Top 10

Bayonetta: os dez personagens mais extravagantes e marcantes da série

A Platinum Games criou uma série personagens incríveis para elevar ainda mais a qualidade de sua obra.


A franquia Bayonetta foi uma das melhores surpresas dos últimos anos, uma obra desenvolvida pela Platinum Games. A bruxa que dá nome ao jogo é cheia de carisma, habilidade e sensualidade. Sem hesitar, enfrenta hordas de anjos misturando poderes mágicos com o uso de armas de fogo. O primeiro Bayonetta foi originalmente lançado em 2009, para várias plataformas. Já a sequência, Bayonetta 2, foi um título exclusivo para o Wii U graças a parceria entre os responsáveis pela série com a Nintendo. Posteriormente, os dois jogos chegaram ao Switch. Enquanto isso, uma terceira aventura já está em desenvolvimento.


Existem vários elementos que tornam Bayonetta uma experiência única, como a ação, combates frenéticos e violência cômica, mas entre eles também estão os seus personagens cheios de carisma, originalidade e (principalmente) extravagância. No nosso Top 10 vamos falar sobre alguns que marcaram presença nos dois primeiros títulos

10. Alraune

Os inimigos mais recorrentes ao longo da série são os vários tipos de anjos — também referenciados como “Laguna” no universo do jogo. No segundo título, os habitantes das profundezas do Inferno, conhecidos como “Infernal” expandem esse rol e uma dessas criaturas demoníacas que surge com grande destaque é Alraune.

Alraune bem que tentou dominar todo o Inferno, mas não conseguiu
No passado, Alraune foi a mulher que tirou a própria vida como vingança contra seu marido. Renascida como um demônio poderoso e repleto de fúria, ela se dedica a consumir almas especiais que chegam ao Inferno para se fortalecer — exatamente o caso da alma de Jeanne. Quando Bayonetta invade o palácio de videiras de Alraune em busca de sua amiga, uma dura batalha se inicia. Porém, um novo destino trágico para a criatura acontece — ela é derrotada e acaba convertida em uma arma por Rodin.

09. Jubileus

O final boss do primeiro jogo, Jubileus é a personificação de uma entidade primordial e semelhante a uma deusa que foi selada antes da divisão do mundo entre as três dimensões. Balder planejou sua ressurreição a fim de unificar as três dimensões (Paraíso, Inferno e mundo dos humanos) sob os domínios das forças do Paraíso.
Jubileus, também conhecida como "A Criadora"
Para concluir esse objetivo, Balder precisa entregar a Jubileus o poder de ambos Eyes of The World. Portanto, é necessário que ele obtenha o Left Eye of Darkness que pertence à Bayonetta e ofereça o seu Right Eye of Light. Para evitar que isso aconteça, Bayonetta e Jeanne travam uma dura batalha contra a divindade, que é enfrentada em um épico confronto no espaço.

08. Rosa

Rosa foi uma habilidosa umbra witch que se apaixonou por Balder, um lumen sage. Violando as leis sagradas que proibiam qualquer tipo de relacionamento entre membros de clãs diferentes, os dois se unem e, como resultado, concebem uma criança nascida como umbra witch. Rosa se torna uma prisioneira entre seu clã, criando sua filha através das grades de sua cela.
Como não amar esse visual todo preto?
A maior parte das aparições de Rosa ocorrem por meio de flashbacks. Em Bayonetta 2, durante uma viagem ao passado, a protagonista se junta a Rosa (livre de seu confinamento) em uma última batalha das umbra witches contra as forças do Paraíso. Rosa acaba encontrando sua morte, testemunhada por Bayonetta e seu amado Balder - o que traria uma série de consequências para o futuro da série.

07. Balder

Balder é o último dos lumen sages, o clã que luta ao lado dos anjos do Paraíso, e tem grande importância nos enredos de ambos os jogos - embora sua presença não siga uma ordem linear. Ele é o detentor Right Eye of Light, a contraparte dos Eyes of the World recebidos pelo seu clã. Balder foi enviado ao exílio por quebrar uma lei sagrada ao conceber uma criança com uma umbra witch.
Balder é o último sobrevivente de seu clã
O personagem não é necessariamente um vilão, e enquanto está em um estado corrompido age como um dos principais antagonista no primeiro jogo. É poderoso o suficiente para rivalizar em combate com Bayonetta. Ele assume um papel ambíguo no segundo jogo, cooperando com a bruxa uma vez que a verdade sobre seu passado é revelada.

06. Loki

Loki é um personagem que estreou em Bayonetta 2 cercado de mistérios. Ele é um jovem com um jeito de falar “direto ao ponto” — o que traz um carisma especial. Devido a interesses em comum, seu caminho acaba cruzando com o de Bayonetta e inicialmente, ele não dá muita confiança para a bruxa. Mas a relação entre os dois vai se estreitando e ganhando importância em meio a provocações constantes de ambas as partes e momentos cruciais de ajuda em combate.
A parceria entre Loki e Bayonetta é um dos pilares do segundo jogo
Usando cartas mágicas, Loki é capaz de entrar em combate contra os anjos - ele até repele ataques de Balder. Sofrendo de amnésia e sem compreender a real extensão de seus poderes, ele só se lembra que por alguma razão precisa chegar à montanha Fimbulventr. Loki e Bayonetta cooperam para atingirem seus objetivos, ao mesmo tempo em que tentam compreender a relação entre Loki e um dos vilões do jogo, Loptr — um dos pontos-chave da trama.

05. Enzo

Se existe alguém que vive em uma maré de azar permanente, é esse sujeito. Enzo trabalha como informante e demonstra um grande desejo por dinheiro. Amigo de Bayonetta, ele fornece informações à bruxa sobre antigas lendas ligadas ao universo do jogo — mas nunca se sabe quais métodos obscuros ele usa para consegui-las. Enzo também conhece Rodin e por sempre frequentar o Gates of Hell, a sua conta no estabelecimento ficou tão grande que ele nunca poderá pagar a dívida.
Com o que será que ele se assustou?
Enzo sempre acaba metido no meio de situações tão engraçadas quanto caóticas quando Bayonetta está por perto, e a situação piora ainda mais quando os anjos resolvem aparecer. Ela até já destruiu o carro novinho dele durante uma luta. Isso é que ser azarado…

04. Rodin

Rodin já foi um anjo das mais altas hierarquias angelicais e liderava parte do Paraíso, mas foi expulso depois de fazer parte de uma rebelião. Se tornando um anjo caído, passou um tempo no Inferno até decidir viver no mundo dos humanos. Com seu jeito sisudo, Rodin também gosta de espancar alguns anjos, assustar Enzo e ajuda Bayonetta em vários momentos nos dois jogos.
Não parece, mas esse sujeito já foi um anjo
Agora um demônio, Rodin é o dono do bar Gates of Hell. Lá é o lugar ideal para Bayonetta beber alguns drinks, comprar acessórios e obter informações. Rodin também fornece praticamente todo arsenal usado por ela, e por meio de LP’s angelicais é capaz de atrair criaturas infernais e transformá-las em novas armas. Além disso, ele é considerado o personagem mais poderoso de toda a série.

03. Luka

Luka é um jornalista que nutre um forte desejo de vingança contra Bayonetta, acreditando que ela foi responsável pela morte de seu pai antes dos eventos do primeiro jogo. Ele decidiu investigar sobre as umbra witches e passou a perseguir Bayonetta incansavelmente, com o objetivo de expor a verdade para o mundo. Mas o rapaz não consegue chegar muito perto disso, já que a ausência de poderes mágicos o deixa sempre em desvantagem. Sua relação com Bayonetta muda drasticamente quando toda a verdade sobre o passado é revelada — ele passa a cooperar com a bruxa e até mesmo a protege em vários momentos — mas não é bem que ela precise...
Aquele jeito sedutor que não funciona com ninguém
O jeito de conquistador barato, o timing impecável para aparecer em momentos cruciais e até o seu jeito desajeitado fazem de Luka um personagem carismático. A própria Bayonetta também deve achar isso, já que o apelidou carinhosamente de “Cheshire”. Bem fofo, não é?

02. Jeanne

Se já não houvesse uma protagonista no jogo, esse papel poderia ser de Jeanne - uma personagem com presença marcante nos jogos. Ela também é uma umbra witch e possui poderes semelhantes aos de Bayonetta — inclusive, pode ser escolhida como personagem jogável depois de terminar o jogo. As duas são mulheres altas e poderosas, mas bem diferentes: Jeanne tem preferência por roupas vermelhas e tem cabelos prateados, e sua personalidade é bem mais agressiva e intimidadora do que a protagonista.
Jeanne sempre faz as melhores entradas
Amiga de infância de Cereza (futuramente, Bayonetta) e herdeira do clã das umbra witches, Jeanne também cumpre um papel de rival. Diante do último ataque dos lumen sages, ela decidiu selar Cereza em um sono profundo que duraria 500 anos. No primeiro jogo, Jeanne coopera com os vilões do jogo para levar Bayonetta ao seu “destino” — mas a relação de amizade das duas é restabelecida posteriormente. E é justamente essa relação que conduz os eventos do segundo jogo, quando Jeanne salva Bayonetta e sua alma acaba indo parar no Inferno.

1. Bayonetta/Cereza

Como não poderia ser diferente, nossa primeira posição neste Top 10 fica com a nossa querida protagonista: Bayonetta (ou Cereza, faça sua escolha). Ela é umbra witch com grande habilidade nas bullet arts — um estilo de combate que usa armas de fogo nas mãos e nos calcanhares, e ao lado de Jeanne representa as últimas sobreviventes de seu clã. Ela permaneceu por 500 anos adormecida, selada no fundo do oceano até ser encontrada, e inicia sua jornada com o objetivo de lembrar-se de seu passado.
Bayonetta é uma personagem extremamente carismática


Extremamente debochada, Bayonetta costuma brincar com seus adversários das forças do Paraíso, muitas vezes de maneira exagerada (e até pervertida). Ela é poderosa, ousada, corajosa e impõe sua presença em uma combinação sexy e fatal. Sem dúvidas, Bayonetta se inseriu no mundo dos games como uma personagem feminina marcante, ao lado de figuras como Lara Croft e Samus Aran, ao mesmo tempo em que recebeu a glória de ser a protagonista de um jogo promissor dentro de seu gênero.
E para você, caro leitor, qual o seu personagem favorito da série Bayonetta? Nos diga aqui nos comentários.
Revisão: Vinícius Veloso
Marcelo Vieira é formado em Análise de Sistemas na UCAM e trabalha com infraestrutura Linux. Sua educação gamer inclui clássicos como Sonic, Super Mario e Resident Evil e é apaixonado pela Nintendo, mas encontra ótimas experiências em outras plataformas. Pode ser encontrado no meio de alguma Turf War, no Facebook e no Instagram.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook