Top 10

Top 10: Games de plataforma de SNES

Com toda a certeza um dos gêneros mais explorados na era 16 bits, os games de estilo “plataforma” eram um sucesso indiscutível. O gênero ... (por Anônimo em 15/09/2011, via Nintendo Blast)

video-game-super-nintendo

Com toda a certeza um dos gêneros mais explorados na era 16 bits, os games de estilo “plataforma” eram um sucesso indiscutível. O gênero se tornou famoso por seus vários obstáculos, procura de itens, batalhas contra chefes e muito, mas muito desafio. Além disso, o carisma da grande maioria dos games tocaram gerações que ainda hoje os guardam em suas prateleiras. Foi muito difícil escolher os dez melhores, posso ter cometido muitas injustiças, e é por isso que preciso dos comentários de todos vocês para que da próxima vez eu erre com menor frequência.
Bom, está na hora de ligarmos o videogame em nossa memória e irmos para a primeira fase.

10. Demon’s crest

Criado pela Capcom em 1994, o jogo começa com uma cena sensacional e uma fuga do protagonista, Firebrand, que corre de um monstro/dragão/demônio. Sua história envolve uma busca pelos emblemas elementais e pelas pedras mágicas. As cores do game são fortes, o desafio é épico, o tema complexo. Há um leve foco de RPG, onde o demônio (ou gárgula, se assim preferir) pode modificar suas habilidades conforme adquire novos emblemas. O jogo foi um sucesso e ainda é considerado por muitos como uma obra prima.

Demons_Crest_SNES_ScreenShot3

9.  The adventures of Batman and Robin

O desenho já era muito bacaninha, os traços bem característicos, as histórias interessantes. Somando isso tudo com o poderoso hardware do Snes, só poderíamos ter um game bastante competente. The Adventures of Batman and Robin possui gráficos que se assemelham muito ao desenho, sua trama envolve até mesmo alguns momentos da série, a gama de vilões é de se aplaudir, e o desafio tão forte quanto era de se esperar. Um de meus games favoritos de todos os tempos.

batman and robin snes


8. Disney's Magical Quest 3 starring Mickey and Donald

Os games da Disney são considerados – em sua grande maioria – como obras primas na era 16 bits. Esta versão é, provavelmente, chamada de A melhor de todas. A aventura foca-se na jornada de Mickey e Donald para salvar Huguinho, Zezinho e Luizinho das garras do cruel King Pete que os raptou dentro de um livro mágico. As cores vivas do Snes ajudam o game a ser inesquecível, sua trilha sonora é tão boa que poderíamos guardá-la em nossos music players para todo o sempre. Há a possibilidade bacana de dois jogadores se aventurarem simultaneamente. A qualidade do game é realmente mágica (nossa, que piada horrorosa).

3


7. Yoshi’s Island

Dúvido acharmos um game com tamanha “fofura” e competência gráfica do que Yoshi’s Island. Ok, o game pode ser um dos mais fáceis de Snes, mas mesmo assim possui alguns dos melhores momentos que um game de plataforma pode oferecer: chefes grandes, carisma que transborda a tela, segredos onde menos esperamos. Há poucas partes de frustração, muitos jogadores se irritam ao ouvir um bebê chorando só por causa dos momentos onde o Baby Mario sai flutuando pela fase. Quanta competência!

 Yoshi's Island

6. Super Ghouls and Ghosts

O inferno!
Jogar Super Ghouls and Ghosts é um verdadeiro inferno em forma de plataforma (olha a rima!). Todos concordamos que o game possui muito carisma, somos todos fãs do herói Arthur, mas jogar até o fim essa aventura é algo simplesmente frustrante e ao mesmo tempo delicioso. A estratégia aqui é decorar tudo e um pouco mais, desse jeito fica um pouco menos infernal errar um pulo ou um golpe e morrer de maneira dolorosa. A prova de que o game é bom é que mesmo após tudo isso nós sempre voltamos a ligá-lo em nosso Snes.

Super_Ghouls_N_Ghosts_SNES_ScreenShot3 

5. Super Castlevania IV

Alguns o consideram um remake do primeiro Castlevania lançado para o saudoso Nintendinho, outros o chamam de uma reimaginação. Não importa, o que realmente é a qualidade indiscutível do game. São muitas fases lotadas de esqueletos, morcegos chatos, seres fantasmagóricos, bruxas etc. O herói, Simon Belmont, possui um chicote mais poderoso que pode ir para oito direções diferentes. O confronto final com Drácula é sensacional e tão difícil quanto parece. Um show.

Super-Castlevania-IV(capa) 

4. Mega Man X

A série Mega Man possui uma inponência na era 16 bits. Seu ápice começou com o lançamento do primeiro game da franquia X. Todos os grandes detalhes da série ainda estava lá: a crescente dificuldade, os itens quase impossíveis de se alcançar, a sequência de chefes que deviam ser derrotados utilizando-se da arma dos que já haviam sido vencidos. A diferença quase palpável era um tema mais sombrio na história, uma visão mais adulta e madura das aventuras de Mega Man. Na época de seu lançamento, a crítica e os fãs foram só elogios, e as vendas foram fenomenais.
Uma obra prima da Capcom.

megamanx


3. Super Metroid

Muitos a consideram como a grande aventura da musa Samus Aran, eu a considero, simplesmente, como um dos melhores games já lançados na história. Tudo em Super Metroid é épico: desde a primeira batalha contra Rideley ao último confronto contra Mother Brain. A história profunda cheia de detalhes, a exploração, os itens e seus upgrades, a intensa dificuldade. É difícil encontrar algo que seja mais completo que este game. Ele não exigia apenas que o jogador fosse bom, mas que superasse as próprias habilidades para fazer o tão sonhado 100% ou terminar o game em menos de três horas para ver o melhor final. Super Metroid marcou uma geração e, provavelmente, ainda deve estar fazendo isso.

6a00d83452033569e200e54f3e41f98833-800wi


2. Donkey Kong Country

Houve um certo apelo para que o segundo game da franquia estivesse aqui, mas devo considerar que é neste game onde tudo começa, é neste game conhecemos todas as artimanhas de King K. Roll, e o mais importante: é nesta aventura que jogamos com o Donkey Kong. Não é de se espantar como este game fez sucesso. Os gráficos inovadores e lindos, as músicas que viram tatuagens em nosso cérebro, os inimigos engraçados e caricatos, os animais ajudantesque cada jogador tinha um favorito. Foi com DKC que o Snes foi elevado a um novo patamar de potência, as animações de Donkey e Diddy nos faziam gargalhar e suspirar ao mesmo tempo, e nem vamos mencionar o sensacional Crank Kong. Uma das coisas mais empolgantes do game era a busca insaciável pelos segredos das fases, algo que poucos conseguiram descobrir na raça.

donkey_kong_country

 

1. Super Mario World

Ok. Eu sei que era óbvio, mas é por ser óbvio que ele não poderia estar em outro lugar dessa lista. Super Mario World simplesmente reinventou o gênero com seu estilo, segredos, porcentagem, sistema de itens, trilha sonora e muito mais. Até hoje mesmo uma pessoa que não é familiarizada com games sabe muito bem o que é Super Mario World. A adição do mascote Yoshi, dos caminhos alternativos, e de novas roupas para o nosso herói só aumentam a longevidade da aventura. Se você for na minha casa ou na casa de qualquer fã de games, poderá ver que a fita está dentro do Snes só esperando ser jogada novamente. Esse legado deixado por Mario e cia é prova maior de que o game é imortal, inesquecível e muito mais do que completo. Redefinir um gênereo é para poucos, por este motivo é que SMW está na primeira colocação.


snes_super_mario_world_u_01


Este texto nunca teria ficado pronto sem a importante ajuda da galera do fórum NES ARCHIVES. Um agradecimento especial a todos!


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.