Top 10

Os melhores multiplayer de Nintendo 64. O guia completo

Para a alegria de todos aqueles que amam jogar na companhia de seus amigos, aqui está uma lista gigante de 10 dos melhores multiplayer para Nintendo 64.


Não é segredo para ninguém que o Nintendo 64 é até hoje uma das plataformas, ou se não A Plataforma referência para multiplayer local. Logo de cara, a Big N. apostou em introduzir ao mercado um console com suporte para quatro controles simultâneos, sem precisar do uso de periféricos para tal, bastando apenas reunir os amigos, conectar os controles e sair jogando.

Porém a Nintendo também pensou além, sabendo muito bem que para dominar o mercado de jogos multiplayer somente introduzir suporte para quatro controles não seria o suficiente, houve um grande esforço por parte da Nintendo em adicionar jogos para a biblioteca do recém lançado Nintendo 64 que tirassem ótimo proveito deste recurso.

E, como a lista abaixo é capaz de comprovar, a Nintendo cumpriu muito bem o seu objetivo.

Antes de iniciar a leitura, é preciso dizer que a lista abaixo não possui uma ordem específica, até porque todos nós sabemos que senso de diversão é algo subjetivo. Aproveitem!

10 - Bomberman 64

Bomberman 64 foi lançado exclusivamente para o Nintendo 64 em 1997, sendo o primeiro jogo 3D da série. Por se aproveitar dos novos gráficos tridimensionais do console, a mecânica tradicional de jogo, extremamente popular até os dias de hoje, acabou recebendo muitas modificações. Mesmo que o título até aproveitasse conceitos básicos da série, adições como uma nova visão do campo de jogo, arenas enormes para exploração livre, segredos escondidos em meio aos diversos cenários apresentados, entre muitas outras transformaram Bomberman 64 em um pioneiro jogo de plataforma 3D para o Nintendo 64, algo que inicialmente confundiu muitos fãs da série. Apesar disso, a Hudson Soft mandou muito bem em sua proposta de trazer a série para o mundo 3D. Uma dificuldade que muitas produtoras encontravam na época.

O modo multiplayer do jogo provavelmente é uma das maiores surpresas que o título apresenta. Em vez de enfrentar seus amigos em arenas repletas de blocos, sempre em uma visão aérea das arenas, agora você e seus amigos estarão em arenas livres, com menos obstáculos para facilitar a exploração dos jogadores, controlando os personagens sempre pela visão de uma câmera fixa a meia altura. A nova jogabilidade introduzida no modo singleplayer também se faz presente aqui, onde agora os personagens podem executar ações como arremessar bombas, torná-las maiores ou até mesmo agarrar oponentes para jogá-los para fora da arena. Poucos powerups comuns da série se fazem presentes aqui, sendo preciso enfrentar diretamente os seus amigos, logo de cara, em vez de traçar estratégias com calma ao ir colecionando powerups, como era comum nos outros títulos da série. Muitos jogadores sentirão saudades dos dinossauros que lhe ajudam e que nesse título infelizmente não estão presentes.

A ação frenética desde o início com certeza é a marca registrada desse game, tornando-o único na série. É claro que os mais saudosistas poderão reclamar das mudanças que Bomberman 64 trouxe consigo. Mas tendo calma para aprender a nova mecânica de jogo proposta, você e seus amigos logo estarão imersos a um dos multiplayers mais divertidos não apenas de toda a série, como também um dos mais divertidos de toda a biblioteca de jogos do Nintendo 64.

9 - Diddy Kong Racing

Diddy Kong Racing foi lançado em 1997, mudando para sempre todo um gênero que já parecia consolidado. Através da possibilidade de escolher entre kart, avião ou hovercraft para completar os circuitos presentes no jogo, além de um modo singleplayer que mescla elementos de jogos de corrida com jogos de plataforma, Diddy Kong Racing não apenas aproveitou muitas das ideias de sucesso da franquia Mario Kart, como também revolucionou todo um gênero com suas adições fantásticas e originais, transformando-se em inspiração para muitos jogos no estilo Vehicular Combat que viriam a ser lançados posteriormente.

O modo multiplayer do título consiste em disputar corridas contra os seus amigos de maneira muito semelhante como em Mario Kart, porém com a principal diferença de que você pode escolher percorrer pelos circuitos presentes no jogo em um hovercraft enquanto o seu amigo está pilotando acima de você em um avião. A escolha de veículos é livre para ser feita entre você e seus amigos. Também é possível disputar minigames do modo singleplayer no modo multiplayer, como um modo batalha muito semelhante ao visto em Mario Kart, um modo Capture The Flag bem original, entre outros que ajudam a manter o modo multiplayer do jogo versátil as suas vontades e a de seus amigos.

Não há como negar todas as adições que Diddy Kong Racing trouxe para um gênero que parecia ser dominado por Mario Kart. São tantas opções presentes tanto para os modos singleplayer quanto multiplayer que o jogo soa completamente original do início ao fim, mesmo não escondendo a sua grande referência. Para aqueles que buscam uma alternativa para Mario Kart ou até mesmo para quem somente busca um modo multiplayer para se divertir com os amigos, Diddy Kong Racing é escolha certa graças a sua mecânica de jogo revolucionária e muito divertida.

8 - Vigilante 8

Lançado originalmente para PlayStation, em 1998, a versão para o console da Big N. saiu somente em 1999. Apesar disso, o jogo parece ter sido criado tendo em mente o Nintendo 64 graças ao seu fantástico modo multiplayer. Surpreendentemente desenvolvido por uma equipe de apenas cinco pessoas, Vigilante 8 coloca o jogador no controle de veículos que são verdadeiras armas de destruição. Completamente centrado na cultura dos anos 70, Vigilante 8 é um daqueles jogos que se torna impossível de se esquecer não apenas por ser completamente único, mas também pela sua imensa qualidade.

O título conta com modos multiplayer para todos os gostos. Seja a campanha em co-op entre dois jogadores, que não deve em nada para o modo singleplayer, ou o completo caos dos modos Brawl, mata-mata, Team, mata-mata por equipe e Smear, na qual o Jogador 1 precisa derrotar os demais três jogadores, você e seus amigos estarão entretidos de um jeito ou de outro. Vigilante 8 também se destaca pelo seu variado elenco de personagens, pelas suas arenas que podem ser destruídas conforme a sua vontade e a de seus amigos, além de uma jogabilidade muito simples e fluída. Vigilante 8, apesar do seu fantástico modo singleplayer, simplesmente parece ser um daqueles jogos que foram criados apenas para dar luz ao seu modo multiplayer.

Vigilante 8 supre uma lacuna até então não preenchida na biblioteca de jogos do Nintendo 64. Por mais que o console tenha grandes jogos de Vehicular Combat como Mario Kart 64, Diddy Kong Racing, entre outros, Vigilante 8 chega como uma alternativa mais adulta para os fãs do gênero. Com modos co-op, mata-mata entre quatro jogadores, uma variedade de arenas e personagens para serem escolhidos, além do fato de que uma partida sempre será diferente da anterior, Vigilante 8 é uma ótima escolha não apenas para os fãs do gênero, mas também para os fãs de multiplayer local.

7 - Pokémon Stadium 1 e 2

Pokémon Stadium foi lançado em território norte-americano em 2000, cobrindo os 151 Pokémon originais, sendo que a sua sequência foi lançada um ano após, em 2001, cobrindo os outros 100 novos Pokémon da região Johto. Ambos os títulos realizaram, com grande maestria, a proposta de trazer a mesma mecânica encontrada nos jogos já extremamente populares de Game Boy para o mundo tridimensional do Nintendo 64. Apesar de não contar com os elementos de RPG encontrados nos jogos para os portáteis da Nintendo, ambos os títulos contavam com batalhas muito realistas graças às representações fiéis dos Pokémon e de seus ataques. Para complementar o pacote, tanto Pokémon Stadium quanto o seu sucessor possuem recursos para enviar os seus Pokémon treinados em seu Game Boy para que você continue treinando-os em seu Nintendo 64, além de também ser possível jogar os seus jogos Pokémon de Game Boy na tela de sua TV, tudo através do acessório Transfer Pak.

Que atire a primeira pedra aquele que não passou horas jogando com os seus amigos os minigames presentes em Pokémon Stadium. Mesmo que o título seja reconhecido pelas batalhas tridimensionais dos monstrinhos de bolso, Pokémon Stadium fez um ótimo trabalho em diversificar os modos presentes no jogo, dando ao jogador um cardápio completo de opções para se divertir ao lado de amigos. Se você deseja batalhar com os seus amigos para decidir quem é o verdadeiro mestre Pokémon, você pode; se você deseja apenas passar o tempo com os seus amigos em minigames simples, porém competitivos, você também pode. A escolha é sua e de seus amigos.

Pokémon Stadium peca pelo seu modo singleplayer ser muito dependente do jogador também possuir algum título Pokémon para Game Boy, pois o título mais funciona como um complemento do que qualquer outra coisa. Porém os modos multiplayer disponíveis compensam isso, tornando o game extremamente divertido para aqueles que se interessam pelo universo Pokémon. Reconhecendo os erros, Pokémon Stadium 2 entrega mais recursos singleplayer como também para o modo multiplayer, enriquecendo ainda mais a experiência. Se possível, vá de Pokémon Stadium 2.

6 - Mario Tennis

Mario Tennis foi originalmente lançado em 2000, criando uma série de sucesso que perdura até hoje. Enganam-se aqueles que pensam se tratar de apenas outro jogo de esportes como tantos outros. Mario Tennis apresenta belos gráficos para a sua época, jogabilidade fantástica, variedade de personagens, física realista para um jogo arcade e o mais importante, gameplay extremamente frenético. Mario Tennis consegue a nada fácil façanha de seu modo singleplayer ser quase tão divertido quanto o seu modo multiplayer, o que facilita bastante você treinar sozinho antes de enfrentar os seus amigos. Como curiosidade, Mario Tennis foi a estreia do personagem Waluigi, o primo extravagante muito semelhante ao Luigi.

O multiplayer do Mario Tennis possui três modos, sendo eles: Exhibition, que são as partidas tradicionais; Ring Shot, no qual a bola precisa atravessar círculos para que seja possível somar pontos; e Bowser Stage, o modo que inclui itens durante as partidas. No modo 1x1, é possível jogar solo ou em duplas. A partir de três jogadores é permitido apenas às partidas em duplas. Em duplas será necessário um verdadeiro jogo de equipe entre você e seu amigo, pois a ação emocionante do game não abre espaço para erros. O título é o perfeito exemplo de uma jogabilidade fácil de aprender, mas difícil de dominar. Existe melhor mecânica para um jogo competitivo?

Mario Tennis é tão divertido que introduziu o tênis para uma geração inteira que desconhecia o esporte. Com modos multiplayer que acrescentam horas e horas para serem jogadas ao lado de amigos, diversas quadras com características diferentes e personagens com habilidades únicas, além de partidas que farão você e seus amigos não piscarem até o último ponto, o título é indispensável para qualquer um que aprecia jogos curtos, mas ainda assim imersivos e muito competitivos.

5 - GoldenEye 007 ou Perfect Dark

GoldenEye 007 e Perfect Dark foram lançados em 1997 e 2000, respectivamente. Ambos os títulos revolucionaram o gênero de atiradores em primeira pessoa pelos mesmos motivos, jogabilidade extraordinária, atenção aos detalhes, imersão proporcionada ao jogador e muitas opções no modo multiplayer. GoldenEye 007 é considerado até hoje como um dos pouquíssimos jogos baseados em filmes que receberam aclamação tanto do público quanto da crítica especializada pela sua qualidade. Tamanho sucesso inspirou a criação do seu sucessor espiritual, Perfect Dark, igualmente aclamado universalmente.

É difícil imaginar que o modo multiplayer de GoldenEye 007 foi uma mera adição de um dos programadores do jogo após o mesmo já se encontrar finalizado. Com modos como mata-mata tradicional e em equipes, além de outros igualmente divertidos e bem inventivos, foi a calorosa recepção dos jogadores por essas adições que fez que a Rare observasse que a adição de multiplayer é algo tão importante quanto um excelente modo singleplayer. Tendo aprendido a valiosa lição, Perfect Dark recebeu um cuidado excepcional nesse departamento. Incluindo todos os modos já presentes em GoldenEye 007, Perfect Dark também adicionou opções de co-op para a história principal do título, entre muitas outras adições exclusivas para o seu modo multiplayer. Tornando o game uma referência até os dias de hoje de como se deve criar uma verdadeira experiência multiplayer para os jogadores.

Tanto GoldenEye 007 como Perfect Dark continuam vivos como referências máximas nos gêneros de atiradores em primeira pessoa. Ambos provaram ser viável trazer o gênero para os consoles de mesa, algo que ainda não tinha acontecido de maneira tão genial como vista no lançamento de ambos os jogos. Seja você um entusiasta de vídeo games, apreciador do gênero de atiradores em primeira pessoa, ou simplesmente um fã de multiplayer local, ambos os jogos merecem muito a sua atenção e a de seus amigos também. Da mesma forma como esses jogos se tornaram lembranças inesquecíveis para muitos jogadores, poderá ser assim para você também.

4 - Conker's Bad Fur Day

Conker's foi lançado em 2001, como o último grande jogo da Rare para o Nintendo 64. Pós diversas reformulações, Conker originalmente podia ser visto com traços de personagem infantil, como em Diddy Kong Racing, no entanto, após diversas reformulações, a Rare acabou decidindo por transformar Conker em um esquilo bêbado e desbocado. Conker's Bad Fur Day é uma paródia com diversas referências para a cultura pop em geral como também à própria Rare e a Nintendo. Fluindo por diversos gêneros de gameplay, começando por uma aventura de plataforma até chegar em um atirador em 3ª pessoa, Conker's Bad Fur Day possui conteúdo suficiente para prender qualquer um não apenas ao seu fascinante modo singleplayer, como também ao seu muito bem planejado modo multiplayer.

Os modos multiplayer de Conker's consistem em Deathmatch, mata-mata, Total War, mata-mata por equipe, Beach, mata-mata por equipe baseado na invasão da Normandia, Race, uma corrida maluca no melhor estilo Road Rash, Raptor, mata-mata entre homens da caverna e dinossauros, Tank, confronto entre tanques no estilo Vehicular Combat e Heist, o modo Capture The Flag travestido de assalto a banco. Se você me perguntar o meu modo favorito, lhe direi que é impossível não se divertir por horas jogando o modo Heist com mais três amigos ao seu lado. O multiplayer de Conker's é tão imersivo e bem feito que em pelo menos uma das opções oferecidas a diversão é mais do que garantida.

Conker's Bad Fur Day é um jogo sensacional tanto pelo seu singleplayer quanto pelo seu multiplayer. A Rare fechou a sua era de ouro no Nintendo 64 com um jogo que ainda hoje é lembrado como um clássico aclamado pela crítica e por todos os demais jogadores que tiveram o prazer de jogá-lo. É fácil dizer que Conker’s e Perfect Dark são os títulos com a maior variedade de modos multiplayer desta lista. Vale muito a pena conferir, ao lado de seus amigos, cada opção que este jogo proporciona, seja pelo carinho e dedicação que a Rare teve com o seu modo multiplayer ou seja pelo seu universo único e muito original. A experiência é marcante.

3 - Mario Kart 64

Mario Kart 64, lançado em 1997 em grande parte do globo, é a sequência do extremamente popular Super Mario Kart para Super Nintendo. Por se tratar de um dos primeiros jogos para o Nintendo 64, o game não aparenta ser muito profundo como os demais títulos dessa lista, mas a sua capacidade de divertir diversos tipos de jogadores é inegável. Lembrado até hoje por muitos como o melhor jogo da série, o título foi responsável por trazer a série para o universo 3D, consequentemente também trazendo todo o gênero Vehicular Combat consigo, ditando as regras para os demais jogos do gênero que posteriormente seriam lançados mundo afora. 

Os modos multiplayer presentes no jogo são o tradicional Grand Prix, disponível apenas para dois jogadores, Versus, corridas apenas entre você e seus amigos e Battle, uma arena repleta de itens onde o vencedor é aquele que permanecer vivo até o final. Por mais que as opções multiplayer sejam pequenas, cada modo possui uma dose imensa de diversão graças ao carisma dos personagens da Nintendo, aos circuitos muito bem planejados e à mecânica de jogo que continua muito atual até os dias de hoje.

Mario Kart 64 pode parecer simples à primeira vista e realmente é. Lançado como um dos primeiros títulos para Nintendo 64, o jogo apenas reforça os pontos positivos presentes no primeiro game da série, acrescentando apenas pequenos detalhes no processo. É claro que a principal novidade do título é justamente a introdução da série ao universo 3D, e isto ele realiza muito bem. Posto a prova no dificílimo teste do tempo, Mario Kart 64 se saiu vencedor por ainda ser extremamente divertido mesmo na atualidade. O título também é o perfeito exemplo de que para suceder um jogo de sucesso não é preciso muitas adições, mas apenas ter capricho para reforçar o que já existe de bom.

2 - Super Smash Bros.

Super Smash Bros. foi lançado em 1999, sendo o marco inicial de uma série que em pouco tempo tornou-se um dos carros chefe da Nintendo. Tendo sido inicialmente desenvolvido como um jogo de luta com elementos de plataforma e estrelado por personagens genéricos, foi o diretor do jogo quem sugeriu que o título poderia receber a inclusão dos personagens da Nintendo, pois acreditava que assim o jogo ganharia em carisma. Após lançado, o título recebeu amplo sucesso de crítica e de público, servindo também para colocar o Nintendo 64 definitivamente no mapa dos fãs de jogos de luta, apesar de que muitos jogadores até hoje debatem sobre o game ser de fato do gênero de luta ou não.

O multiplayer de Super Smash Bros. é exatamente igual à mecânica do modo singleplayer, bem direto ao ponto. Apesar disso, é possível modificar alguns elementos da partida, se ela será decidida por Stock, em que cada um tem uma certa quantidade de vidas e ganha aquele que permanecer vivo até o final, Time, em que a quantidade de vidas é ilimitada e ganha aquele que somar mais pontos derrubando mais oponentes para fora da arena e Team Stock / Time, em que é possível formar times para ambos os modos. Apesar de não haver muitas opções para variar o seu multiplayer, o jogo ainda assim consegue compensar sendo emocionante do início ao fim, pois devido à variedade de itens e peculiaridades de cada arena, cada partida parece ser sempre diferente da anterior.

Graças a sua mecânica de jogo única, Super Smash Bros. é um jogo extremamente original. Derrubar os seus amigos para fora das arenas, como também executar diversos combos no processo é muito intuitivo. Apesar de contar com poucos personagens e arenas disponíveis inicialmente, o jogo compensa com seus modos de jogo nos quais o que não falta é diversão. O título é escolha garantida até mesmo para quem não gosta de jogos do gênero de luta, pois se você não consegue ganhar dos seus amigos no elemento luta, você sempre pode pôr em prática todo o seu conhecimento em jogos de plataforma para derrubar os seus amigos para fora da arena. Se você ainda não experimentou o game, você precisa dar uma chance agora mesmo e descobrir todos os motivos que fazem de Super Smash Bros. ser uma das séries mais populares da Nintendo.

1 - Mario Party 1, 2 e 3

Mario Party 1, 2 e 3, lançados respectivamente em 1999, 2000 e 2001, são o ápice, ou se você me permitir, o "fino do fino" da diversão multiplayer. Considerado como o fator principal para a proliferação de jogos estilo tabuleiro para consoles, Mario Party é rei absoluto quando se trata de jogos multiplayer, ainda se mantendo como motivo principal de muitas discussões acaloradas entre amigos em reuniões para jogatinas. Os jogos consistem em uma mecânica muito simples, quem adquirir mais estrelas até o final da partida é declarado ganhador. O complicado é tudo o que acontece no meio disso até você conquistar essas estrelas. Pois se você ainda não discutiu com algum amigo seu no processo, você e seus amigos estão jogando errado.

Não está precipitado aquele que falar que a diversão de Mario Party se encontra exclusivamente em seu multiplayer. Nada contra o modo singleplayer, mas é na presença de amigos que Mario Party brilha. É impossível não se sentir imerso no carisma do jogo, nos diversos tabuleiros com temáticas diferentes, nos muitos minigames empolgantes, além das muitas opções que o jogo oferece para você trapacear os seus amigos. Apresentando uma gangorra de emoções do início ao fim para os jogadores, a série representa fielmente o Party em seu nome, pois onde houver alguém com um título da série, haverá uma festa para ser feita.

Mario Party é uma série incrível que teve o seu surgimento no Nintendo 64. Apesar de ter recebido apenas os três primeiros jogos da série, esses ainda são lembrados como os melhores de toda a franquia, sendo o Mario Party 2 o favorito da maioria dos fãs da série até hoje. Com uma seleção de minigames caóticos, tabuleiros extremamente divertidos, Mario Party 2 é garantia de diversão para você, seus amigos, sua família, seus animais de estimação e quem mais aceitar jogar com você. Mas não deixe de conferir também os demais jogos da série para que a sua festa seja completa.

Menções honrosas



Alguns dos jogos que muito bem poderiam entrar nessa lista também: Mario Golf, Turok: Rage Wars, Turok 2: Seeds of Evil, Star Wars: Episode I Racer, Banjo-Tooie, Star Fox 64, Destruction Derby 64, Excitebike 64, Rakuga Kids, Jet Force Gemini, F-Zero X, Ready 2 Rumble, Worms Armageddon, NFL Blitz 2000, WWF: No Mercy, WWF: Wrestlemania 2000, Donkey Kong 64, Quake II, Wave Race, International Superstar Soccer, Snowboard Kids, Gauntlet Legends, BattleTanx: Global Assault, Pokémon Puzzle League, etc. 

Lembranças que ainda continuam vivas 

O Nintendo 64 talvez tenha sido o último grande console a abraçar, de fato, aqueles que são apaixonados por diversão multiplayer. Dito isso, impossível você não ter passado horas e horas com seus amigos em ao menos um dos títulos desta lista ou sequer conhecer alguém que os tenha.

Muitos dizem que o multiplayer de sofá, como os mais chegados costumam dizer, já está morto. Atualmente, em um mundo em que o multiplayer online já se tornou mais importante até mesmo do que o singleplayer, são pouquíssimos os jogos que ainda investem em multiplayer local. Ao pensar nisso, difícil não se lembrar dos nostálgicos dias em que você e seus amigos se divertiam sem se importar com gráficos, modos online, etc. Nessa época, a única preocupação presente era não perder para os seus amigos. Infelizmente, hoje, a única preocupação é que as grandes produtoras não impeçam nós, jogadores, de continuarmos criando memórias ao lado de nossos amigos.

E para você, qual o jogo de Nintendo 64 que você mais jogou com os seus amigos? Compartilhe conosco as suas lembranças da época de ouro do multiplayer de sofá!

Revisão: Luigi Santana
Leonardo Castro escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook