Nintendo quer expandir seu público feminino

Nintendo percebeu que os títulos com apelo feminino, segundo a avaliação da empresa, venderam muito bem e pretende investir nesse segmento.

Durante a realização da reunião com os investidores para a prévia da divulgação dos números do ano fiscal, a Nintendo colocou como uma de suas metas para o futuro a ampliação de seu público feminino. A reação veio após a análise das vendas de títulos que a empresa considera mais atrativos ao público feminino como Rhythm Tengoku (3DS, exclusivo do Japão), com 700 mil unidades comercializadas.


As pesquisas da Nintendo também revelam que Animal Crossing: Happy Home Designer (3DS) e Disney Magic Castle: My Happy Life 2 (3DS) também vendem bem com as mulheres, adultas, mas especialmente garotas a partir de 12 anos. A desenvolvedora prepara um site específico direcionado às garotas, chamado "Nintendo 3DS for girls" e a realização de eventos em shoppings e locais com grande público feminino.

A decisão aparentemente é mais específica em relação ao mercado japonês, mas pode chegar ao resto do mundo pois a reunião não é exclusivamente direcionada aos japoneses, e beneficiar as jogadoras ocidentais, apesar de ser uma visão sexista em relação aos gostos das mulheres.

Lucas Palma Mistrello é historiador, mestre pela Universidade Federal de São Paulo. Redator nos Blasts desde 2012, começou com os games com o Atari 2600 e é eclético em gênero e temas: vai de COD e Medal of Honor a Pokémon e Zelda com a mesma vontade. Sempre está de olho nos comentários das postagens.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais