Fail

Fail: Saints Row: Drive-By (3DS)

Duas E3 se passaram desde que o Nintendo 3DS roubou todas as atenções na edição de 2010 da maior feira de games do planeta. O promissor port... (por Aurelio em 30/09/2012, via Nintendo Blast)

large (1)Duas E3 se passaram desde que o Nintendo 3DS roubou todas as atenções na edição de 2010 da maior feira de games do planeta. O promissor portátil listou games que deixavam mesmo os mais céticos dos jogadores sorrindo de orelha a orelha. Na lista: Assassin’s Creed: Lost Legacy, Resident Evil: Revelations, Super Street Fighter IV 3D Edition, e de forma tímida, Saints Row: Drive-By. Porém como sabemos muito bem, Assassin’s Creed: Lost Legacy foi sumariamente cancelado e o projeto foi transferido para os consoles HD. Resident Evil: Revelations e Super Street Fighter IV foram lançados com sucesso no console, e Saints Row: Drive-By? O que aconteceu com ele?

O que perdemos?

saints_rowEssa pergunta é difícil de responder, tendo em vista que nada foi mostrado do game, porém podemos especular. O game segue o estilo GTA, é um sandbox, no qual deve-se realizar uma série de missões em mundo aberto. Quando pensamos numa adaptação para o portátil 3DS, podemos imaginar dois possíveis games: o primeiro, seguindo o estilo dos consoles de mesa, com visão acima do ombro do personagem e mundo totalmente em 3D, ou um game aos moldes de GTA: Chinatown Wars (DS/PSP), aproveitando-se do potencial criativo das duas telas do portátil, com visão aérea.

O que aconteceu?

O game foi anunciado pela THQ no ano de 2010 em plena E3. O Nintendo 3DS fez alvoroço na E3, foi lançado e as vendas não seguiram a empolgação do evento. De certa forma, alguns estúdios sentiram que seria um risco lançar seus games mais sérios no 3DS.

cancelado.serendipityThumbA THQ passava (e passa) por forte crise no período: demitiu no início do ano de 2010 sessenta funcionários, em dezembro desse mesmo ano fechou seu escritório coreano, cancelou o desenvolvimento de projetos como WWE Smackdown VS. Raw online, desistiu de produzir franquias como Red Faction e vendeu sua divisão Wireless. Enfim, o final de 2010 e início de 2011, claramente não foi uma boa época para a THQ.

Esses fatores demonstram que a estratégia da THQ era cancelar projetos considerados de risco. O 3DS, e suas más vendas THQaté então, representavam claramente esse risco. Logo, em maio de 2011, a notícia de que Saints Row: Drive-By fora cancelado acabou não chocando tanto, principalmente quando analisamos a situação em que se encontrava a Publisher. Inclusive, o estúdio responsável pelo desenvolvimento da série, a Volition, Inc., durante o período, sofreu corte de 30 funcionários.

Ainda há chances de um Saints Row em 3D?

saints_row_drive-by_3ds_newsSe houver chances, essas são mínimas. A THQ ainda está passando por maus bocados e parece que não há perspectiva de melhora. Em janeiro de 2012 as ações da empresa chegaram a valores abaixo de US$1, e em junho deste ano a THQ perdeu os direitos de produção de jogos do UFC para a Electronic Arts, o que ocasionou o fechamento do seu estúdio em San Diego.

wii-u-gamepad-blackFicaríamos muito felizes se Saints Row fosse lançado para o 3DS, e o atual momento do portátil da Big N é motivador. Games como Resident Evil: Revelations comprovam com êxito que os games hardcore têm espaço reservado nas prateleiras dos donos do 3DS. A THQ demonstrou interesse no Wii U e lançará Darksiders II. Quem sabe não tenhamos uma versão de Saints Row para o novíssimo console de mesa da Nintendo?

Você gostaria de jogar Saints Row no 3DS? Você acredita que a THQ irá se recuperar? Nós queremos sua opinião!

Revisão: Lucas Oliveira


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google