Donkey Kong Country Returns 3D terá conteúdo exclusivo no 3DS e multiplayer local

Com lançamento confirmado para 24 de maio na América e Europa, a versão para 3DS de Donkey Kong Country Returns terá algumas novidades e... (por Flavio Ferreira em 06/04/2013, via Nintendo Blast)

Com lançamento confirmado para 24 de maio na América e Europa, a versão para 3DS de Donkey Kong Country Returns terá algumas novidades em relação à original, lançada para Wii. Segundo a Nintendo of Europe, o game terá um modo alternativo que será um pouco mais fácil que o comum, além de outros extras exclusivos do 3DS, que não tiveram muitos detalhes revelados. Além disso, o game poderá ser jogado em multiplayer local, mas ainda não sabemos se esse multiplayer exigirá dois cartuchos ou poderá ser através de Download Play.

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


  1. Um modo mais fácil?
    Poxa, os jogos de hoje já são fáceis demais, rola saves automáticos, ajuda pra passar de fase, chefes bobos....
    Quero uma dificuldade igual aos jogos antigos, donkey Kong 2 por exemplo, era um desafio bom.
    Os jogadores de hoje parece que são atrofiados, se pegar um castlevania do nes ou super nes não passa da primeira fase.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que o DK Returns é mais difícil que os DKs antigos e isso pode afastar os jogadores menos experientes dos portáteis. Não vejo problema ter a opção de um modo mais fácil. Só o que espero é que haja vários extras, pois muitos já jogaram o game no Wii.

      Excluir
  2. Exatamente Júlio, concordo com vc. Esta semana estava jogando CoD MW2 no PS3 e fiquei analisando como as desenvolvedoras diminuem -e muito- a dificuldade para se adequar a geração PS2 que se diz "hardcore", mas que corre de jogos que apresentam o menor sinal de dificuldade. Life que se regenera automaticamente após ser alvejado por um tiro, diversos checkpoints pelas fases, armas que dificilmente descarregam devido a quantidade imensa de munição espalhada no cenário, o encorajamento do "corra e atire para todos os lados" ao invés do stealth (MGS 3D me deixou exigente) entre tantas outras situações, apesar de ser um título que gosto muito.
    Já quando jogo Perfect Dark ou Goldeneye no meu N64 é totalmente o inverso: vc tem que jogar com toda cautela, pois Life perdido com um tiro não é mais recuperado (no máximo pego um colete ou escudo), não existem checkpoints (se você morrer tem que voltar a fase TODA desde o início -Aztec no Goldeneye e Área 51 Infiltration e Deep Sea Nullify Threat no Perfect Dark que o digam!), armas que acabam a munição no meio do tiroteio, sem contar as armas automáticas e rockets launchers certeiras dos inimigos que te matam instantaneamente!
    Infelizmente uma grande parte dssa geração de jogadores vai muito mais pelo visual do que por qualquer outra qualidade incluída no jogo e isso é ruim pois a qualidade dos jogos piora, pois é muito mais rentável produzir um jogo fácil com um gameplay curto mas com grande beleza gráfica, já que a maioria pensa nisso.
    O curioso que quando alguém vem até mim com essa história de que jogos "hardcores" são nos consoles da Sony/MS questiono: já jogou a série DKC? Mario Galaxy 1 e 2 conseguiu fechar com todas as estrelas? E F-Zero GX e Metroid Prime 2 no Cube? E Mario Sunshine e suas estrelas secretas? A maioria não respondem, balbuciam algo ou vão embora, pois sabem que contra fatos não há argumentos. Nem sempre o que parece é.

    ResponderExcluir
  3. Isso é verdade, o primeiro Shooter que eu joguei no ps3, medal of honor, me impressionou com o fato de que, assim que eu levei alguns tiros, minha energia começou a voltar, parecia que eu tinha usado algum código.
    E F-zero GX foi um dos jogos mais difíceis que eu já tive, acho que é impossível fazer final com todos os pilotos, além disso, só da pra ver o final no modo Master, mais difícil que isso só Ikaruga.

    ResponderExcluir
  4. concordo com voces os games de hoje chega a ser patetica a dificuldade

    ResponderExcluir
  5. concordo com voces os games de hoje chega a ser patetica a dificuldade

    ResponderExcluir
  6. Eu joguei a versão do Wii e não vi a tela de game over.

    ResponderExcluir
  7. gamer de verdade não usa memory card...usa password...quando tem...rssss

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google