Metroid Prime: Federation Force (3DS): veja sete minutos de gameplay

Apesar de mostrar pouco, o vídeo já permite a conclusão de algumas impressões acerca do título.




Após o Nintendo Direct que deu mais detalhes acerca de Metroid Prime: Federation Force (3DS), o pessoal do GameXPlain publicou um vídeo com sete minutos de gameplay do jogo — que você confere acima — no qual é possível ver alguns elementos que podemos esperar para a próxima aventura de Samus cheia de piratas espaciais.

Destacam-se dois diferentes tipos de tiros da arma principal, que podem ser trocados com o simples apertar de um botão e, provavelmente, com um toque de dedo, já que a informação aparece também na tela de baixo do portátil. Um dos tipos tem o formato de uma chave de boca, ferramenta utilizada para fazer reparos mecânicos e comumentemente relacionada nos jogos como um menu de configurações ou de conserto. Será que no título haverá uma classe diferente para cada personagem, sendo um deles responsável por recuperar a barra de energia dos companheiros?

O outro tipo de tiro traz o símbolo de um raio. Considerando que o jogador do vídeo utiliza este tipo para atirar em portas elétricas, podemos deduzir que sua função é a de causar descargas elétricas ou curtos-circuitos para acessar novos locais.

Outro detalhe interessante é que pelo mapa estarão espalhados alguns itens de modificação, o que pode significar que os quatro jogadores terão a oportunidade de personalizar seus trajes e, quem sabe, suas armas, o que seria uma adição bem-vinda ao mundo de Metroid.

O ponto negativo, no entanto, continua sendo o fator mais criticado pelos fãs da franquia: os gráficos. Enquanto que o cenário chega a lembrar o que foi visto em Metroid Prime 2: Echoes, original do GameCube, os efeitos de iluminação, explosões e, principalmente, fluidos, bem como os modelos dos personagens passam a impressão de um jogo do Nintendo DS. Mesmo que seja possível argumentar que o DS não teria capacidade de suportar este jogo, é impossível não pensar que o 3DS já recebeu títulos com visuais bem mais interessantes.

Apesar do ceticismo, vale lembrar que na série Metroid é notável o esforço da Nintendo em fazer um level design de alta qualidade, o que pode ser bem vantajoso em uma jogatina multiplayer para até quatro jogadores.
Vitor Tibério é amante de jogos eletrônicos desde que bateu os olhos em alguns pixels do NES. Hoje leva a sério as disputas de Mario Kart mas tem um (enorme) espaço no coração reservado à franquia Zelda. Já jogou e rejogou quase todos os games da franquia e mal pode esperar pelo lançamento do Breath of the Wild.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais