Perfil

Perfil: The Hero (Red Steel 2)

Quando a Ubisoft resolveu dar um novo começo para Red Steel , jogo de lançamento do Wii com recepção morna do público e da crítica, criou um... (por Bruno Grisci em 30/03/2012, via Nintendo Blast)

Vai encarar? Nintendo Blast Red Steel 2Quando a Ubisoft resolveu dar um novo começo para Red Steel, jogo de lançamento do Wii com recepção morna do público e da crítica, criou um mundo que misturava o velho oeste norte-americano com o Japão, obtendo um resultado muito interessante. Esse universo, como todos, precisava de um herói, e assim surgiu o misterioso protagonista de Red Steel 2.

ALERTA: O texto abaixo pode conter spoilers para quem não jogou Red Steel 2! Leia por sua conta e risco.

O que vem antes da história

Logo que o jogo começa, temos nosso personagem acordando, apenas para se descobrir sequestrado por uma gangue de Jackals (inimigos recorrentes na história) e ser arrastado acorrentado por uma moto por paisagens desérticas numa das cenas mais legais do game. Mas quem é esta misteriosa figura?

E lá vamos nós.

A Ubisoft não fez questão de dar muitas informações a respeito desse herói solitário. Nem mesmo seu nome é definido e os personagens que encontramos sempre se referem a ele como “Swordsman” (espadachim), “the last Kusagari” (o último Kusagari) e “Hero” (herói), este último sendo a denominação que resolvemos adotar.

O que fazia nosso aventureiro andando pelo deserto? Não sabemos. Toda a história do jogo é narrada pelos seus personagens, e o que nos é revelado é que Hero era um dos mais habilidosos dos 33 protetores do clã Kusagari, mas, por motivos não especificados, foi exilado. Mestre Jian, o professor de esgrima de Hero, num momento de sabedoria entrega a Sora katana, espada mais preciosa dos Kasagari, para o seu pupilo, que parte para nunca mais voltar...

Que comece o jogo

Luz, câmera... Nintendo Blast Red Steel 2

“Nós matamos 32 dos protetores do seu clã. Isso faz de você… o último.” – Shinjiro para The Hero

Isto é, até ele ser sequestrado pela gangue de Jackals e, depois de finalmente se liberar, descobrir que estava de volta à cidade de sua juventude. Ou o que sobrou dela, já que logo descobrimos que após a sua partida o clã de guerreiros Katakara, aliado a outros grupos de bandidos, invadiu Caldera, cidade lar dos Kasagari, e dizimou toda a população integrante dessa ordem, tornando nosso personagem o último remanescente do que um dia havia sido uma poderosa facção.

Os Katakara eram liderados por Shinjiro, que já foi um grande membro dos Kasagari, mas matou cada um de seus antigos colegas em busca do segredo que tornava as Sora katanas (katanas são espadas típicas dos samurais) portadoras de um poder místico. Ao seu lado temos Okaji, comandante do Castelo dos Katakara e um perigoso e cruel psicopata, a quem se atribui poderes sobrenaturais e condenado a morte em mais de 38 territórios.

Enfim, Hero reencontra Jian, salvando-o de ser executado, e recupera a Sora katana que havia sido roubada por Payne, líder dos Jackals. Agora com o apoio de seu antigo mestre, de Tamiko, a bela moça por trás da divisão de pesquisa do que sobrou do seu antigo clã, e do pai dela e xerife de Caldera há 42 anos, Steve Judd, nosso herói parte para um plano em busca de vingança contra Shinjiro e para limpar a cidade dos criminosos que ali se instalaram.

Há dias em que não deveríamos sair da cama…

Resumindo bastante a história, o espadachim e sua nova equipe conseguem sabotar várias instalações inimigas e frustrar vários planos dos criminosos. Então é descoberto que Shinjiro pretendia escapar em um trem, e nosso herói segue seus passos, mas descobre tarde demais o que na realidade se tratava de uma armadilha e o veículo explode. Hero sobrevive, mas fica vagando pelo deserto por três dias até encontrar uma cidade deserta, onde conhece Songan, um comerciante de armaduras.

A tal cidade abandonada era na verdade um ponto de armazenamento de armas dos Jackals, então foi preciso acabar com eles antes de finalmente restabelecer contato com Jian, Tamiko e Judd. Mais tarde, após a derrota de Okaji, descobrem como acessar The Tiger's Nest, o esconderijo de Shinjiro, mas Songan se revela um traidor e entrega o seu trio de parceiros para seu arquirrival. Em troca de seus amigos reféns, Shinjiro exige a Sora katana, mas, pouco antes de entregar sua espada, Hero se lança em um ferrenho duelo, onde Tamiko acaba baleada.

Apreciando a paisagem. Nintendo Blast Red Steel 2Uma grande batalha se forma, pois agora Shinjiro construiu uma nova katana capaz de fazer frente a lâmina do protagonista. A luta continua por um bom tempo, até que o “último Kusagari” enfim derrota seu maior inimigo. Shinjiro ainda sussurra para o herói que outros virão atrás da Sora katana, mas este atravessa a espada no peito do vilão e a quebra ao meio, assegurando que seus mistérios não seriam desvendados.

O jogo termina assim mesmo, com nosso herói vislumbrando o pôr-do-sol.

Personagem com estilo

Agora que já sabemos quem é e o que fez nosso amigo, podemos analisar suas características. O visual do protagonista surge como uma síntese do conteúdo do jogo. Se sabemos pouquíssimo de sua história, ele quase não fala e nem mesmo seu nome nos é revelado, nada melhor que uma roupa que não nos mostre quase nada. Com sua grande capa, chapéu sempre na cabeça e apenas os olhos a mostra, fica evidente a preocupação da Ubisoft em construir um personagem com personalidade oculta, talvez para que os jogadores sintam-se livres para atribuir as suas próprias.

E bota estilo nisso. Nintendo Blast Red Steel 2

Também fica claro o desejo de misturar faroeste com elementos típicos da cultura japonesa. Muitos personagens possuem traços asiáticos, bem como a arquitetura de Caldera, embora o ambiente e o enredo lembrem os clássicos westerns norte-americanos, como a presença de um xerife. Isto reflete em Hero, cujo traje lembra uma mistura de caubói com samurai, e em suas armas, importadas de ambas culturas.

A Sora Katana, grande estrela do jogo. Nintendo Blast Red Steel 2Nosso personagem possui dois mestres, por assim dizer. O primeiro e mais importante é Jian, que treina as habilidades com a katana, grande estrela do game. Red Steel 2 foi um dos primeiros jogos a tornar o uso do acessório Motion Plus obrigatório, então precisaram fazer a escolha valer a pena e investiram pesado na espada. O resultado é um exímio espadachim, que usa a sua lâmina como principal arma e, por que não, aliada.

Para as armas de fogo, vindas da “metade americana” da história e também muito úteis e variadas, temos a figura do xerife Steve Judd, especialista e colecionador deste tipo de armamento. A sua filha, Tamiko, faz o papel de informante e especialista em tecnologia, e por vezes um possível romance é insinuado entre ela e Hero, embora nada seja concretizado. Melhorias nas armaduras podem ser compradas de Songan, com quem temos um relacionamento de desconfiança ao longo da trama.

Por fim, como em qualquer história, temos o vilão: Shinjiro. Este personagem é especialmente importante por completar o quadro do “herói solitário em busca de vingança”.

Como uma ironia do destino, ou então previsão dos sábios mestres, coube ao jovem exilado, alheio por anos dos acontecimentos em sua terra natal e por vezes azarado, a tarefa de vingar seus antecedentes e restaurar o clã Kasugari.

Então tá Nintendo Blast Red Steel 2

Revisão: Alex Sandro


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google