Vem aí

Prévia: Pokémon Sun & Moon (3DS), a comemoração definitiva de Pokémon

Os jogos prometem ousadia, mas a fórmula consagrada da franquia ainda faz presença.



Durante todo o ano de 2016 a Nintendo se preocupou em organizar uma boa festa de celebração para comemorar os 20 anos do lançamento de Pokémon Red & Green no Japão, ou seja, tecnicamente os 20 anos de toda a franquia Pokémon. Pokémon Sun & Moon, os novos jogos da franquia principal para a família 3DS, compõem o que podemos dizer do bolo desta festa, o momento principal.

A Nintendo deixou de mão o possível lançamento de uma terceira versão ou continuação para Pokémon X & Y (3DS) e nos surpreendeu com o anúncio da chegada de uma nova geração para a franquia dos monstrinhos de bolso. Os jogos já chegam na próxima sexta, dia 18 de novembro, e darão abertura à sétima geração prometendo causar um rebuliço em tudo que conhecemos de Pokémon, incluindo sistemas consagrados como a Liga Pokémon.

Uma versão de demonstração de Pokémon Sun & Moon foi disponibilizada na eShop do Nintendo 3DS no mês de outubro. Com ela, pudemos ter uma breve perspectiva do que a Game Freak quer nos apresentar com estes novos jogos e pudemos perceber de que eles irão muito além de apenas objetos comemorativos.


Alola! Bem-vindo ao paraíso tropical!




A ambientação de Pokémon Sun & Moon será totalmente feita na nova região do mundo Pokémon, Alola. Livremente inspirada no Havaí, a região é composta por quatro grandes ilhas e, assim como Hoenn, tem como característica marcante seu clima tropical além de uma cultura muito forte e presente como nunca visto antes na franquia.

Pela demo recebemos a informação de que a nova região é distante dos outros continentes do mundo Pokémon, o que é um pequeno detalhe que já nos dá uma pequena amostra do quão única a região promete ser. A cultura de Alola é algo que perdurará por todo o jogo e isso se vê em como rituais tradicionais do território possuem enorme relevância.


Temos a possibilidade de chamar Pokémon do serviço PokéRide para que eles ajudem em pequenas tarefas comumentes do dia-a-dia. Dentre as quais, há as de servir de montaria para os habitantes da região e outras mais trabalhosas como servir de veículo aéreo ou então transporte aquático. A relevância deste serviço já se demonstra em como ele pretende substituir os tradicionais HMs que sempre estiveram presentes em outros jogos da franquia, mas que já estavam um tanto quanto saturados. Na demo tivemos a oportunidade de testar isso utilizando um Tauros como veículo de montaria e que tem a habilidade de, além de servir como uma espécie de transporte, de quebrar pedras maiores pelo caminho.

Outra característica muito presente apenas na região de Alola é o Island Challenge. Esse desafio consiste em percorrer pelas ilhas e participar de determinadas tarefas que vão desde procurar por itens até resolver pequenos puzzles. Estas tarefas são propostas pelos chamados Trial Captains e é um costume típico de Alola que substitui a existência da Liga Pokémon.



Sua meta em Pokémon Sun/Moon é se tornar campeão do Island Challenge e, para isso, terá de passar por todos os Trials espalhados pelas ilhas de Alola. Além disso, terá também de enfrentar os Totem Pokémon, Pokémon absurdamente grandes em tamanho em relação a suas respectivas espécies e que possuem algum atributo como Defesa ou Ataque aumentado, servindo como uma espécie de boss.

Cada Totem Pokémon é o obstáculo final nos Trials, e estes só podem ser completados após enfrentar tais Pokémon. Por fim, temos a mecânica dos Kahunas, que são os “chefes” de cada ilha ou também protetores. Os Kahunas são os treinadores mais fortes das ilhas de Alola e o jogador só poderá ter a possibilidade de viajar para outra ilha após terminar todos os Trials e enfrentar o Kahuna da ilha em que o mesmo está.

O Island Challenge se mostra promissor em tentar dar um novo gás a fórmula de Pokémon. Os líderes de ginásio e a Liga Pokémon sempre foram ótimos conceitos que pouco se saturaram na franquia Pokémon, por isso a Game Freak ousou muito ao propôr um novo esquema para o percurso principal do jogo já que se arriscou sair de sua zona de conforto para tentar algo diferente. A impressão que estas mudanças provocam é de que Pokémon Sun/Moon darão enfoque maior a elementos típicos de jogos RPG. Os próprios Trials possuem até uma carinha de Zelda e lembram vagamente as tradicionais dungeons da franquia do herói do tempo.

Um novo modo de batalhar — os Z-Moves!


Na sexta geração tivemos a introdução da mecânica Mega Evoluções que causou um rebuliço no competitivo da franquia por adicionar novas possibilidades durante as batalhas, além de permitir com que Pokémon outrora esquecidos pudessem retornar ao destaque. A Game Freak infelizmente parece não ter focado muito neste conceito em Pokémon Sun/Moon, não introduzindo nenhuma nova Mega Evolução, por exemplo.



Entretanto, tudo isso é para lançar a nova cartada das batalhas Pokémon, um novo modo de atacar: os Z-Moves. Os Z-Moves são golpes “mega evoluídos” e que chamam a atenção pelo seu imenso poder, capaz até mesmo de significar morte instantânea para certos Pokémon. Eles funcionam de forma similar à Mega Evolução, pois, para que o Pokémon possa usar o golpe, o treinador deve conter em seu braço um Z-Ring e o Pokémon em questão deve segurar um Z-Crystal, além de que cada Z-Move pode ser utilizado apenas uma vez durante a batalha.

A diferença crucial entre a Mega Evolução e os Z-Moves está na questão de que qualquer Pokémon estará hábil para utilizar um Z-Move, o único requisito para que ele funcione, além dos já citados, é que o monstrinho em questão saiba um golpe do mesmo tipo do Z-Crystal segurado, salvo em casos de Z-Moves exclusivos que exigem golpes pré-determinados.

A Game Freak afirma que a meta com a inclusão dos Z-Moves é permitir com que qualquer Pokémon possa brilhar durante as batalhas graças a esta liberdade de uso destes golpes, algo que a Mega Evolução não detinha. Claro que a reação dos jogadores competitivos a eles ainda está um pouco incerta, muitos ainda acham que eles podem acabar sendo muito quebrados, pois assim como permitem que Pokémon não muito hábeis se tornem mais viáveis, pode fazer com que Pokémon já fortes e estabelecidos se sobressaiam ainda mais com novas possibilidades de usufruírem de todo seu poder já alto.

Novos e velhos Pokémon — A Alola Pokédex


Todo salto de geração representa a ingressão de novos monstrinhos a monstruosa quantidade já existente contabilizada pela Pokédex. Pokémon Sun/Moon já teve boa parte de seu novo acervo divulgado pela própria Nintendo e, assim como a Game Freak mostrou-se inspirada na criação da nova região, não faltou criatividade no que se diz respeito aos novos monstrinhos.


Podemos dar diversos exemplos. Temos o Mimikyu, novo monstrinho do tipo Ghost/Fairy que esconde todo seu corpo por baixo de um antigo boneco do Pikachu que fizera um grande sucesso quando lançado a fim de se tornar mais percebido pelas pessoas, e também o Oricorio, um pequeno pássaro que possui uma forma diferente dependendo da ilha em que é encontrado e cada uma inspirada numa dança típica do Havaí. Além destes, também temos um Pokémon que é baseado numa quimera e supostamente é um Pokémon artificial, além de uma tartaruga dragão e um Pokémon que lembra simplesmente o novo presidente dos Estados Unidos.

Além de novos Pokémon, a região de Alola também apresenta adaptações regionais de Pokémon já conhecidos. As Alola Forms são variações de Pokémon da primeira geração que fazem com que os mesmos mudem de tipo, design e habilidades devido ao clima e outros fatores bióticos (como predação, por exemplo) presentes em Alola.



Unindo as Alola Forms com as novas adições da região, fora os Pokémon antigos presentes no território, contabilizamos uma grande variedade de monstrinhos em Alola que faz jus ao seu status de região tropical. Além disso, não podemos deixar de mencionar também as misteriosas Ultra Beasts, que são criaturas as quais não sabemos ainda o que são e estão rodeadas por mistério.

Juntando tudo isso, podemos afirmar que os novos jogos da franquia pretendem atingir a todos os tipos dos fãs da franquia. Aqueles que gostam de descobrir novos Pokémon ficarão felizes com as adições de Alola; aqueles que são mais apegados aos Pokémon da primeira geração poderão desfrutar das Alola Form; e aos que curtem algo mais ousado e diferente, poderão desvendar os mistérios das Ultra Beasts.

Prepare a sua bagagem

Pokémon Sun & Moon representam mais um salto na franquia de monstrinhos de bolso. O salto gráfico não será o foco, embora os cenários estejam incrivelmente mais detalhados e agora os personagens tenham deixado de serem chibis (ou seja, um traço de desenho bem estilizado em que a cabeça não é proporcional ao corpo e, portanto, é menos realista), o que já os torna superiores perceptivelmente do que seus antecessores para o 3DS. A questão que se está em destaque é a ousadia da Game Freak nestes novos títulos.

Comparação entre Pokémon Sun & Moon e Pokémon X & Y


Eles pretendem mudar diversos sistemas já consagrados da franquia, embora a essência dela ainda esteja presente: você ainda poderá capturar monstrinhos, batalhar contra treinadores, formar o seu time, inclusive encontrar personagens famosos de jogos anteriores, etc. É um jogo que segue a fórmula de Pokémon, porém dá um novo gás a ela. Muitos acreditam que esta renovação esteja ocorrendo devido à franquia Yo-kai Watch, que tem confrontado Pokémon diretamente nos últimos tempos no Japão, tornando-se uma ameaça.

Por tudo isso que foi dito, não deixe de dar uma conferida nos novos jogos e experimentar tudo que a Nintendo preparou para a atração principal do aniversário de 20 anos dos monstrinhos de bolso. Comece a preparar as bagagens porque a viagem já está com data marcada.

Pokémon Sun & Moon — 3DS
Desenvolvedora: Game Freak
Gênero: RPG
Lançamento: 18 de novembro de 2016
Expectativa: 5/5

Revisão: Luigi Santana
Guilherme Lima é entusiasta gamer que ainda sonha com a possibilidade de algum dia poder criar seus próprios jogos. Seu primeiro console foi um Sega Genesis e atualmente ele aprecia a maioria as franquias da Nintendo, principalmente Pokémon.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais