Nintendo World Championships 2015 arrasa com muitas atrações pré-E3

O Nintendo World Championships traz os campeonatos dos jogos mais nostálgicos e icônicos daempresa, faz a galera vibrar e mostra as novidades pré-E3 2015.

Logo bem cedo, nos arredores do L.A. Live, um auditório bem perto do Los Angeles Convention Center, filas e mais filas se formavam para pegar os passes para o evento mais esperado pela Nintendo nos preparativos para a E3 2015. O Nintendo World Championships 2015 retorna à sua glória depois de 25 anos, quando ocorreu o último campeonato, em 1990. Na época, o evento era parte do Nintendo PowerFest 1990 e, nota-se, que o nome nome do campeonato era inspirado no filme de 1989 "Wizard" ("O gênio dos videogames", no Brasil), que contava a história de um grupo de jovens amigos que percorriam os Estados Unidos em busca da vitória no campeonato de games mais importante da história.

Just get in, because I'm Ready!

Muitas pessoas na fila já demonstravam seu amor pela Nintendo, seja com gorros de Splatoon, bonés da turma do Mario e até mesmo com as camisas mais iradas do evento. Muitos divulgavam seus amiibo mais raros, outros tantos faziam StreetPass, alguns simulavam poses e sons dos personagens mais icônicos da empresa, uma verdadeira festa nintendista rolava e o clima não poderia ser melhor.
A galera já se amontoava em frente ao L.A. Live antes do NWC 2015 com muitos gritos e empolgação
De início, apenas 2 jogos estavam confirmados para o evento, de um total de 8. O número chave do infinito (e de Mario Kart) também era a quantidade de participantes que foram selecionados no dia 30 de maio, através de 8 Lojas da rede Best Buy localizadas nos Estados Unidos. Estes mesmos jogadores enfrentariam outros 8, consistente dos melhores jogadores dos torneios eSport.

It's time for the Show

Ao entrar na no L.A. Live, a euforia tomava conta de todos os que esperavam ansiosos pelo show que estava prestes a começar. O salão ia enchendo enquanto camisas oficiais do evento eram vendidos em um quiosque na entrada. Músicas do CD oferecido pelo Club Nintendo de Smash Bros. eram tocadas enquanto os fãs esperavam pelas competições, que teriam início às 15:00 do horário local.
Yoshi's Woolly World aparece com ainda mais novidades para o hype subir
Minutos antes de começar o show, propriamente dito, integrantes do Nintendo Live Threehouse conversavam sobre este momento tão especial. Foi mostrada uma demo de Yoshi's Woolly World no modo multiplayer para dois jogadores, realmente um show de criatividade e fofura! Depois, Shigesato Itoi apresenta Earthbound Beginnings, o clássico Mother de Famicon, agora disponível no Virtual Console do Wii U a partir das 6 pm (22:00 no horário de Brasília) do mesmo dia.

E que venham os games mais uma vez!

Após uma apresentação, os competidores entraram em disputas fervorosas de Splatoon (Wii U), The Legend of Zelda (NES) e Blast Ball (3DS), anunciado no evento e que utiliza uma engine de Metroid Prime Hunters. E por falar em Metroid, Super Metroid (SNES) era o próximo game a ser usado nas partidas, claro, regadas a muita vibração e closes de tela em cada jogador. 

Mario Kart 8 foi o próximo game a ser colocado em campo, usando pistas novas em 200 cc. Logo depois, foi a vez de Super Smash Bros., que contou com a presença de Reggie Fils-Aimé como lutador — o que fez a galera tremer — e, por último, para manter a tradição, Mario Maker (Wii U), usou mistos desde Mario Bros., passando por Mario Bros. 3, até a versão New Super Mario Bros.
My body is Reggie em pessoa estava presente para umas partidas
John Numbers e Cosmo disputaram a final concorridíssima deste jogo, cujas fases eram um misto de plataformas montadas para realizar combos e muitos segredos escondidos. O interessante era que, ao mesmo tempo em que os jogadores estavam disputando, comentaristas conversavam entrei si e vibravam de acordo com o que acontecia, gerando um clima descontraído e bem entrosado. No final, Shigeru Miyamoto apareceu para autografar o 3DS do vencedor, John Numbers, e permitir que a galera se aproximasse para tirar fotos. 
O vencedor, John Numbers, mostrando como se joga Mario Bros.

And The Winner is...

Este Nintendo World Championships trouxe muita animação e alegria Nintendista para a galera que acompanhou o evento de alguma forma. Seja vibrando a cada acerto do jogador, lamentando a cada derrota, e rindo de coisas super engraçadas que apareciam, o campeonato foi ótimo e serviu para juntar e promover algo que todo jogador ou telespectador clama em um evento deste nível.
Ponto para a Nintendo, que soube aproveitar bem o momento usando de suas melhores qualidades: usando seus clássicos, com a integração entre jogadores de todas as idades, religiões e crenças, e um único desejo de salvar a princesa no outro castelo. Vida longa à diversão e que venha a E3 2015!
Jaime Ninice é mestre em Música pela UFRJ e aluno de Cravo (bacharelado) na mesma instituição. Além da música, possui especial admiração pelos games e pode ser encontrado escrevendo e revisando artigos no Nintendo Blast em momentos de descontração. Também está no Twitter e no MiiVerse.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais