sapphire/Emerald] e Geração 4 [Diamond/Pearl/Platinum]), totalizando quase 500 monstrinhos. A cada geração implementada em GO, novamente se inicia o desafio de completar a Pokédex, reavivando em nossos corações o icônico slogan da franquia: Gotta catch ‘em all.

O futuro à Niantic pertence


Ao longo destes três anos, o game já rendeu diversos bons momentos aos jogadores. Quais novidades serão implementadas ao jogo futuramente? Isso caberá apenas ao tempo e à Niantic nos dizer. A única certeza que temos é que, geração após geração, a amada franquia dos monstrinhos de bolso continuará a encantar corações, sejam eles gamers ou jogadores casuais.

E você, possui momentos jogando o game que gostaria de compartilhar conosco? Conte-nos um pouco sobre suas experiências na jornada Pokémon da vida real.


Revisão: Davi Sousa

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook