Jogamos

Análise: Muita nostalgia e uma pitada de loucura no divertido NES Remix (Wii U)

Uma das maiores conquistas da Nintendo nestes mais de cem anos na ativa é o valor das marcas que ela criou e cultivou ao longo destes a... (por Unknown em 29/12/2013, via Nintendo Blast)


Uma das maiores conquistas da Nintendo nestes mais de cem anos na ativa é o valor das marcas que ela criou e cultivou ao longo destes anos. Quando adentrou no mercado dos jogos eletrônicos, a empresa não só salvou toda a indústria como também trouxe ao mundo séries que iam estabelecer paradigmas aos principais gêneros de jogos. Isso aconteceu há aproximadamente 30 anos com o Nintendinho e o lançamento de franquias espetaculares como The Legend of Zelda, Super Mario Bros. e Metroid, as icônicas Ice Climbers, Donkey Kong, Excitebike entre outras pérolas que fazem parte de nossas vidas até os dias de hoje. Sabendo do valor imenso de suas propriedades intelectuais, a Big N sempre faz questão de homenagear seu legado com títulos como Nintendo Land(Wii U), a série WarioWare (Multi) e outras coletâneas que mostram um pouco da história da empresa. A mais nova empreitada foi lançada de sopetão para o Wii U logo após mais um Nintendo Direct: estamos falando de NES Remix, o jogo perfeito para relembrar os áureos tempos de Nintendinho ou até mesmo conhecer as origens da gigante nipônica e suas atemporais franquias.


Nintendinho Microgames Inc.

NES Remix tem todo o jeitão dos jogos da série WarioWare, já que nada mais é do que uma coletânea de mais de 200 desafios curtos e sem muito sentido, mas se visto com cuidado, temos algo muito maior do que isso. Cuidadosamente selecionados, as passagens que constituem os minigames representam em muitos momentos a essência dos 16 clássicos selecionados para a coletânea. Para os que conhecem os jogos, diversas surpresas hilárias estarão a sua espera, como, por exemplo, controlar o Link, incapaz de pular, tendo que protagonizar uma torturante partida de Donkey Kong e, para os que não conhecem, entenderão de forma distorcida, mas divertidíssima, as origens dessas franquias.

Eis os 16 jogos remixados em NES Remix

Os minigames são muito curtos e, assim como ocorre em muitos jogos para plataformas mobile, ao final de cada desafio o jogador recebe de uma a três estrelas de acordo com o seu desempenho. Por serem muito curtos e, na maioria das vezes, divertidos, bater seus próprios recordes nos minigames pode se tornar até uma pequena obsessão, e prolongará muito o tempo de jogo que já possui altíssimo fator replay apenas por sua temática e tipo de jogabilidade.

Online pela metade

Apesar do Miiverse ser bem utilizado em NES Remix, contando até mesmo com os divertidos Stickers introduzidos em Super Mario 3D World (Wii U), NES Remix fica devendo em interações que estimulem mais o replay e a competitividade entre os jogadores. O grande problema é que apesar de ter um sistema bem divertido de pontuação e recordes, o jogo não conta com Leaderboards, uma inclusão que seria bastante simples e faria bastante diferença à experiência de jogo.

Apesar do ótimo sistema de pontuações, o jogo não conta com Leaderboards

Certificado Nintendo de qualidade

Se a Nintendo é extremamente cautelosa em lançar apenas um jogo de suas franquias mais famosas, imaginem só o cuidado que ela teria ao lançar 16 de uma só vez? Como esperado, o jogo possui uma apresentação impecável, estilosa e muito divertida e nostálgica, dando um clima gostoso da era de ouro dos videogames enquanto implementa diversas novidades à jogabilidade de outrora. A trilha sonora também segue o mesmo padrão de qualidade e é composta por diversas músicas icônicas dos jogos da Big N naquela época.

Rápidas e divertidas, as pequenas tarefas são simples e desafiadoras


A questão que fica no ar é o porquê de franquias tão importantes como Metroid e Kid Icarus foram deixadas de lado no desenvolvimento do jogo, já que tais séries são muito mais influentes do que Pinball, por exemplo. Seria um indício de que a Nintendo pode estar produzindo outras edições do jogo? Espero que sim!

Grata surpresa

NES Remix chegou sem ninguém esperar e roubou a cena! Com uma ideia original e muito bem executada, o título diverte e ao mesmo tempo nos faz relembrar alguns dos motivos que fazem a Nintendo ser tão importante para a indústria. Para os que viveram aquela época, o jogo é uma excelente oportunidade para se ter momentos de nostalgia enquanto ainda é surpreendido por novidades e, para os que não viveram, o jogo é a melhor oportunidade dos últimos anos para se conhecer o legado de uma das mais importantes empresas de jogos da história.

Mais difícil que os Marios atuais

Prós

  • Muito divertido;
  • Um ar de novidade para jogos com quase trinta anos de idade;
  • Sistema de pontuação viciante;
  • Boa interação com o Miiverse.

Contras

  • Falta de leaderboards;
  • Alguns clássicos ficaram faltando.


NES Remix – Wii U – Nota: 8.5
Revisão: Luigi Santana
Capa: Diego Migueis

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook


  1. Prevejo comentários moderados daqui a algum tempo no NintendoBlast... Povo ignorante precisar ser controlado. Ta chegando uma galera com cérebro de amendoim aqui no site que vem só para infernizar os outros cérebros de amendoim. Larguem os caras falarem o que quiserem, vocês estão alimentando a idiotice deles quando respondem os comentários.

    ResponderExcluir