Reggie garante que próximo Zelda sairá para Wii U em 2016

Executivo disse que a E3 era espaço reservado para jogos a serem lançados em 2015, e que mostrar Zelda U agora teria efeito contrário.

Talvez a maior falha da apresentação da Nintendo nesta E3 era uma que já havia sido anunciada, a falta de conteúdo referente a Zelda U. No fundo, apesar do aviso, todos esperávamos uma surpresa nesse sentido, o que não veio. A falta do jogo na feira levanta muitas suspeitas sobre o futuro do Wii U, muitos acreditam que o próximo título sairá para o NX, seu suposto sucessor.


Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America garante que não em entrevista ao portal IGN:
Pergunta: Nós falamos com Miyamoto e ele nos disse que a Nintendo tem um material verdadeiramente incrível sobre Zelda U, mas decidiram não mostrá-lo na E3. Você pode falar um pouco sobre essa decisão?
Reggie: Isso diz respeito à afirmação que fiz antes sobre como nós vemos a E3. Nós realmente não acreditamos em mostrar conteúdos na E3 que sejam de um prazo muito longo. Nós gostamos de mostrar conteúdo que normalmente será lançado no próximo período de festas [após o dia de Ação de Graças dos EUA, em novembro] e talvez no início do ano seguinte. E, no momento, o novo Zelda para Wii U não é um projeto de 2015. 
Pergunta: Você não fica preocupado que não apresentar o jogo neste ano mande uma mensagem para os donos de Wii U, e para prováveis futuros donos, de que Zelda não será um jogo para 2016?
Reggie: Não. Eu não acho que mandamos essa mensagem. Na verdade, em várias entrevistas Miyamoto reforçou que será um jogo para 2016, e eu também acredito que reforçamos que será sim um jogo do Wii U porque eu sei que há certos pensamentos rolando por aí... nossa mentalidade é algo mais relacionado a curto-prazo no que se refere a E3. E, sim, isso é algo pensado caso a caso. Também reconhecemos que não queremos frustrar os consumidores. Nós poderíamos falar de muitas coisas sobre Zelda e mostrar algumas imagens, mas em nossa opinião coletiva acreditamos que, no final, causaríamos mais frustrações que benefícios. 
O fato do Zelda U ter sido mostrado no ano passado já desmente um pouco essa política de que a E3 é espaço para anunciar jogos a curto prazo, no entanto, é caso a caso como Reggie diz. Ainda assim, o desenvolvimento e lançamento de Zelda U está cada vez mais nebuloso. Dizer que mostrar o que existe dele agora traria mais frustrações do que benefícios é preocupante... lembremos que no início do ano, Miyamoto disse que o desenvolvimento estava em estágio avançado.

Fonte: IGN
Lucas Palma Mistrello é historiador, mestre pela Universidade Federal de São Paulo. Redator nos Blasts desde 2012, começou com os games com o Atari 2600 e é eclético em gênero e temas: vai de COD e Medal of Honor a Pokémon e Zelda com a mesma vontade. Sempre está de olho nos comentários das postagens.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais