Blast from the Past

Blast from the Past: Super Mario World 2: Yoshi´s Island (SNES)

Quando o primeiro Super Mario World foi lançado, parecia que o ápice havia sido atingido em todos os sentidos: qualidade, carisma, popula... (por Gustavo Assumpção em 14/09/2009, via Nintendo Blast)

Yisland_boxQuando o primeiro Super Mario World foi lançado, parecia que o ápice havia sido atingido em todos os sentidos: qualidade, carisma, popularidade, diversão… Mas eis que tentando "aproveitar" o sucesso do original, a Nintendo aceitou o desafio e começou o desenvolvimento de uma continuação direta do primeiro game. Assim surge Yoshi´s Island:

 

Desenvolvimento conturbado

retrosnes_13Com o anúncio de Donkey Kong Country em 1994, a Nintendo não ficou contente ao comparar o resultado técnico que o game alcançava com o concorrente da Rare. É então que Miyamoto decide paralisar o desenvolvimento e criar um novo estilo visual para o game. Assim, surgiu um estilo totalmente novo, onde os personagens e cenários parecem desenhados com giz de cera e lápis de cor. Para suportar tamanho primor, o cartucho acabou ganhando um chip extra, o famoso SuperFX2. O resultado final dessa implementação técnica são gráficos nunca vistos no Super Nintendo com uma riqueza de detalhes impressionante e uma fluência das animações no mais alto nível.

Vale mencionar que aqui está também um dos melhores trabalhos de composição do mestre Koji Kondo em toda a sua história. Cada uma das melodias soa agradável e os efeitos sonoros combinam perfeitamente com as situações.

Apesar do "2" no nome, Super Mario World 2: Yoshi´s Island não é uma continuação, e sim um prequel do original. Isso porque logo na introdução o jogador é apresentado a uma cegonha, que quando trazia os bebês Mario e Luigi para suas mães é atacada pela capanga de Bowser, a magikoopa Kamek. Luigi é então capturado e Mario cai, aterrissando na Yoshi´s Island, lar de dinossaurinhos de várias cores.

A partir daí, cabe a Yoshi resgatar Luigi e proteger Mario até que eles possam ser entregues para seus pais. É claro que Bowser e sua parceira Kamek farão de tudo para que isso não aconteça.

Desafiador e criativo

super mario world 2 romEsqueça boa parte do que Mario World introduziu. Para essa continuação a Nintendo criou vários elementos novos que ampliaram os horizontes da franquia. Como dessa vez toda a jogabilidade se centraliza no controle do Yoshi, todos os novos movimentos tem uma certa relação com o dinossaurinho. Uma das inovações mais festejadas é a criação pela primeira vez do conceito do pulo duplo. Ao realizar um salto, o jogador pode emendar um outro movimento ampliando a distância do pulo. Esse movimento se torna muito útil pra realizar saltos sobre precipícios ou alcançar lugares mais altos.

Outro novo movimento inserido aqui pela primeira  vez é a possibilidade do Yoshi atirar ovos usando uma mira. Aliás o sistema de mira que se movimenta sozinho funciona espantosamente bem, dando ao mesmo tempo desafio e precisão para o ato simples de se atirar um ovo.

6a00d83452033569e200e54f58d50c8833-800wiOutra boa novidade inserida é que aqui ao se completar uma fase o jogador alcança uma determinada pontuação. O máximo são 100 pontos e o jogador a atinge coletando itens na própria fase. Em cada uma delas são 20 moedas vermelhas e cinco flores para serem adquiridas. O jogador ainda tem que chegar com o contador de tempo no máximo (30 segundos correspondente a 30 estrelas) para alcançar o score perfeito.

Outro destaque é a presença de diversos minigames ao longo da jornada que concedem itens valiosos para o jogador. Itens que podem ser usados a qualquer momento – exceto durante as batalhas contra chefes. Essas últimas por sinal são fantásticas. Aqui estão talvez os chefes mais bem criados pela Nintendo em todos os tempos – principalmente pela criatividade na maneira como devem ser derrotados.

Pra completar o pacote, a Nintendo ainda criou personagens novos que tornaram a jornada mais rica e completa. Destaque para a já mencionada vilã Kamek e para o carismático Pooch, um cãozinho que pode andar sob a lava - de fundamental importância em diversas fases do game.

Bom, então é isso. Procurei dar uma contextualizada aqui no porquê eu gosto tanto desse game. Yoshi´s Island é muito criativo, complexo e completo. Talvez seja um dos games mais impressionantes já criados. Ah, não se engane: a continuação lançada para o DS não é nem 10% do original.

yoshi_galaxy Yoshi'sIslandLevel3  super_mario_world_2_yoshis_island_snes_screenshot2


Estudante de Jornalismo, apreciador de rock britânico, pouco cuidadoso com as palavras, rico de espírito, triste com as relações nesse mundo e esperançoso com o futuro.


  1. Esse jogo é um clássico que eu nunca joguei de verdade. Só joguei poucas horas no SNES (2 no máximo)e nunca conseguir emular no PC.
    Esse com certeza foi um dos melhore jogos de snes que eu já joguei, mesmo que por pouco tempo.

    E se não me engano, ele foi "lançado" para GBA, no Super mario Advance 4.

    ResponderExcluir
  2. Bah muito bom!
    Ótimo texto!
    E Renan, foi sim!
    até serial legal voces apontarem as diferenças das 2 versões. oq acham?

    ResponderExcluir
  3. Esse jogo é foda!

    ResponderExcluir
  4. Quando o joguei pela primeira vez achei um saco, principalmente o Mario com aquele choro horrível e chato. Mas, depois de alguns anos, jogando-o novamente no GBA, percebi, finalmente, que é um clássico sem igual.

    Até hoje o tenho como um dos jogos mais divertidos, desafiador e mágicos da plataforma Nintendo. Merece ser jogado!

    ResponderExcluir
  5. Amoo esse jogo!! Passei bastane tempo jogando. O do Nintendo DS também é bem legal, pena que meu emulador não funciona direito.. hehehe

    ResponderExcluir
  6. Ah, esse jogo é demais...
    O mais loko é que ele traz uma série de curiosidades para a série (foi mal a redundância sintaxica rss)

    Tipo, se pensar, esse é o primeiro game do Mario cronologicamente falando. O fato de M&L serem trazidos ao mesmo tempo pela cegonha denuncia que eles são gêmeos (contrariando o que a Nintendo diz). E outra coisa que parece que ninguém reparou ainda: Se eles nasceram no Reino do Cogumelo, COMO PODEM SER ITALIANOS???
    O unico jeito seria se existisse uma colônia italiana por lá...
    E mais uma coisa, a fase em que se enfrenta o corvo escroto (a do planetóide) revela que o Shigeru já tinha idéias para um game do naipe do Galaxy desde aquela época...

    ResponderExcluir
  7. po! que pena. tava sonha aqui em jogar ele no DS! ainda bem que tenho meu snes e jogo o original sempre da o/

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google