Blast Battle

Blast Battle: Twilight Princess vs. Skyward Sword

The Legend of Zelda é provavelmente a franquia mais aclamada da Nintendo, e cada anúncio relacionado... (por Gabriel Vlatkovic em 27/05/12, via Nintendo Blast)

zelda_skyward_sword nblastThe Legend of Zelda é provavelmente a franquia mais aclamada da Nintendo, e cada anúncio relacionado à série causa uma forte mobilização de toda a comunidade gamer. No início do mês, o Blast Battle tratou de dois dos mais marcantes games da franquia: o sombrio Majora’s Mask e o lendário Ocarina of Time. Desta vez, nos focaremos nas duas entradas mais recentes da epopeia nintendista criada por Shigeru Miyamoto: Twilight Princess, lançado ao final de 2006 para GameCube e Nintendo Wii e Skyward Sword, do final do ano passado. Qual dos dois leva a melhor nessa disputa? Descubra agora!

Revelação chocante

Ao ser anunciado na E3, em 2004, Twilight Princess (ainda chamado apenas de The Legend of Zelda) surpreendeu a todos os presentes na conferência da Nintendo. A expectativa era uma sequência direta do polêmico (e espetacular) Wind Waker, e a revelação de um título realista levou todos à loucura. O game é muito sombrio se comparado a outros títulos da franquia, sendo menos perturbador apenas que Majora’s Mask, até hoje insuperável neste quesito. Twilight Princess foi adiado diversas vezes, e o game que deveria ter sido lançado em 2005 só viu a luz do dia no final de 2006, se tornando o carro-chefe da safra inicial de lançamentos do Wii e o último suspiro do GameCube.

 

A fortíssima reação do público ao anúncio do game

Ao contrário de Twilight Princess, Skyward Sword não causou o mesmo impacto, tampouco a mesma expectativa. Seu anúncio, na E3 2010 foi inclusive, um fracasso. Após um trailer bem simplório, focado apenas no uso do acessório Wii Motion Plus para a utilização dos equipamentos de Link, Miyamoto em pessoa subiu ao palco para demonstrar a jogabilidade do título. Infelizmente, houve uma interferência dos sensores de movimento do Wiimote com os equipamentos Wi-Fi dos convidados da imprensa, o que fez nosso mestre pagar um mico gigantesco. Além disso, a falta de informações consistentes sobre o título e o retorno de um estilo gráfico mais infantil fez com que muitos torcessem o nariz para o game.

 

O simplório trailer de Skyward Sword

Twilight Princess 1 x 0 Skyward Sword

O lançamento

Apesar dos problemas no anúncio de Skyward Sword, a Nintendo conseguiu aos poucos provar a qualidade de seu novo título. Mais demos foram mostradas, o enredo foi revelado e até um Wiimote dourado, em comemoração aos 25 anos da franquia foi anunciado para acompanhar a edição de colecionador do game. Com tudo isso, as expectativas quanto ao título aumentaram exponencialmente, tornando SS o mais bem sucedido lançamento da franquia.

Skyward Bundle nblast

Como já dito, Twilight Princess sempre foi muito esperado pelos jogadores, e seu lançamento também foi extremamente bem sucedido. Cada adiamento do game (e foram vários), tornavam o hype ainda maior. Reggie e Miyamoto faziam questão de afirmar, a cada entrevista dada, que o game só seria lançado quando estivesse perfeito, sendo este o mais ambicioso projeto da empresa. Nunca a Nintendo criou tanta expectativa em torno de um de seus produtos.

        twilight gamecube nblast                         tp-cover nblast

Twilight Princess 1 x 1 Skyward Sword

O nascimento e a queda de Hyrule

Twilight Princess e Skyward Sword tratam de temas opostos: enquanto o primeiro mostra uma Hyrule decadente, padecendo nas mãos de Zant, rei do Twilight World, o segundo trata da formação não só de Hyrule, como também de toda a mitologia da franquia. Apesar da qualidade do enredo de TP, que é imensa, SS obtém uma clara vantagem neste quesito. Que fã da franquia nunca quis conhecer a origem da tal “Lenda de Zelda”? O enredo do game entrega isso e muito mais, sendo a mais perfeita homenagem que a franquia poderia ter recebido pelos seus 25 anos. Além disso, Skyward Sword marca a primeira tentativa de tornar a série mais cinematográfica, sendo o enredo muito mais complexo, bem escrito e marcante. Assim, Skyward Sword leva a melhor neste quesito pela inovação, ousadia e principalmente cuidado da Nintendo para criar um game cujo enredo fizesse jus à sua mais lendária franquia.

Twilight Princess 1 x 2 Skyward Sword

Visuais de cair o queixo

Mais uma vez, os games vão em direções opostas: TP é um game que preza pelo realismo, e possui um visual mais sério e sombrio, condizente com seu também sombrio enredo e o clima de queda de um reino outrora próspero. Tal visual retrata perfeitamente a sensação que a Nintendo queria transmitir, e a atenção aos detalhes é fora de série, ainda mais levando-se em conta que a Hyrule de TP é facilmente a mais vasta já criada pela empresa.

Hyrule Field nblast

Por outro lado, SS é mais minimalista. Com um mundo bem pequeno, o game é dividido em três regiões com temáticas distintas (uma floresta, um vulcão e um deserto). Não há um Hyrule Field ou qualquer coisa similar, tornando este game o menor Zelda já criado quando analisado o tamanho físico do mundo de jogo. Entretanto, há males que vêm para o bem: SS é pequeno, mas é maravilhoso em todos os sentidos. O nível de detalhamento, seja nos cenários ou na modelagem e expressão dos personagens são de qualidade ímpar. O estilo visual adotado pela Nintendo é simplesmente o mais espetacular já utilizado na franquia. O efeito de blur que é aplicado aos objetos mais distantes dos cenários tornam o game praticamente uma pintura em movimento, e é incrível como tal arte se encaixou perfeitamente à série.

Skyward Sword nblast

Ambos os estilos são maravilhosos, e cada um dos dois expressa perfeitamente o que a Nintendo ambicionou transmitir com seus títulos, mas a sintonia do visual de SS com a franquia como um todo, torna o game vencedor também neste quesito.

Twilight Princess 1 x 3 Skyward Sword

A orquestra nintendista

Twilight Princess possui uma trilha sonora espetacular, mas no formato MIDI, enquanto que Skyward Sword tem sua trilha orquestrada na maior parte do tempo. Isso torna SS melhor? Não necessariamente.

Apesar de orquestrada, a trilha sonora de SS não chega aos pés do nível de inspiração de Koji Kondo ao compor as melodias de Twilight Princess. É claro que a trilha sonora de SS tem seus bons momentos, como a própria música tema do game, mas ainda assim a trilha sonora de TP é insuperável. A qualidade de suas composições é algo fora de série, de forma que mesmo com uma qualidade de som inferior, consegue transmitir sentimentos e sensações únicas. Dois fortes exemplos da qualidade da trilha sonora de Twilight Princess são o tema de Midna, sidekick de Link no game, e o tema tocado ao se viajar pelo Hyrule Field, facilmente duas das melhores músicas já criadas para a franquia.

 

Midna’s Lament

 

Ballad of the Goddess

Twilight Princess 2 x 3 Skyward Sword

A questão do gameplay

Para este quesito, há de se fazer uma observação: Twilight Princess foi lançado para GameCube e Nintendo Wii, sendo o gameplay diferente para cada console. Enquanto no GC a jogabilidade é mais tradicional, com a utilização de botões, no Wii, a grande sacada é a utilização dos sensores de movimento do Wiimote para realizar as ações de Link. O problema é qua naquela época, ainda nem existiam indícios de que um dia seria lançado algo como o Wii Motion Plus, e a jogabilidade do título não é das mais precisas. Os movimentos da espada já são pré-programados, e apesar de funcionais, não eram fiéis aos movimentos realizados pelo jogador, o que decepcionou muita gente.

Zelda_TP_1 nblast

Skyward Sword foi lançado em outro contexto: o Wii Motion Plus já havia sido lançado, de forma que todo o gameplay do título foi elaborado pela Nintendo com o acessório em mente. A precisão oferecida pelos controles de SS é incrível, tornando o jogo extremamente imersivo. Cada equipamento de Link se aproveita dos sensores de movimento do Wiimote, e é um prazer controlar nosso herói naquela proto-Hyrule do título. A qualidade do gameplay é tamanha que o jogo recebeu pontuações máximas de diversas publicações respeitadas como a americana IGN, a japonesa Famistu e a britânica Edge.

zelda ss combat

Twilight Princess 2 x 4 Skyward Sword

Disputa difícil

A qualidade de ambos os títulos é incontestável, mas a ousadia da Big N ao lançar Skyward Sword, com tantas diferenças em relação ao que já havia sido feito na série o coloca à frente de Twilight Princess, game criado dentro da zona de conforto da empresa. Skyward Sword deu um novo rumo à franquia, que deverá mudar ainda mais em suas próximas entradas.

Além disso, o maravilhoso enredo do game torna ainda mais evidente a superioridade de Skyward Sword. A explicação de todas as origens da série, o estabelecimento de relações temporais entre os títulos da franquia e o clima de conto de fadas do game terminam de vez com a discussão.

Assim, Skyward Sword não só é superior à Twilight Princess, como também é um dos melhores títulos já lançados da franquia!

Twilight Princess nblast

Revisão: Lucas Oliveira

Gabriel Vlatkovic é economista formado pela Unicamp. Trabalha como Analista de Finanças e joga videogames há quase vinte anos. Adora ouvir música, assistir a filmes e seriados e discutir a Timeline de Zelda. Quando não está trabalhando, está no Facebook.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais