Blast from the Past

Blast from the Past: Contra (NES)

Cima, cima, baixo, baixo, esquerda, direita, esquerda, direita, B, A e start na tela de abertura! Você deve estar estranhando esta sequê... (por Fabiano Naspolini em 10/05/2010, via Nintendo Blast)

contra_nes_caixa Cima, cima, baixo, baixo, esquerda, direita, esquerda, direita, B, A e start na tela de abertura! Você deve estar estranhando esta sequência de botões a serem apertados. Já aos viciados em Contra, isto é apenas uma dica para se ganhar 30 vidas. Talvez este seja o único modo de fechá-lo, pois dificuldade à NES é o forte deste jogo. Contra é um game originário dos fliperamas e lançado em 1988 pela Konami ao Nintendinho. Este jogo ação/tiro gerou uma série que permeia até hoje por diversas plataformas. A aventura dos militares contra as forças secretas alienígenas é o foco deste game de ação. Vamos relembrar mais um clássico!

Uma história manjada, mas um gameplay interessante

 Contra3 contra8 contra11

Contra é um jogo de ação/tiro que conta a história de dois soldados do comando militar: Bill (jogador 1) e Lance (jogador 2). Eles foram enviados a uma missão para neutralizar uma organização terrorista alienígena chamada Red Falcon, cujo objetivo é assumir o controle da Terra. Lembra bastante as histórias de filmes como Rambo, Exterminador do Futuro, Alien, etc. Se fosse depender da história, o jogo teria pouco destaque, pois é a velha fórmula de bem contra o mal e domínio do mundo. Mas para a época era sensacional e pertinente, devemos lembrar disto.

contra7Os movimentos do personagem trazem algumas variações bem legais: você pode se agachar, dar umas cambalhotas e atirar de diversos ângulos. Isto ajuda e muito no jogo. Dentre as armas para vencer este desafio, os militares recebem alguns projéteis que voam pelo cenário ou compartimentos nas paredes. Atirando neles, consegue-se armas ou invencibilidade. Os tiros são diversificados. Tem laser, tiros contínuos, armas com tiros mais espalhados, teleguiados dentre outros. Isto ajuda a facilitar a vida do jogador, pois considero essencial em games de tiro.

Muito cuidado é pouco também: poucas vidas e basta um tiro para que você morra. É necessário ser muito cuidadoso em Contra. Os afobados vão perder vidas fácil. Tem que ser muito hábil e paciente para isto. Aos que gostam de um desafio de verdade, existe uma dica para deixá-lo mais difícil: termine-o e o recomece: terá as vidas da partida anterior, bem como os inimigos ficarão mais difíceis.

Algumas das críticas que faço foram corrigidas em outras versões de Contra, mas para quem quer os desafios e dificuldades daquela época, este jogo está muito adequado. Vale a pena!

Perspectivas gráficas diferenciadas e multiplayer divertido

  contra_multi contra5 contra9

A estrutura das oito fases de Contra é linear e cada cenário traz diferenciações de movimentos: algumas a tela acompanha o personagem de forma horizontal, outras vertical. Isto é interessante para diversificar no jogo. Também gosto particularmente do design dos níveis da fase 2 e 4, onde aparece um quase 3D. Isto é bem positivo e traz uma mudança em relação aos outros cenários. Além disto, trouxe diferencial em games deste gênero da época.

Uma dica para quem quer mais detalhes dos cenários (basta clicar na imagem aberta para vê-la em tamanho maior):

Contra4Fases: Stage 1: Jungle | Stage 2: Base 1 | Stage 3: Waterfall | Stage 4: Base 2 | Stage 5: Snowfield | Stage 6: Energy Zone | Stage 7: Hangar | Stage 8: Alien’s Lair

Os chefões são bem legais, visto que cada um tem uma forma de atacar o jogador. Com isto, as estratégias para vencer são diferentes. Este é mais um ponto positivo. Também Contra permite o modo multiplayer, onde o jogador 2 joga com Lance.  Muito divertido e fica mais fácil de se fechar o game nas condições iniciais impostas por ele.

Contra1 Contra trouxe alguns elementos que se diferenciaram de outros jogos de época, principalmente aquele desenho em perspectiva aludindo a um 3D. O estilo de estrutura de níveis e de locomoção durante as fases deu certo, pois se baseou em outros games da época já consagrados. Para uma partida rápida e com muita ação, recomendadíssimo. Mas esteja preparado para um desafio hardcore. Recomendo usar a dica para 30 vidas que passei também. Muitos tiros e acabe com os aliens!


Fabiano Naspolini de Oliveira possui formação em Tecnologia em Análise de Desenvolvimento de Sistemas (UDESC), escritor, empresário e game designer da "Céu Games" ( http://www.ceugames.com ). Apaixonado por escrita e jogos eletrônicos desde novo, acompanha a indústria de games e tem como preferência a Nintendo. Jogou nos videogames NES, SNES, N64, Game Cube, Wii, Gameboy Color e Nintendo DS (atual que possui). Gosta muito de RPG, mas acompanha/joga outros gêneros também.


Disqus
Facebook
Google