Vem aí

Prévia: Resident Evil: The Mercenaries 3D (3DS)

Quando Resident Evil 3 foi lançado pela Capcom , em novembro de 1999, para Playstation, o jogo ... (por Rodrigo Estevam em 04/03/11, via Nintendo Blast)

Resident Evil: The Mercenaries 3D Quando Resident Evil 3 foi lançado pela Capcom, em novembro de 1999, para Playstation, o jogo trazia uma novidade para a série: um novo modo onde o jogador poderia escolher entre 3 personagens secundários e deveria percorrer os cenários e matar zumbis em troca de pontos, tudo isso dentro de um tempo limite, conhecido como Mercenaries. Este modo também foi incluído no disco de jogo de Resident Evil 4 (lançado em 2005 para GameCube e em 2007 para Playstation 2 e Wii), e trazia basicamente a mesma fórmula: o jogador escolheria um personagem (desta vez podendo selecionar o personagem principal, além de 4 outros) e deveria matar zumbis para acumular o máximo de pontos dentro do período de tempo estimado. A principal diferença estava na jogabilidade, que era a mesma do modo de jogo principal. Já em 2009, quando a Capcom lançou Resident Evil 5 (com versões para Playstation 3, Xbox 360 e PC), o jogo trazia duas versões do modo Mercenaries: a versão tradicional (com 4 personagens com variações de roupas) e o modo Mercenaries Reunion, somente disponível para os donos de RE5 por download de uma atualização ou através da compra da versão Resident Evil Gold Edition, com 6 personagens. E eis que, quando do anúncio do Nintendo 3DS no ano passado, a Capcom anuncia Resident Evil: The Mercenaries 3D.

Correndo contra o tempo

Um dos cristais que gera tempo extra Uma das características mais básicas do modo Mercenaries nas versões anteriores era a corrida contra o relógio. O jogador devia ser rápido, derrotar o maior número de zumbis possível e sobreviver até o contador de tempo zerar; quanto mais tempo vivo, maior a possibilidade de fazer mais pontos. Para isso, por todo o cenário estão espalhados itens que, quando pegos pelo jogador, aumentam um pouco o tempo disponível de fase. Essa característica se manteve em Mercenaries 3D, mas dessa vez o jogador vai encontrar cristais que devem ser destruídos para gerar tempo extra.

Diferente dos jogos da série principal da franquia, que possuíam sequências e mais sequências que se apoiavam no suspense (com cenários muitas vezes assustadoramente vazios) e em puzzles, Mercenaries 3D traz um esquema de jogo rápido e focado no combate. Dezenas de ganados e majinis juntarão forças para atacar o jogador. Uma dificuldade encontrada nos Mercenaries anteriores era o fato de o personagem parar de andar para atirar. Isso o deixava bastante vulnerável a ataques pelas laterais e pelas costas, ou até mesmo pela frente. Em Mercenaries 3D os desenvolvedores adicionaram a possibilidade de ser correr enquanto atira! Uma mão na roda, diga-se de passagem.

Resident Evil: The Mercenaries 3D Resident Evil: The Mercenaries 3D

Mercenários, no plural

Artwork de Mercenaries 3D liberada pela Capcom Além dos velhos de guerra Chris Redfield, Jack Krauser e HUNK, que já deram as caras anteriormente em outros Mercenaries, Claire Redfield faz sua primeira aparição nesse modo de jogo em Mercenaries 3D. Além dos quatro personagens citados, uma artwork liberada pela Capcom quando o jogo foi anunciado leva a crer que pelo menos mais 4 personagens serão disponibilizados; nela podemos ver HUNK, Chris e Jill Valentine, além das silhuetas de mais cinco personagens. Tudo levava a crer que se tratavam de Barry Burton, Rebecca Chambers, Jack Krauser e Claire Redfield. Como Claire, Chris, HUNK e Krauser eram personagens jogáveis na versão demo disponibilizada pela Capcom, a única personagem mostrada na artwork e que estava de fora da demo era Jill Valentine. Porém, especula-se que ela esteja presente na versão final, mesmo que como DLC ou personagem destravável. Além dela, rumores indicam que Leon S. Kennedy, Ada Wong e Albert Wesker, além de Barry e Rebecca também sejam disponibilizados de alguma maneira.

O jogo trará cenários utilizados no modo Mercenaries de RE4 e RE5, porém com novas localizações de itens e inimigos. Além de permitir ao jogador correr contra o tempo para conseguir pontuações cada vez mais altas no modo single player, Mercenaries 3D oferecerá ainda a possibilidade de se jogar em modo multiplayer cooperativo para dois jogadores tanto local como via Wi-Fi. O menu do jogo será exibido na touchscreen, permitindo acesso rápido aos itens do inventário.

Chris Redfield Claire RedfieldJack Krauser  HUNK

Resident Evil: The Mercenaries 3D Resident Evil: The Mercenaries 3D Resident Evil: The Mercenaries 3D Resident Evil: The Mercenaries 3D

Com a promessa de agradar àqueles que gostaram das mudanças no gameplay introduzidas a partir de Resident Evil 4, com foco na ação e deixando o suspense um pouco de lado, Resident Evil: The Mercenaries 3D tem seu lançamento estimado para o segundo semestre de 2011, para o novo portátil da Nintendo.

Rodrigo Estevam é formado em Administração, mas seu negócio mesmo é jogar videogames. Além de escrever no Nintendo Blast, também é colaborador e colunista da Revista Nintendo World. Está no Facebook e no Twitter.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais