Blast from the Past

Blast from the Past: Final Fantasy Crystal Chronicles (GC)

Milhares de anos antes da história original de Final Fantasy começar a ser contada, o mundo estava coberto por um gás altamente tóxico conh... (por Ricardo em 08/12/2009, via Nintendo Blast)

ffcc-4 Milhares de anos antes da história original de Final Fantasy começar a ser contada, o mundo estava coberto por um gás altamente tóxico conhecido como miasma. Eram os tempos de Crystal Chronicles. Os povoados e aldeias eram todos protegidos dos efeitos do miasma pelos cristais, que geravam uma barreira impenetrável ao gás. Mas esse efeito não era permanente: ele durava algo em torno de um ano. Assim, a cada ano, os mais corajosos das aldeias tinham que se aventurar pelo mundo em busca da myrrh, uma substância líquida que aciona o efeito protetor dos cristais. O problema era que a myrrh só podia ser colhida da especial “árvore de myrrh”, localizada exclusivamente em masmorras repletas de monstros e outras criaturas hostis...

Focado mais nos elementos de ação do que propriamente numa linha de jogo de RPG, Crystal Chronicles leva o jogador a uma terra marcada por conflitos. A sua tarefa consiste em cinco anos de luta em meio às cavernas, derrotando chefes e coletando preciosas gotas de myrrh. O simples formato do game é aplicado à maioria dos seus aspectos, seja no combate, magia, experiência, ou mesma a trama.

Você passará por diversas cavernas de aparências diferentes, ao passo que os cenários também são bastante diversos: florestas de cogumelos, desertos e pântanos, todos com a sua própria raça de inimigos. Ainda assim, você poderá sentir que tudo é estranhamente semelhante, seja pela natureza limitada do combate, pelo comportamento dos adversários, ou pelos elementos simples de puzzles.

ffcc-5 ffcc-7

ffcc-1 A experiência completa de jogo só é possível pelo modo multiplayer. Jogando sozinho, você normalmente encontrará adversários demais para tomar conta. Você correrá muito, especialmente daqueles oponentes que levam um tempo muito longo para serem derrotados (mesmo com quatro pessoas), e voltará à sua posição inicial uma vez que tiver atingido certa distância. Os chefes então, nem se fala: alguns têm uma quantidade insana de HP, o que realmente exige pelo menos duas pessoas para matá-lo dentro de um tempo razoável. No single player, você também não encontrará a mesma diversão que há em meio ao caos que quatro pessoas podem oferecer. Assim, se você não tem amigos, nem GBAs para compartilhar (a conectividade GBA/GC é necessária para o modo multiplayer), dificilmente conseguirá desfrutar de FFCC ao máximo.


Ricardo tem 19 anos, é estudante de Administração, mora em Curitiba e ama tanto música pop que decidiu dedicar o seu tempo livre para a criação de um blog só sobre o assunto! Vícios atuais: Ladyhawke, Ke$ha, Little Boots, La Roux, VV Brown, Frankmusik e Dan Black. Sua cor preferida é lilás e seu filme preferido é O Poderoso Chefão.


  1. Eu tenho o FFCC do GC mas naum gosto muito... Mas eu nunca joguei no modo multi. Vou testar pra ver se melhora!!!

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google